Michael Campos

Termos mais conhecidos no Design Gráfico

Guia de Investimento
Guia de Investimento

Entre para nossa lista e receba
conteúdos exclusivos em primeira mão!

    Compartilhe

    Compartilhar no facebook
    Compartilhar no twitter
    Compartilhar no linkedin
    Compartilhar no pinterest
    Compartilhar no tumblr
    Compartilhar no whatsapp

    Quantas vezes as pessoas foram ler um artigo ou realizar alguma atividade e se depararam com termos e palavras totalmente desconhecidas? Conhecer os termos e tudo sobre o Design Gráfico proporciona justamente um maior entendimento e conhecimento do meio.

    Essas informações podem ser extremamente importantes nos mais variados momentos possíveis, facilitando processos e um maior entendimento devido a esses estudos e interesse em conhecer esses termos.

    Muitos dos termos que fazem parte do Design Gráfico estão presentes no dia a dia de todos, mas muitos não se deparam ou não percebem esse recurso, não entendendo a importância e o quanto esse entendimento é fundamental.

    Esse entendimento deve ser necessário desde uma empresa de pinturas a empresas de artes e afins, facilitando o processo de crescimento e de desenvolvimento de cada empresa através dessa facilitação.

    Por isso é necessário que as empresas se adequem e conheçam esses recursos, entendendo o quanto cada termo será fundamental no andamento da empresa e em diversos trabalhos a serem realizados.

    Uma empresa de ar condicionado, ao buscar esse entendimento e um crescimento para sua equipe, trazendo para sua rotina esses termos do design gráfico, a eficácia nos trabalhos em seu dia a dia serão um diferencial e um ponto chave para essa empresa.

    O design gráfico está presente em diversos momentos da vida de praticamente todos, dessa forma buscar meios de entender e se antecipar a essas inovações e ferramentas é algo necessário.

    Com isso, causando cada vez mais impacto e interação com o público, sendo referência no meio justamente por apresentar um bom trabalho e por ter esse papel de impacto e de chegar de uma forma mais direta ao público.

    Qualquer estratégia, desde uma empresa de limpeza industrial até uma empresa de publicidade, tem um bom trabalho de design gráfico e um entendimento desse recurso, por isso conhecer esses termos é algo válido e fundamental.

    Ao compreender o porquê de entender e conhecer esses termos do design gráfico e o quanto esse processo é algo necessário para os negócios e empresas, acompanhe a seguir quais são as atribuições de um designer gráfico e como a profissão é importante.

    Atribuições e importância

    Os designers são os principais responsáveis por projetos de comunicação visual, causando esse impacto e disponibilizando os conteúdos e projetos desenvolvidos nos mais diversos meios possíveis.

    Com isso, são os responsáveis por produtos, embalagens e por ações de divulgação e atração do público, desenhando e formatando logotipos, imagens, panfletos, balão de propaganda, entre outros recursos que esses designers são responsáveis.

    Dessa forma, é um dos pontos-chave para as empresas e para diversas campanhas a serem lançadas, conseguindo transmitir sensações e sentimentos através do processo que esses profissionais estão a frente.

    Dentre as funções e atividades realizadas por esses designers podem ser destacadas:

    • Criação: a produção dessas criações no meio digital são um dos pontos fortes.
    • Criação de logotipos: embalagens, logos para marcas e novas identidades estão nesse processo.
    • Definição: definição de jornais, revistas online entre outros meios são uma das funções.

    A amplitude desse recurso é um dos diferenciais desses designers, conseguindo ter um alcance impressionante, além das áreas de possíveis atuações desses profissionais, sendo um dos diferenciais dessa profissão.

    As suas áreas de atendimento e atuação são as mais diversas que possam imaginar, atendendo desde uma empresa de construção civil até uma empresa de materiais e acessórios esportivos.

    A sua importância se dá justamente em suas áreas de atuação e a sua importância em praticamente todos os mercados de atuação, conseguindo reproduzir aspectos visuais responsáveis em despertar a atração e interesse do público em diversos aspectos.

    Desse modo, criando e despertando sentimentos únicos, conseguindo através desses elementos e termos de visualização algo totalmente profundo. Mesmo sem utilizar palavras, conseguindo se comunicar com o público nos mais variados elementos e de forma única.

    Por isso, os termos e os designers se mostram tão importantes diante do mercado, conseguindo elementos e características únicas para os negócios, despertando algo totalmente motivador e profundo para as empresas.

    Esses designers são responsáveis justamente por essa ampliação e reconhecimento por parte das empresas e do público, conseguindo desenvolver desde um engajamento para um curso de aeromoça online até uma embalagem de nova identidade de uma marca.

    Veja a seguir os termos mais utilizados no Design Gráfico, justamente para que se tenha esse conhecimento de uma aplicação através dos projetos e momentos da sua empresa.

    Termos mais conhecidos no Design Gráfico

    Entrar no mundo do design gráfico às vezes pode fazer você sentir que está aprendendo um novo idioma. Devido aos termos e sua utilização, acompanhar cada uma das etapas é fundamental tornando sua aplicação algo natural.

    Essa complexibilidade se dá principalmente por não entender e não buscar um esforço para que se tenha uma facilitação dessa linguagem, por isso conhecer e estudar esses termos são uma das partes principais para um design gráfico.

    Kerning, tracking, warm, cool, CMYK, RGB… OMG! Existem muitos termos técnicos no mundo do design, que podem ser confusos mesmo nos melhores momentos. Portanto, se você está confuso, não se preocupe – estamos aqui para ajudar.

    Seja você um designer iniciante, uma pessoa curiosa que trabalha em uma fábrica de móveis de alumínio, ou apenas alguém tentando decifrar o e-mail de um designer, sente-se e relaxe enquanto explicamos alguns termos comuns para você.

    • Tipografia: organiza as fontes artisticamente de forma legível e atraente;
    • Corpo do texto: o conteúdo propriamente dito da publicação;
    • Hierarquia: organiza visualmente os elementos de design;
    • Kerning: ajuste o espaçamento entre os caracteres no texto;
    • Tracking: tem a ver com o espaço entre as letras;
    • Espaço entrelinha: espaço entre duas linhas de texto;
    • Alinhamento: alinhar elementos para equilíbrio;
    • Pull Quote: uma pequena citação ou trecho do texto principal;
    • Monocrático: esquemas de tons criados com uma única cor;
    • Análogo: cores criadas a partir de três cores adjacentes.

    Bem, esses são alguns dos termos mais comuns que você pode encontrar ao trabalhar com design gráfico. Conhecer esses termos é um bom caminho para que se tenha um maior entendimento desse universo totalmente amplo.

    Seja você um designer ou não, lembre-se de que a terminologia é importante, mas não é tudo. As definições mudam e se adaptam a diferentes situações, portanto, fique atento a novos conceitos e ideias, mantenha a mente aberta e faça perguntas.

    Procurar esse contato e ir de encontro a inovação, são um dos passos mais importantes nesse processo, possibilitando justamente um maior entendimento em projeto e estratégia estabelecida, sendo algo fundamental desde uma assessoria ambiental aos mais diversos ramos e pessoas.

    Ao entender e acompanhar os principais termos de utilização e a forma como esses termos são utilizados neste vasto e amplo universo, por fim acompanhe a importância de saber quais são os tipos de papéis disponíveis, pois são conhecimentos importantes na área.

    Importância de conhecer os papéis disponíveis

    O trabalho do designer gráfico não termina quando a parte gráfica está pronta. Se você é responsável por vender e entregar o produto acabado, então a tarefa de selecionar o tipo de papel para apoiar o desenho do projeto também é de sua responsabilidade.

    Acertar neste momento significa adaptar e valorizar a arte que você concebeu. Para ajudá-lo, listamos alguns tipos de papel que se enquadram entre os papéis especiais e os papéis mais comuns do setor e mostramos a melhor maneira de usá-los. Confira abaixo os tipos de papel utilizados na indústria gráfica!

    Offset

    Este tipo de papel é o papel mais comumente usado para impressão, por isso é conhecido também como “papel comum”. É branco, tem textura lisa e pesa entre 56 g/m² e 300 g/m².

    Jornal

    Como o nome sugere, este papel tornou-se popular devido ao seu uso em jornais. É uma opção fina e pouco durável, mas barata e ótima para impressão de alto volume. Geralmente, funciona bem para imprimir vários textos e imagens.

    Couché

    Se a impressão offset é popular para uso geral, os couché são a principal escolha para peças de design, principalmente cartões de visita, panfletos e pastas. A palavra couché é de origem francesa e significa “camada” devido à sua superfície mais lisa.

    Quando se trata de publicações e periódicos, os artigos de periódicos merecem destaque. Na verdade, é um couché mais leve.

    Papel revista

    É um material mais fino e mais fácil de manusear. É ótimo para receber bons textos e figuras, sendo utilizado em diversos momentos e ocasiões.

    Duplex

    O papel frente e verso é um material que consiste em duas camadas: uma lisa e sedosa, a outra não branqueada. É resistente e geralmente só permite imprimir em um lado.

     

    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

    Compartilhe:
    Compartilhar no facebook
    Compartilhar no twitter
    Compartilhar no linkedin
    Compartilhar no pinterest
    Compartilhar no tumblr
    Compartilhar no whatsapp

    publicidade

    social

    publicidade