Michael Campos

Saiba qual a diferença entre Marketing Direto e Indireto

Michael Campos
Michael Campos

Entre para nossa lista e receba
conteúdos exclusivos em primeira mão!

    O mundo do marketing é muito vasto: existem diversos modos de trabalhar na área, sendo que alguns autores pontuam mais de 80 vertentes. Por isso, neste artigo abordaremos a diferença entre Marketing Direto e Indireto.

    Trabalhar nessa área envolve desafios como se manter atualizado e estar sempre em busca de novos conhecimentos, pois há sempre mais um conteúdo ou um conceito para se estudar e aprender.

    Então, para auxiliá-lo em seus estudos, focaremos nessas duas modalidades, empregadas em larga escala no dia a dia do consumidor. Vamos abordar os pontos mais importantes de cada vertente de forma integrada, uma vez que a compreensão é fundamental. 

    Marketing Direto x Marketing Indireto

    O marketing direto se refere à comunicação com o público de uma forma personalizada, focando nas necessidades individuais de cada cliente, como nos anúncios em placas fotoluminescentes

    Nessa estratégia, os resultados podem ser observados mais rapidamente, com ganhos a curto prazo. Já o marketing indireto, compreende técnicas para transmitir a ideia de uma determinada marca de maneira secundária, de forma mais aleatória.

    Como depende de um certo posicionamento prévio da marca, seus resultados são observados a médio e longo prazo. Pontuamos a seguir cada modalidade, assim como suas principais ferramentas, reforçando suas diferenças.

    O Marketing Direto

    O marketing direto engloba uma série de diferentes estratégias empregadas por uma empresa, como uma organização especializada em sistema de gestão de frotas.

    Pois bem, ele compreende os esforços voltados para a comunicação direta com o público, sem a presença de intermediários, visando persuadir o receptor da mensagem a realizar ações específicas.

    Enquanto isso, outros métodos de publicidade, como o Marketing de Conteúdo, visam educar os prospects sobre as soluções oferecidas por uma marca. Dessa forma, um item muito importante são as CTAs, do inglês “Call To Action”, que levam o usuário a agir.

    As CTAs podem abranger uma infinidade de ações, desde o convite para visitar o site ou uma loja física, até entrar em contato para obter mais informações, curtir, seguir e comentar uma publicação, por exemplo.

    Ou mesmo para abordar diretamente a venda de um produto, como luvas de segurança, inserindo ainda gatilhos mentais, como de urgência ou escassez, bem característicos de muitas ações.

    Assim, entre as estratégias do marketing direto estão os anúncios e as ações promocionais, como emitir cartões de fidelidade e cupons; fazer branding de roupas, confeccionando peças de vestuário personalizadas; e os gadgets promocionais, com versões de teste gratuitas.

    O Marketing de Guerrilha também é uma estratégia interessante para a divulgação de um negócio, como uma empresa de climatização, e ao fim desse artigo, abordamos esse conceito com mais detalhes.

    O marketing direto parte de uma relação de alta dependência com o uso de dados de uma determinada base de contatos formada por aqueles que já demonstraram algum interesse na marca, ou seja, os leads e os clientes antigos. 

    Por isso, também é tratado como Marketing de Dados. Entre as principais ferramentas do marketing direto, podemos citar:

    • Mala Direta;
    • Telemarketing;
    • E-mail marketing;
    • Venda pessoal ou direta;
    • Mobile marketing, o envio direto de material para dispositivos móveis;
    • Notificações push, mensagens que aparecem no navegador;
    • Envio de mensagens;
    • Mídias e redes sociais;
    • Publicidade off-line, como jornais, outdoors e a distribuição de catálogos. 

    O sucesso do marketing direto pode ser medido por meio do uso de indicadores de desempenho, principalmente no que tange às estratégias digitais.

    É muito importante escolher o canal de comunicação mais apropriado, conforme seu público-alvo, para o sucesso da estratégia.

    Atualmente o marketing direto está intimamente atrelado ao Marketing de Permissão, em que a empresa recebe a autorização do indivíduo para o envio de conteúdos. Isso elimina problemas relacionados à violação da LGPD, ou Lei Geral de Proteção aos Dados. 

    O Marketing Indireto

    Já o marketing indireto compreende a divulgação sutil de uma determinada marca, um serviço ou produto específico, como bebedouro de pressão ou qualquer outro item que precise ser anunciado.

    Sua aplicação ocorre de forma subliminar em canais não relacionados a anúncios, como nos filmes, lives ou eventos esportivos, para citarmos alguns exemplos. Abordaremos adiante os canais mais utilizados.

    São ações que trabalham a percepção neurolinguística do público de forma secundária, e levam a uma indução pela escolha de determinada marca, muitas vezes inconscientemente.

    Também é conhecido como Marketing Invisível, pela discrição na apresentação da marca. Seu principal benefício é que não envolve um julgamento imediato do consumidor, ou seja, ele não precisa tomar a decisão de fazer ou não uma ação.

    O objetivo é o imprinting da marca em seu subconsciente, para gerar um reforço mental por meio de uma técnica conhecida como Product Placement, ou Inserção de Produto, ao traduzirmos para o português.

    Tratam-se daquelas cenas em que alguém aparece usando um determinado produto, tomando um refrigerante, ou mesmo citando uma entre as diversas empresas de consultoria ambiental no contexto do roteiro, de forma natural.

    Os benefícios do Marketing Direto

    São diversas as vantagens do uso do marketing direto para que uma empresa obtenha os resultados esperados. Destacamos as 8 mais importantes:

    1. Publicidade segmentada e personalizada;
    2. Baixo custo e alta eficiência;
    3. Resultados a curto prazo;
    4. Aumento das vendas;
    5. Retenção e fidelização dos clientes;
    6. Impulsionamento nos negócios;
    7. Permite medir o desempenho do produto;
    8. Permite medir a eficiência das ações publicitárias.

    Como pode ver, o marketing direto possui uma série de benefícios, associados à sua aplicação objetiva e estruturação de forma mensurável.

    As aplicações do Marketing Indireto

    Quanto ao marketing indireto, sua aplicação é bem vasta. Pontuamos a seguir os canais mais comuns utilizados para fazer o product placement, sendo que eles são os seguintes:

    Filmes, novelas e séries

    Certamente são os exemplos mais clássicos: quando um personagem aparece dirigindo uma determinada marca de carro ou sendo presenteado com cestas natalinas cheias de produtos de uma determinada marca.

    Vídeos na internet

    Com uma lógica muito semelhante ao citado acima, destacamos os vídeos devido ao fato de serem um formato mais recente, mas já amplamente empregado no marketing digital, de forma geral.

    Comerciais de TV

    Aqueles comerciais que não parecem uma propaganda, abordando temas específicos e deixando o produto ou serviço apenas como detalhes, também se enquadram no marketing indireto.

    Backdrops

    Os estandes pantográficos ou backdrops, são aqueles painéis publicitários utilizados como plano de fundo em eventos, como premiações, entrevistas coletivas e apresentações, por exemplo.

    Camisas de clubes esportivos

    As marcas patrocinadoras destacadas nas camisas dos times e clubes são outro formato comum, mas não são a única forma de posicionar indiretamente as marcas no Marketing Esportivo.

    Ações publicitárias em estádios

    Outro formato são as placas publicitárias posicionadas na beirada do campo ou ao redor das arquibancadas, nos estádios e arenas.

    O uso do nome da marca patrocinadora para o batismo oficial do local, uma técnica de Naming Right, algo que pode ser traduzido como “nome certo”, também é uma estratégia interessante.

    Games

    O marketing indireto também é amplamente empregado no universo dos jogos, usando os cenários para inserir nomes de marcas e logos, algo que, inclusive, é bem comum de ser visto.

    Bônus: o Marketing de Guerrilha

    Como prometemos, vamos falar um pouco sobre essa tática um tanto quanto ousada: no marketing de guerrilha, a ação tem um alvo específico, normalmente um concorrente.

    Essa é uma expressão utilizada para ações de marketing não convencionais, que impressionam o público, gerando uma resposta rápida e, muitas vezes, viral.

    Para isso é preciso ter muita criatividade e um alto conhecimento sobre o público, para não gerar uma recepção negativa. O uso do humor é comum para evitar um posicionamento arrogante, precisando ter muito cuidado ao “entrar em guerra” com um competidor.

    O marketing de guerrilha também pode ser usado para desenvolver o relacionamento e beneficiar mais de uma marca ao desenvolver ações publicitárias integradas, não sendo obrigatoriamente direcionado para os concorrentes.

    Em um exemplo, usar prateleiras para pet shop personalizadas para expor logotipos e slogans de marcas de rações ou de produtos de higiene para pets, é uma forma interessante, não só de marketing, mas também para desenvolver relações estratégicas.

    Considerações Finais

    Ao conhecer os diferentes tipos de marketing, verá que não precisa escolher só um, aliás, uma boa estratégia é o resultado da combinação de várias modalidades. Para conquistar resultados consistentes, estude o mercado e seu público.

    E atenção: o marketing indireto não substitui o direto. Na verdade, ele vem como uma solução para as marcas, principalmente aquelas que buscam evoluir ainda mais o seu planejamento de divulgação.

    O uso dessas ferramentas mostra a resistência e a falta de interesse do público em anúncios constantes, então a visualização da mensagem de forma subliminar auxilia na fixação da marca ao longo do tempo.

    No entanto, para os resultados imediatos, como para a promoção de campanhas de lançamentos ou de descontos, o marketing direto continua sendo a melhor tática, então capriche nas CTAs.

    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

    Compartilhe:
    Share on facebook
    Share on twitter
    Share on linkedin
    Share on pinterest
    Share on tumblr
    Share on whatsapp