Michael Campos

Saiba o que é design de serviços e como aplicar nos seus negócios

Guia de Investimento
Guia de Investimento

Entre para nossa lista e receba
conteúdos exclusivos em primeira mão!

    Compartilhe

    Compartilhar no facebook
    Compartilhar no twitter
    Compartilhar no linkedin
    Compartilhar no pinterest
    Compartilhar no tumblr
    Compartilhar no whatsapp

    Basicamente, praticar o design de serviços é ir além de concluir uma venda. O empreendedor que estiver disposto a conquistar clientes fiéis, deve adotar esse método. 

    Aplicar o design de serviços é trabalhar o pós-venda e desenvolver um relacionamento com o cliente, e também, praticar um atendimento diferenciado. 

    No mundo dos negócios, para ter a garantia de que o cliente voltará a comprar novamente, é necessário que a empresa entregue mais do que o produto que está sendo comprado. 

    Ou seja, dependendo do caso, alguns “mimos” como necessaires personalizadas para brinde, é uma das alternativas para conquistar o cliente após concluir uma venda. 

    Através dessa linha de raciocínio, a ideia de adotar o design de serviços se tornou ainda mais válida, afinal, todo consumidor espera realizar uma compra sem ter problemas durante ou no final de uma compra. 

    Atualmente, os diversos tipos de marketing podem garantir vários tipos de captação de clientes. 

    Porém, é importante ter em mente que, mesmo contratando uma empresa para desenvolver algo impactante, como um letreiro para fachada de prédio, não irá garantir o sucesso da companhia.

    A expectativa para que o empreendedor consiga fidelizar seus clientes é grande após adotar o design de serviços, porque a tendência é que o público fique engajado com os projetos da companhia. 

    Conheça ainda mais o conceito 

    O design de serviços trabalha principalmente com o relacionamento que a empresa tem com os seus clientes. 

    É um tipo de trabalho que deve ser aplicado diariamente, não apenas no momento em que uma venda está sendo realizada. 

    No caso de vendas de serviços, o design é usado por quem o vendeu, e pela própria companhia dona do serviço. 

    Dessa forma, as probabilidades de manter uma relação com o cliente é que, através da satisfação, a empresa tenha uma postura de comprometimento com as avaliações individuais dos consumidores. 

    Através do pós-venda, a empresa passará uma imagem para seus clientes, e através desta imagem, consequentemente no ato da venda, haverá as seguintes conquistas:

    • Fidelização;
    • Segurança na venda;
    • Confiança entre empresa e consumidor;
    • Eventuais problemas serão evitados.

    Estas conquistas só são alcançadas se a empresa trabalhar com foco total no processo do design de serviços. 

    Por isso, é necessário dizer que, para uma empresa que o produto principal seja um serviço, a venda será apenas um detalhe. É preciso buscar a satisfação completa. 

    A empresa deve saber dosar o processo de relacionamento com o cliente, buscando meios de comunicação de fácil acesso entre ambos. 

    Tratar o cliente bem é apenas o começo da fidelização entre a empresa e a companhia, é necessário oferecer um atendimento em que todas as informações importantes sejam passadas ao consumidor. Através disso, será gerado uma experiência satisfatória. 

    Garantir que o cliente tenha uma avaliação positiva de um serviço ou produto vai desde os pequenos detalhes, ou seja, até mesmo uma embalagem para sushi bem produzida pode ser o pontapé inicial para uma conquista. 

    No design de serviços, há bases para serem seguidos para garantir o desenvolvimento de valorização do cliente com a empresa. Conheça-as. 

    Omnichannel

    O termo é, resumidamente, uma forma de mostrar ao cliente que não há diferença entre o mundo online e o offline. 

    Ou seja, uma empresa que tenha omnichannel, é uma companhia que está apta a resolver problemas online, com a mesma eficiência quando é resolvido presencialmente.

    Sendo assim, uma empresa que trabalha com vendas online de serviços para sinalização de segurança no trabalho, deve possuir um sistema funcional para qualquer tipo de evento, como a devolução de produtos online ou presencial. 

    É importante que a empresa tenha eficiência no atendimento para seus clientes, independente da forma de comunicação. 

    Uma empresa não deve dificultar sua relação com o consumidor, então considere ter a mesma qualidade nos mais diversos tipos de atendimento. 

    Atendimento

    O atendimento é composto, principalmente, pelos pontos de contato entre o consumidor e a empresa. Então, pensando em um atendimento de qualidade, é inevitável não pensar na forma como esse atendimento deve ser conduzido. 

    Possuir canais integrados de comunicação para os clientes é apenas o primeiro passo que uma empresa pode dar. É necessário que, os responsáveis por estes canais de comunicação, tenham um treinamento para dar conta da demanda. 

    Será através de um atendimento de qualidade que a empresa garantirá que a competitividade não seja um problema. Seja diferente do normal, traga meios de satisfação que a concorrência não leva aos seus clientes. 

    Possuir várias formas de contato com os clientes, e não ter pessoas competentes para isso, é praticamente inútil. Isso trará apenas insatisfação para o consumidor e, dependendo do caso, a experiência que ele teve poderá ser passada para outra pessoa. 

    Por isso, é recomendado que os canais de atendimento devem possuir um processo fácil e rápido. Em outras palavras, uma otimização de comunicação deve ser aplicada. 

    Por exemplo, uma empresa que trabalha com serviço de outsourcing de impressão, deve possuir um processo de comunicação que possua um controle interno, com opções várias  de assuntos. 

    Assim, caso a necessidade do cliente seja alugar uma impressora, ele já irá na alternativa correspondente.

    Prestar um atendimento seguindo esses processos, irá garantir que a empresa tenha avaliações positivas.

    Diante disso, caso seu negócio seja uma gráfica e seu cliente procure pesquise por “banner para eventos preço”, irá te escolher por conta das recomendações positivas que recebeu através dos comentários de outros clientes.

    Relação com o consumidor 

    É importante que o empreendedor saiba que o design de serviços é uma forma de manter uma relação de qualidade com seus clientes. 

    Além disso, no momento de construção dessa relação, não seja apenas respeitoso, mas também tenha cuidado e atenção. Logo, o cliente se sentirá valorizado, como uma etiquetas para confecção que, quando aplicada, valoriza um produto. 

    Como já citado, será a avaliação do cliente que possibilitará a empresa a ter novos clientes. Por isso, é importante que o processo de relação entre o consumidor siga todos os passos citados, além de manter um padrão de organização da companhia. 

    Um padrão organizacional traz um sentimento de confiança para o cliente, então, a empresa deve considerar a contratação de empresas para confeccionar uniformes e cordão para crachá para os colaboradores. São os funcionários que representarão a imagem da empresa.

    Como aplicar 

    A aplicação do design de serviços segue 5 pilares para que seja desenvolvida uma experiência de qualidade para o consumidor. 

    Entre elas, podemos destacar:

    • Exploração; 
    • Criação; 
    • Reflexão;
    • Implementação; 
    • Identificação de riscos e oportunidades.

    1 – Exploração 

    O processo de exploração de um serviço se inicia na na projeção do mesmo, ou seja, é necessário que a projeção do serviço seja útil ao cliente. O objetivo principal da criação de um serviço é solucionar problemas e entregar algo valioso ao consumidor. 

    Ao ter em mente que o serviço precisa ser útil de alguma forma na vida de uma pessoa, ficará fácil saber quais as necessidades de um tipo de perfil. 

    2 – Criação

    Na criação, é o momento em que as ideias do serviço passam por processos para que sejam realmente funcionais. 

    3 – Reflexão

    Nesta etapa, o serviço passa por um processo de absorção, na qual os responsáveis passaram por um treinamento a fim de aplicar o produto da melhor maneira possível. 

    4 – Implementação

    Esse é o momento em que o serviço já está funcionando e trabalhando para conquistar clientes fixos. 

    5 – Identificação de riscos e oportunidades

    Essa é a fase em que, após o serviço ser lançado, a empresa deve buscar meios de melhorias de funcionamento e buscar novos clientes. Ou seja, a empresa deverá investir em soluções que possam prevenir eventuais problemas. 

    Após a era digital, é importante a empresa saber que todos os esforços são válidos para que elas possam garantir seus clientes. Afinal, a internet possibilita a opção de compra facilmente e em questão de minutos. 

    A simplicidade de uma compra feita no mundo digital deve ser aplicada também nas lojas físicas. Quanto menor a burocracia, melhor será para o cliente. Saiba inovar o seu negócio usando o melhor da tecnologia. 

    A subcategoria do design de serviços

    Trata-se do design da experiência do usuário, ou seja, um elemento essencial no processo de desenvolver o design de serviços de uma empresa. 

    É comum algumas pessoas confundirem o design da experiência do usuário com o design de serviços. A grande diferença é que, a subcategoria é focada no desenvolvimento de ferramentas alternativas para intensificar a relação entre a empresa e o cliente. 

    Diante de uma relação intensificada entre ambas as partes, estas ferramentas irão ajudar a criar narrativas entre o produto e o cliente. 

     

    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

    Compartilhe:
    Compartilhar no facebook
    Compartilhar no twitter
    Compartilhar no linkedin
    Compartilhar no pinterest
    Compartilhar no tumblr
    Compartilhar no whatsapp

    publicidade

    social

    publicidade