Michael Campos

Roteiro para YouTube: saiba como montar de forma inteligente

Guia de Investimento
Guia de Investimento

Entre para nossa lista e receba
conteúdos exclusivos!

    The Ultimate Managed Hosting Platform

    Compartilhe

    Um roteiro para YouTube é extremamente necessário para quem deseja fazer vídeos para a plataforma, uma vez que esse planejamento possui muitas vantagens na hora da captação e até edição dos vídeos.

    Isso acontece porque, quando se fala em reprodução audiovisual, qualquer formato de vídeo precisa de um roteiro prévio, indicando muitos elementos diferentes que serão necessários serem usados em cena.

    Continue lendo este artigo e compreenda um pouco mais sobre o que é exatamente um roteiro, os seus tipos de formatos, importância e muitos outros fatores.

    Qual é a importância de um roteiro?

    O YouTube é uma plataforma que está sendo muito utilizada nos dias atuais, sendo esse um local virtual onde você pode encontrar diversos assuntos diferentes em um só lugar.

    Atualmente existem videoaulas sobre qualquer tema, onde desde aprender a efetuar uma manutenção em notebook até como preparar um bolo de três camadas são conteúdos que podem ser encontrados nesse site.

    Isso acontece porque o YouTube se tornou uma forma de busca e criação de entretenimento online, onde você pode desde assistir um vídeo a se tornar o próprio criador de conteúdo.

    Dessa forma, existe uma grande quantidade de informações na plataforma, podendo ser utilizada para encontrar o que você precisa de maneira rápida e fácil.

    Entretanto, da mesma forma que existe uma grande oportunidade de criar conteúdo, também existe a necessidade de se sobressair da concorrência e, para que isso aconteça, a qualidade dos seus vídeos deve ser o fator dominante.

    Construir um roteiro antes de gravar um vídeo é muito importante, já que desde um vídeo explicando sobre como realizar a instalação de câmeras de monitoramento até como tocar uma música no violão precisam de um planejamento prévio de como ele deve ocorrer.

    Um bom roteiro, ou script, possui a capacidade de atrair o seu público-alvo, além de o manter engajado durante todo o vídeo.

    Além disso, o roteiro também possui a função de facilitar a produção dos vídeos, uma vez que você já terá uma base dos equipamentos e objetos que serão necessários para a captação de um vídeo específico.

    Por exemplo, para criar um vídeo explicando como funciona um painel de comando industrial, você precisa de muitos elementos diferentes para construir um vídeo de qualidade.

    O painel em si, uma determinada quantidade de luzes, uma determinada quantidade de câmeras, sendo uma geral mostrando você e o painel e uma para um close-up do painel, por exemplo, entre outros elementos.

    Ao montar um roteiro, você consegue visualizar melhor como você deseja que será o vídeo e o que será necessário para que ele aconteça.

    Quais são os elementos do roteiro?

    Como você pôde perceber, um roteiro não é composto apenas por diálogos, mas também por processos de produção detalhados, dicas de edição, roupas essenciais, objetos em cena, trilha sonora e entre muitos outros elementos.

    Isso acontece porque um vídeo exige diversos pontos que devem ser explorados, como a visão, a audição, a linguagem corporal e entre muitos outros componentes. Assim, dentre os principais elementos que devem conter um roteiro estão:

    • Local da gravação;
    • Falas;
    • Tom de voz;
    • Elementos a serem acrescentados na edição;
    • Objetos cenográficos.

    Existem ainda muitos outros elementos que podem ser especificados no roteiro para manter a organização das gravações e proporcionar uma maior noção do projeto, entretanto esses são os principais.

    Dessa forma, para conseguir se atentar a todos os aspectos que são necessários serem abordados em um vídeo, é necessário documentá-los.

    Com isso, saber como criar um roteiro de vídeo é essencial para facilitar a sua rotina de gravação, conseguindo assim administrar melhor o seu tempo e as suas ideias.

    Muitas vezes, quando se possui uma ideia, só existe uma noção real de se ela está bem estruturada ou se precisa de ajustes para melhorar ao passá-la para o papel.

    Por exemplo, você pode ter uma ideia de como realizar um tour em uma fábrica de sombrite, com uma boa pauta, entretanto, ao montar um roteiro você pode realmente analisar a melhor maneira de seguir com o tour e se a sua pauta se encaixa bem com o roteiro.

    Além disso, quando você não passa todos os elementos para um papel, existe uma grande possibilidade de acabar esquecendo algum detalhe.

    Dessa forma, possuir um roteiro com todos os elementos que serão necessários para a produção acontecer é essencial para uma maior organização e direcionamento das produções.

    Como fazer roteiro para YouTube?

    Para fazer um roteiro para a plataforma do YouTube, você deve se atentar a alguns passos, sendo esses:

    • Identificar qual é a sua audiência;
    • Entender a necessidade do seu público;
    • Pesquisar o tema que será abordado;
    • Definir a duração ideal do vídeo;
    • Dividir a estrutura do roteiro;
    • Determinar as mensagens e emoções que serão transmitidas;
    • Adequar a linguagem para o seu público;
    • Avaliar quais emoções são esperadas do público no fim;
    • Revisar e fazer ajustes necessários.

    Esses são os passos que devem ser efetuados para a construção de um bom roteiro no YouTube, existindo ainda muitas maneiras de construí-lo, uma vez que existem muitos formatos diferentes.

    Quais são os tipos de roteiros?

    Um roteiro é basicamente um documento que possui como objetivo principal o direcionamento de toda uma produção.

    Por exemplo, se você deseja realizar um vídeo documentando a produção de um eixo cardan roçadeira, como ele funciona até a sua saída da fábrica, então você precisa direcionar o modo como deseja contar esse processo e os elementos necessários para isso.

    Dessa forma, o roteiro possui a capacidade de auxiliar todas as pessoas que estão envolvidas no projeto, onde desde quem está à frente da câmera até o editor podem obter uma maior noção de como será a produção do conteúdo e como ele deve ocorrer.

    Entretanto, não existe apenas uma estrutura de roteiro única, sendo possível utilizar vários formatos diferentes que se adequam às suas necessidades.

    Por exemplo, enquanto um filme de romance possui um tipo de roteiro, um documentário sobre câmara frigorífica possui outro e um vídeo no YouTube possui outra estrutura.

    Cada roteiro possui uma função que se adequa às necessidades de cada tipo de produção. Isso acontece porque enquanto um documentário possui mais imagens com crossover, um filme possui mais diálogo estruturado.

    A mesma coisa acontece com o YouTube, uma vez que ele possui um tipo diferente de edição, com cortes mais bruscos, diferente forma de comunicação e um formato completamente diferente.

    Roteiro de texto direto

    Como o próprio nome já diz, esse formato de roteiro é realizado em texto corrido, que é muito semelhante ao modelo de uma redação. Esse é o formato de roteiro mais simples de ser realizado, onde basta apenas descrever as falas que aparecem no vídeo.

    Ele normalmente não é seguido à risca, sendo apenas um texto base do que deve ser abordado durante a gravação.

    Por exemplo, se você deseja dar uma aula de um curso nr12, você pode efetuar um roteiro nesse formato a fim de o guiar durante o seu processo.

    Esse formato de roteiro é justamente muito utilizado em vídeos que possuem uma grande quantidade de narrativa e com pouca edição, sendo muito utilizado em vídeos educativos.

    Roteiro técnico

    O roteiro técnico também é muito simples de ser realizado, onde basta separar o conteúdo em duas colunas, sendo uma destinada à captação visual e a segunda para o áudio.

    Esse formato é muito utilizado pela equipe de edição, uma vez que dessa forma fica muito mais específico o que deve ser inserido em cada momento do vídeo.

    Além disso, esse tipo de roteiro também é muito usado para documentários, curtas-metragens e longa-metragens.

    Roteiro de cinco colunas

    Por fim, o roteiro de cinco colunas é o mais complexo, onde cada coluna deve especificar os seguintes elementos respectivamente:

    • Número de cada cena;
    • Texto falado;
    • Indicações das fontes da fala;
    • Lettering, textos que serão apresentados em tela;
    • Descrição das cenas.

    Esses são os elementos que devem ser apresentados em cada coluna, sendo esse modelo muito utilizado em produções com uma maior quantidade de pessoas na produção.

    Termos técnicos

    Na área audiovisual existem muitos termos técnicos que são utilizados com o intuito de melhor definir uma ideia. Por exemplo, o termo off screen é utilizado para definir o momento em que você ouve a voz de um personagem e ele está em cena, mas você não o vê.

    Já o voiceover é usado quando você ouve a voz de um personagem, como um narrador, mas ele não está em cena.

    O termo background é usado para definir algo que está de fundo na cena, não obtendo tanta atenção, como um cenário, uma trilha sonora, entre outros elementos.

    Por fim, o fade é utilizado de duas formas, existindo o fade in, que é quando uma imagem ou som aparece progressivamente, e o fade out, sendo usado quando some progressivamente.

    Existem ainda muitos outros termos existentes no audiovisual, entretanto no YouTube esses são alguns dos mais utilizados.

    Construir um roteiro para a criação de um vídeo no YouTube é essencial, uma vez que desde um vídeo sobre provetas graduadas até a construção de uma casa precisam de um certo planejamento. Analise os diferentes tipos de roteiros e escolha o melhor para você.

     

    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

    Compartilhe:

    publicidade

    social

    publicidade