Michael Campos

Mercado D2C: saiba o que é e como funciona

Guia de Investimento
Guia de Investimento

Entre para nossa lista e receba
conteúdos exclusivos!

    The Ultimate Managed Hosting Platform

    Compartilhe

    O meio comercial é formado por um número variado de perfis. Sendo possível citar alguns empreendimentos mais claros, como um negócio digital ou voltado para a indústria, ao mesmo tempo em que existem áreas de menor conhecimento, como é o mercado D2C.

    Na verdade, é por causa dessa variação de áreas no mercado que torna-se possível conquistar um melhor desempenho dentro desse cenário. Sendo preciso apenas encontrar o perfil comercial que melhor responda aos seus objetivos na gestão de um negócio.

    Ao mesmo tempo que isso pode ser bastante positivo, existem também alguns desafios que passam a surgir, a começar pela escolha do perfil comercial que melhor corresponda aos seus propósitos no mercado, permitindo chegar assim a um público de certo interesse.

    Isso ocorre porque a busca por isolamento acústico preço ou qualquer outro tipo de serviço pode ser realizado atualmente pelos mesmos canais, sendo possível destacar as plataformas digitais nesse sentido, mas é importante saber como atuar com isso.

    Ou seja, apesar de existirem diferentes perfis comerciais, existem muitas estratégias e ferramentas comuns a serem adotadas. Sendo importante conhecer quais são elas para que os melhores resultados possam vir a ser alcançados por cada empresa em seu rumo.

    Frente a isso, da mesma forma que existe uma variação de empreendimentos, pode existir também uma pluralidade de estratégias comerciais a serem adotadas, cada uma voltada a um segmento ou objetivo comercial que está sendo buscado dentro do mercado.

    É importante para quem gerencia um negócio, seja algo menor como uma venda de bolos ou algo de maior tamanho, tal como a oferta de serviço de soldagem na indústria, conhecer de perto toda essa variedade para entender melhor onde seu projeto se aplica.

    O grande ponto aqui, é que muitas vezes alguém pode abrir um negócio sem sequer saber qual é o cenário ao qual o seu empreendimento pode estar incluso, com tal investidor podendo ficar fechado a todas as oportunidades e responsabilidades que existem na área.

    Dentro dessa variedade de mercado, existem alguns modelos que são mais fáceis de se conhecer, por causa da sua popularidade. Porém, isso não tira o valor de áreas específicas, sendo o caso do mercado D2C, que passa até mesmo por um processo de crescimento.

    Como age o mercado D2C?

    Quando pensamos no mercado, normalmente, vemos a ação de diferentes empresas agindo para satisfazer as necessidades do seu público, sendo recompensadas financeiramente por tudo aquilo que é oferecido à sua audiência consumidora.

    Dentro desse sistema, é possível citar um grande número de perfis comerciais, o que inclui fábricas, lojas de conveniências, estabelecimentos especializados em seu serviço, como uma padaria ou farmácia, além de muitas outras possibilidades que existem no mercado.

    Cada um dos exemplos citados pode seguir algum método específico de vendas, tudo de acordo também com o perfil de público que busca atingir, sendo o caso daquelas empresas que procuram trabalhar com o cliente final ou então com outras companhias.

    Ao falar sobre todas essas possibilidades, existe uma que merece uma atenção específica, por se tratar de um sistema que vem se tornando mais popular, que é o caso do mercado D2C, sigla para o conceito Direct to Consumer, ou seja, direto ao consumidor.

    Esse trata-se de um método de vendas que pode ser adotado tanto por quem vende kit led para piscina ou qualquer outro tipo de material mais específico, dependendo apenas da forma que sua oferta é feita dentro do mercado, olhando diretamente aos seus clientes.

    Nesse sistema, uma companhia passa a vender diretamente para o seu público consumidor, sem passar por nenhum tipo de revendedor ou até mesmo distribuidores, garantindo assim, a venda dos seus produtos, sem que seja necessário contar com uma ponte comercial.

    Para entender melhor esse método, é possível pensar nas ações de um fornecedor de cremes para a pele, onde ao invés de responder às encomendas feitas por uma farmácia, essa marca pode fornecer os seus produtos diretamente aos clientes finais.

    Trata-se de um sistema que pode ser visto até mesmo através de armazéns de atacado, que além de venderem para o mercado, podem também abrir suas ofertas para o público final. Tudo por meio de ofertas que possam ser chamativas para seus clientes.

    Atuar dentro do mercado D2C é algo que pode ser positivo até para quem trabalha com produtos específicos, tal como uma estrutura metálica telhado, a ser vendida tanto para uma construtora como para quem busca reformar a sua garagem.

    E quando falamos sobre as razões para se adotar esse sistema de vendas direta ao público, é possível destacar então os benefícios que estão associados a esse modelo comercial.

    Os benefícios do mercado D2C

    Ao trabalhar com esse tipo de sistema de vendas, uma companhia pode passar a contar com uma série de vantagens comerciais, sendo possível destacar alguns, como por exemplo:

    • Melhor relação entre empresa e público;
    • Redução de custos operacionais;
    • Aumento no seu número de clientes;
    • Crescimento em sua margem de lucro.

    Todas essas são vantagens que podem interessar para quem trabalha com um serviço de análise de água de poço, a ponto de deixar de atuar ao lado de agências operacionais para oferecer o seu ofício diretamente ao público que tenha interesse.

    Inclusive, para que esses benefícios possam ser acessíveis, é necessário adaptar o seu negócio para o modelo D2C, algo possível após entender melhor como funciona esse método de gestão e como ele se diferencia dos outros sistemas comerciais.

    Nesse sentido, o grande diferencial está na forma em que tal formato de mercado pode unir as funções presentes no cenário B2C, que envolve as vendas de uma empresa ao público, com o B2B, que atua por meio das ações realizadas entre uma companhia e outra.

    Ao combinar esses dois sistemas, um serviço de destruição de documentos pode ser estruturado dentro do modelo B2B. Contudo, parte desse seu ofício pode ser oferecido não apenas a empresas, como para o público final, sem utilizar nenhuma conexão em seu caminho.

    A partir disso, tal companhia pode ter um acesso direto ao seu público, recebendo também de forma total o rendimento por trás dessa oferta de serviços, sem ver os seus lucros divididos com empresas que atuem como intermediária junto a essa audiência.

    Agora, para que esse sistema possa então ser adotado por um negócio, facilitando o contato com todas essas vantagens citadas, é necessário seguir certas etapas que permitam um melhor funcionamento do sistema D2C.

    Adotando o modelo D2C

    Para adotar essa estratégia de vendas de forma particular, é importante que algumas dicas façam parte do sistema de sua companhia, sendo elas:

    Conhecer a realidade do seu projeto

    Antes de investir nesse contato com o público, é preciso saber se existem condições de fazer isso, sem que tal movimento possa afastar sua audiência, caso um bom trabalho não possa ser realizado ou não exista uma demanda por esse contato direto.

    Parcerias de negócio

    Passar a vender diretamente ao consumidor, mesmo que só em um braço da empresa, pode interferir na relação que um serviço de consultoria de recrutamento e seleção possui com seus parceiros de negócio. Então, é importante conectar-se antes com eles.

    Regulamentarização da empresa

    Cada perfil de negócio conta com suas regras específicas, o que pode valer para o mercado D2C. Nesse caso, é importante registrar de forma legal qual será o foco de atuação da companhia, realizando uma atualização no registro, se ocorrer tal mudança.

    Estrutura de vendas

    Fechando o seu processo de integração a um sistema de vendas diretamente ao consumidor, é importante que os canais de vendas responsáveis por isso sejam melhor estruturados de uma forma que garantam a melhor experiência ao público almejado.

    A partir disso, os mais diversos tipos de empreendimentos, podendo chegar até mesmo a uma companhia de calibração de instrumentos de medição, podem se beneficiar de todo esse sistema que trabalha com uma conexão feita diretamente ao consumidor final.

    No final, é possível perceber que o cenário D2C vem se tornando cada vez mais forte no mercado ao ponto de que novas tendências possam surgir dentro desse cenário comercial, sendo possível destacar cinco em particular, que são:

    • Aumento nas vendas de nicho;
    • Humanização na relação com os clientes;
    • Foco na jornada de compras;
    • Expansão internacional;
    • Integração do sistema de logística.

    Todos esses são pontos que podem ajudar um negócio a se adaptar ao modelo D2C de gestão e realização de vendas. Então, cabe a quem comanda um projeto comercial saber como adotar esse sistema e também se é válido ou não mudar para ele.

    Uma decisão que pode ser diferente de um mercado para outro. Então, é importante conhecê-lo para compreender se o melhor caminho está sendo tomado para realizar a tal almejada ponte com os seus clientes.

     

    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

    Compartilhe:

    publicidade

    social

    publicidade