Michael Campos

Neurovendas: saiba o que é e como aumentar suas vendas

Guia de Investimento
Guia de Investimento

Entre para nossa lista e receba
conteúdos exclusivos!

    The Ultimate Managed Hosting Platform

    Compartilhe

    As neurovendas têm ganhado muito espaço no mercado, principalmente porque uma série de empresas de diversos segmentos tem tentado aproveitar esse novo modelo para impulsionar suas negociações.

    O mundo tem se tornado muito diferente, em grande parte por conta dos avanços tecnológicos ocasionados pelo processo conhecido como transformação digital, que mudou a percepção do mercado sobre os consumidores.

    O próprio perfil do cliente mudou nesse período, tornando-se mais exigente e proativo. O espaço para um cliente ultrapassado, que não busca informações acerca da empresa e do produto que precisa está cada vez menor.

    Pensando nisso, para uma empresa fabricante de etiquetas se destacar no mercado é preciso inovação e muita pesquisa, o que leva muitos empreendedores a buscarem formas diferenciadas de negociar.

    O estudo de neurovendas está diretamente relacionado a estas mudanças, e a como o ser humano é complexo em suas interações. Através do estudo da mentalidade dos consumidores, e de seus cérebros em particular, é possível criar uma série de estratégias.

    Dentro do conceito de neurovendas, é possível utilizar três partes diferentes do cérebro humano para uma negociação, trabalhando diretamente com gatilhos mentais e gerando estratégias voltadas para a experiência do usuário.

    A experiência é o foco de muitas ações de marketing, principalmente porque um consumidor muitas vezes se predispõe a pagar um valor maior por um produto ou serviço se a experiência for realmente diferenciada.

    Essa estratégia, apesar de parecer muito recente, tem suas origens ainda na década de 70. Foi nesse período que as bases para os estudos responsáveis pelas neurovendas começaram a se destacar.

    Elaborado pelo neurocientista americano Paul D. McLean, os estudos sobre a estrutura cerebral humana e como eles se relacionam com a tomada de decisões em uma compra puderam ser aprimorados.

    Nesse quesito, o cérebro humano foi dividido em 3 partes distintas, uma responsável pelas emoções, outra mais racional e uma terceira parte, responsável pelo instinto de sobrevivência.

    Com o conceito de neurovendas, você consegue explorar melhor essa questão do instinto de sobrevivência, também conhecido como “cérebro reptiliano”. Ao estimular esses sentidos, você consegue direcionar um consumidor para a compra.

    Existem diversos gatilhos mentais que são comuns do dia a dia, e quando você consegue explorar estes recursos, acaba com um potencial muito maior de negociação para sua empresa de corte de chapas de aço.

    Por isso, conhecer esses processos e como eles podem ser vantajosos para sua companhia é um importante passo para obter vendas cada vez mais qualificadas em suas estratégias de negócios.

    Benefícios das neurovendas

    Agora que você conhece um pouco mais sobre as neurovendas, é importante identificar quais são as principais vantagens que esse modelo pode oferecer dentro de seu segmento de atuação.

    Vale lembrar que cada empresa é única, e uma mesma abordagem pode ter resultados completamente diferentes, mesmo para duas empresas que trabalham em um mesmo nicho.

    Por isso, é muito importante que você consiga adaptar essas estratégias à sua realidade, entendendo com quem você vai se comunicar e utilizar os gatilhos mentais para obter melhores resultados.

    Além disso, é importante tomar muito cuidado ao utilizar os gatilhos mentais. Ainda que seja com uma intenção nobre, esse tipo de estratégia lida diretamente com o cérebro da pessoa, que pode se sentir enganada.

    Por isso, é importante que todo o processo de negociação seja realizado com clareza e transparência, garantindo mais qualidade e autoridade para sua companhia de adesivo para baú corrugado.

    Aproximação do público

    Um dos primeiros e principais objetivos de oferecer esse modelo de negócios é conseguir entender e se aproximar de seus consumidores. Com as neurovendas, você consegue entender melhor as necessidades das pessoas que deseja alcançar.

    O grupo de pessoas com gostos e padrões de consumo em comum, cuja propensão para consumir em sua empresa é maior, é chamado de público-alvo. Essas são as pessoas para quem você fará suas estratégias de marketing.

    Para conseguir trabalhar adequadamente com essas pessoas, é preciso um conhecimento profundo de uma série de elementos, como:

    • Objetivos;
    • Dores;
    • Dúvidas;
    • Objeções.

    Todas essas e muitas outras informações ajudam a entender melhor as necessidades de seu público, e o que eles procuram como solução. Depois de mapear essas informações, você consegue muito mais oportunidades de negócios.

    Trabalhar com as neurovendas possibilita uma aproximação muito mais efetiva entre consumidor e marca, oferecendo uma vantagem real para companhias que estão tentando se aproximar dessa maneira.

    Existem diversas formas de chegar a seu público, desde canais tradicionais de marketing até redes sociais e outras ferramentas digitais. Identificar aquelas que mais se adequam é um importante ponto para exercer as neurovendas.

    Esse processo depende da compreensão do interlocutor, o que acaba deixando a figura do cliente muito mais próxima da empresa, criando diálogos mais firmes e organizados dentro desse tipo de ação.

    Fidelização de clientes

    Quando você consegue se conectar de forma aprofundada com seus consumidores, acessando seus gatilhos mentais para negociar o valor de piso vinilico, as chances de esse cliente retornar em outras ocasiões é muito grande.

    Por conta disso, a fidelização é um dos maiores benefícios que esse tipo de estratégia pode oferecer. Um cliente satisfeito retornará outras vezes, e em muitos casos ele ainda vai além e se torna um promotor da marca.

    Isso porque ele deseja que outras pessoas passem pela mesma situação satisfatória que ele passou. Assim, essa pessoa começa a compartilhar seu material entre amigos e familiares, gerando novas oportunidades de vendas para a empresa.

    A fidelização é uma ferramenta muito importante para o faturamento de uma companhia também. Isso porque o custo de aquisição de cliente é muito menor para uma pessoa que já tem interesse no que você está oferecendo.

    Uma empresa de gerenciamento de construção que sabe acessar os gatilhos certos de seu público terá constantemente negociações, conseguindo vender sem muita dificuldade e mantendo um padrão de qualidade alto.

    Poucas ações são tão efetivas no mercado atual quanto a comunicação, e por isso, entender a forma como seu consumidor pensa e como você pode adaptar isso para conseguir fechar uma venda é um importante benefício.

    Melhorar resultados

    Quanto mais você vender, melhor seu faturamento será. A verdade é que toda a estrutura de negócios se beneficia com as neurovendas.

    Isso porque os números acompanharão o trabalho executado nesse tipo de tarefa de maneira muito mais impactante, garantindo um diálogo maior com seu público e oferecendo soluções que realmente precisam de serviços de limpeza em alturas.

    Conseguir se comunicar com as pessoas é uma parte crucial do trabalho de vendas, principalmente em um momento onde o mercado demanda inovação e atenção para que sua companhia se destaque.

    Essas ações acabam auxiliando ainda mais esse conceito, ampliando suas chances de vendas de forma natural e intuitiva, identificando alguns dos pontos mais importantes das necessidades dos clientes.

    Usando as neurovendas a seu favor

    Mais do que entender os benefícios das neurovendas, é importante saber como aplicá-las efetivamente em sua companhia de construção de casas sustentaveis, para conseguir resultados realmente impressionantes.

    O primeiro passo é óbvio. Você precisa saber com quem está falando. Conheça intimamente seu público-alvo, e segmente-o para que consiga compreender em que momento cada pessoa se encontra.

    Isso ajuda a identificar melhor todas as questões relacionadas a esse tipo de ação. Para conseguir estruturar melhor esse tipo de conhecimento, muitas empresas optam pelo uso de personas.

    Uma persona nada mais é do que uma figura fictícia, que é montada com base no público-alvo e nas interações que a empresa já passou ao longo de sua existência, o que ajuda a dar mais profundidade para essa figura.

    Um dos grandes destaques da persona é que você deve traçar um perfil psicológico para ela, entendendo como seus consumidores pensam e que tipo de dúvida eles podem apresentar.

    Com essas informações, é mais fácil identificar quais são os principais gatilhos mentais que os afetarão, e como você pode aplicar isso da melhor forma possível para aumentar ainda mais as vendas de instalação de infraestrutura de redes de sua empresa.

    Além disso, entender as necessidades do público e de cada cliente em particular também é um ponto muito importante para que você consiga acessar todas as informações que o cliente precisa para conseguir oferecer um resultado de qualidade.

    Um dos pilares das neurovendas é justamente o egoísmo, que aqui não entra com uma conotação negativa, e sim com o fato de que instintivamente o ser humano procura pensar em si acima de outras questões.

    Considerações finais

    As neurovendas são uma proposta muito interessante para as companhias conseguirem se destacar no mercado, principalmente em um momento onde a inovação e técnicas diferenciadas têm ganhado muito espaço.

    Para sua companhia conseguir aproveitar melhor esse tipo de conexão com os clientes, entretanto, é preciso cuidado e atenção para que todos saiam satisfeitos desse tipo de negociação.

     

    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos

    Compartilhe:

    publicidade

    social

    publicidade