Michael Campos

Tráfego falso: saiba o que é e como evitar

Guia de Investimento
Guia de Investimento

Entre para nossa lista e receba
conteúdos exclusivos!

    The Ultimate Managed Hosting Platform

    Compartilhe

    O tráfego falso é um termo utilizado para se referir ao tráfego gerado por armadilhas de cliques, bots ou software, e não por humanos. 

    Ou seja, tráfego falso é usado para inflar artificialmente as métricas de interações, fazendo com que o público de um site pareça maior do que é na realidade. Portanto, uma quantidade surpreendente de impressões de anúncios é exibida para visitantes de forma totalmente fraudulenta.

    No entanto, é importante evitar e combater esse tipo de ação porque, caso uma plataforma de conteúdo como WordPress ou rede social com Instagram identifique o tráfego de um site como falso, isso provavelmente resultará em suspensões ou até banimentos na conta.

    É por isso que se você tem um site de comércio de luminárias, por exemplo, é essencial ficar por dentro desse tipo de armadilha virtual para não cair em uma e comprometer a segurança do seu site. Confira a seguir mais detalhes sobre o tráfego falso e como evitar!

    O que é o tráfego falso?

    O  tráfego falso é usado artificialmente para produzir uma imensa quantidade de impressões falsas em um site ou conta de mídia social, e é usado para gerar receita falsa para o proprietário de um site. 

    Ou seja, é certo que quanto mais visitantes e cliques em anúncios de um site, mais receita e lucratividade gera. E o tráfego falso faz com que esse número de visitantes e clientes aumente de forma exponencial com os bots, ou seja, robôs. 

    Hoje em dia, todas as redes de publicidade têm políticas restritas a esses provedores de tráfego falsos e bots, mas mesmo assim ocorre bastante.

    Portanto, quando uma empresa de construção de casas detecta qualquer tipo de impressão e tráfego falsos em seu site, ela tem o direito de suspender a conta do anúncio do editor e restringi-la por causa da violação de tráfego falso, por exemplo.

    Impacto do tráfego na web falso

    Estima-se que o tráfego falso na web custará aos anunciantes US $6,3 bilhões somente este ano de 2022. 

    De acordo com o estudo da ANA, conduzido pela empresa de segurança White Ops e intitulado The Bot Baseline: Fraud In Digital Advertising, 11% dos anúncios gráficos e quase um quarto dos anúncios em vídeo foram “visualizados” por software, não por pessoas.

    Nos últimos 10 anos, graças aos anúncios on-line, profissionais de marketing e anunciantes perceberam que podiam alcançar audiências do mesmo nível ou mais que na TV, através dos anúncios. 

    Os orçamentos de publicidade e marketing digital dispararam à medida que as empresas de todos os nichos, como uma empresa de aluguel de andaimes para construção civil, passaram a segmentar públicos específicos melhor do que nunca. 

    Ou seja, com o tráfego da web sendo a “moeda da internet”, não demorou muito para que as pessoas adotassem o tráfego falso da web como forma de reforçar suas próprias métricas de forma não genuína.

    Ou seja, surgiram os bots (que significa robôs) para dar impressões falsas de muitos seguidores, comentários e curtidas. 

    É claro que existem os bots do bem, que realizam análises de dados para conferir melhores soluções para os usuários e clientes, por exemplo. Mas infelizmente, esses bots são muito utilizados para essa finalidade prejudicial. 

    É claro que uma boa empresa de climatizadores para supermercados não irá adotar essas medidas impróprias.

    Explicando os bots maliciosos

    Bots maliciosos são robôs irritantes que muitas pessoas simplesmente ignoram. Eles geralmente têm nomes de arquivos e processos semelhantes aos arquivos autênticos e regulares do sistema. Exemplos de bots maliciosos incluem:

    Spambots

    Os Spambots ou bots de spam podem coletar endereços de e-mail de contatos, ou páginas de visitas. Alternativamente, eles podem postar conteúdo promocional em fóruns ou seções de comentários para direcionar o tráfego para um determinado site.

    Por isso, é essencial que uma empresa de elaboração de projetos instalações elétricas certifique que em seu site não existe esse tipo de fraude. 

    Chatbot malicioso

    Os chatbots fingem ser humanos, imitam interações humanas e muitas vezes enganam pessoas que não percebem que estão conversando com programas de robôs.

    São de fato ações desonestas projetadas para coletar informações pessoais, incluindo números de cartão de crédito.

    Bot de compartilhamento de arquivos

    Esses bots pegam os termos de consulta e pesquisas dos usuários e respondem informando que eles têm arquivos disponíveis para download e fornecendo links. Os usuários clicam no link, fazem o download e o abrem, infectando o computador sem saber.

    Preenchimento de credenciais

    Isso se refere aos bots “preenchendo” nomes de usuário e senhas conhecidas (geralmente decorrentes de violações de dados) em páginas de login online para obter acesso não autorizado a contas de usuários.

    Que danos os bots e usuários falsos causam? 

    Quando bots e usuários falsos interagem com as campanhas, sites, banco de dados ou outros ativos digitais de uma empresa, eles representam uma ameaça inerente à eficiência operacional e ao bem-estar organizacional de uma empresa. 

    Primeiro, eles desperdiçam gastos com publicidade drenando orçamentos destinados a clientes potenciais e clientes legítimos e poluem o público, o que acaba levando a otimizações distorcidas e segmentos de público de campanha inteligente inutilizáveis. 

    Além disso, eles podem sinalizar altos níveis de intenção ao interagir com o conteúdo e preencher formulários no local, o que distorce as métricas de conversão. 

    Eles podem, então, entrar nos CRMs e, consequentemente, desperdiçar o tempo dos vendedores enquanto inflacionam as contas do CRM. 

    Além disso, com a presença de bots, quase todas as plataformas de análise podem ficar distorcidas e pintar uma imagem imprecisa da realidade nos sistemas de BI. 

    Por todas essas e outras razões, é fundamental para muitas empresas identificar e se proteger contra essas ameaças.

    Como identificar fraudes de tráfego de bots?

    Os robôs são de fato como vilões para as equipes de TI. Felizmente, existem alguns sinais que podem identificar esse tipo de fraude e aumentar a segurança em qualquer site, seja de empresa de construção e engenharia, ou site de uma instituição de ensino. Saiba como identificar:

    Tentativas de efetuar logins

    Uma maneira comum de usar bots para comportamento malicioso são ataques de força bruta. Os scripts executados podem testar combinações ilimitadas de logins e senhas para obter acesso a sistemas privados, dando aos cibercriminosos acesso a dados confidenciais.

    Uma forma de identificar tal atividade é monitorar as taxas de sucesso e insucesso das tentativas de acesso a contas privadas. 

    Muitas visitas do mesmo IP

    A análise das métricas de comportamento suspeito é essencial para todo e qualquer site que queira ser seguro. Por exemplo, várias visitas em um curto período de tempo pode indicar que se trata de robôs. 

    Portanto, se o mesmo IP aparecer nos logs, as chances de um bot são altas. Outra maneira é investigar se o IP está na lista negra.

    Informações desconhecidas

    As mensagens enviadas de contas de e-mail também podem servir como um dos recursos para identificar bots maliciosos. Este é um alerta importante se você achar que não escreveu um rascunho, enviou uma mensagem ou até mesmo devolve uma mensagem por engano. 

    Os bots podem tentar usar suas credenciais para entrar em contato com seus contatos para distribuir outros aplicativos maliciosos ou roubar novas credenciais.

    Site muito lento ou cheio de bug

    Há uma razão pela qual alguns sites podem ficar extremamente lentos ou mesmo não abrir ou abrir de forma incompleta e ficar cheio de bugs, são os bots que são usados ​​em ataques DDoS (ataque malicioso para sobrecarregar o servidor). 

    Eles se movem muito rápido e em grande número, fazendo muitas requisições por segundo ao servidor, o que pode levar à sobrecarga, resultando em carregamentos lentos ou até inativos.

    O que fazer para evitar?

    Você se deparou com esses problemas? Então é hora de agir contra os bots. 

    Como é sempre melhor tomar precauções, implementar captchas em seus formulários e garantir que você esteja usando uma plataforma de alta qualidade que ajude a protegê-lo contra hackers é o primeiro passo. 

    Bloquear o tráfego de bots é quase impossível, mas sua empresa de montagem de painel elétrico pode instalar as ferramentas de segurança mais recentes para combater scripts destrutivos e assim defender o seu site.

    Certifique-se de que a ferramenta escolhida forneça detecção e mitigação em tempo real para evitar que essas impressões falsas apareçam em seu site. 

    Lembre-se de que você é responsável por manter tráfego e inventário de alta qualidade e não comprometer a confiança do anunciante ao gerar ou receber tráfego automatizado ou bots. 

    Mesmo que não lhe traga nenhum lucro por causa dos bots que se infiltram em seu site, a perda de sua conta ser desativada por tráfego inválido pode ser enorme. Não se deixe machucar!

    Obviamente, quando se trata de tráfego falso, você também precisa evitar fazer parcerias com pessoas em quem não confia ou fornecer qualidade para aumentar o tráfego de suas páginas. 

    Verifique seus anúncios em diferentes navegadores e plataformas para garantir que eles funcionem conforme o esperado. 

    Preste atenção a esses pontos é metade da batalha para evitar a violação das regras da rede de anúncios e o risco de desativar sua conta. Outras dicas são:

    • Fique atento as métricas numéricas do site;
    • Tenha cuidado ao realizar estratégia de backlinks;
    • Monitore constantemente os status do site;
    • Tenha cuidado ao implantar o tráfego pago.

    É claro que uma empresa de serviço de levantamento topográfico que dispõe de um site para que os usuários desfrutem de um ambiente digital agradável quer se ver livre de fraudes. 

    Isso envolve muito trabalho e é um processo de aprendizado contínuo. Proteger as contas da rede de anúncios contra tráfego inválido é fundamental para o setor de publicidade digital.

     

    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

    Compartilhe:

    publicidade

    social

    publicidade