Michael Campos

Custo de Aquisição de Clientes: saiba o que é e como calcular

Guia de Investimento
Guia de Investimento

Entre para nossa lista e receba
conteúdos exclusivos em primeira mão!

    Compartilhe

    Cuidar de um negócio é muito mais difícil do que parece, e mesmo para atrair novos usuários e leads para o seu site e para a sua empresa, existem um certo esforço e toda uma logística junto com o Custo de Aquisição de Clientes para ter sucesso.

    Não estamos falando que é impossível nem nada de outro mundo, mas é necessário se atentar a esses termos e métodos para garantir que a sua empresa continuará competitiva e, mesmo com gastos, consiga estabelecer metas e parâmetros para seu negócio.

    Com isso em mente, o texto de hoje irá te ensinar a calcular esse custo, o que ele é e qual o conceito que o aborda, mostrando a sua importância e suas vantagens, assim como dicas de como reduzir esse custo e otimizar o processo como um todo.

    Seja uma empresa que faz transporte de veículos ou uma grande loja de produtos geek, todas as organizações possuem clientes, e é através do envolvimento e conversão deles que é ganho receita para investir em outras frentes do negócio.

    Claro que existem muito mais métricas dentro de um negócio, mas o CAC (Custo de Aquisição de Clientes) é uma das que mais impactam de maneira positiva a organização, fazendo com que precisem lidar com os gastos e variações de tal métrica.

    Portanto, mesmo quando aplicada por outsourcing de TI, podemos dizer que essa métrica é importante para a empresa por se tratar de gastos e investimentos necessários para atrair os clientes para a sua organização, fazendo com que ele gaste com a empresa.

    Existem diversas maneiras de fazer isso, e essa ficou famosa com a internet e por causa de campanhas publicitárias, mas de maneira geral podemos dizer que são todos os gastos que a empresa tem para convencer o cliente a sair do status padrão até o momento que finaliza a sua compra.

    De forma direta, isso impacta também como o departamento de vendas e marketing da sua empresa de gestão de documentos trabalha, podendo fazer parte ou não de um orçamento preestabelecido ou sendo variável a cada mês ou com suas campanhas.

    O tópico a seguir irá reunir uma série de informações de como calcular o CAC, assim como os benefícios de o utilizar, explorando ainda mais o seu conceito e mostrando sua importância para o seu negócio. Sem mais delongas, confira.

    As vantagens de usar o CAC

    Entendemos de maneira simples e direta que o CAC são os gastos para adquirir novos clientes para a sua marca, envolvendo departamento de vendas e marketing em conjunto, assim como diversas outras estratégias empresariais.

    Mas a real importância, e isso independe se o foco da empresa é ou não de produção de macarrão caseiro, é para a empresa ter conhecimento total do quanto cada cliente de determinada campanha, região, produto ou cidade está custando para ela.

    Dependendo do caso, pode não valer a pena o investimento por causa do retorno que será oferecido para a marca, e para isso é realizada uma série de análises para que a marca tenha em mente o tempo de vida útil do produto, assim como quanto será gasto ao longo do tempo.

    Seguindo essa linha de raciocínio, mesmo uma empresa montadora de estandes possui métricas de CAC e algumas vantagens podem ser usufruídas pelas marcas que investem nela, como:

    • Conhecer melhor o mercado no qual se encontra;
    • Entender a profundidade do investimento;
    • Criar campanhas de marketing mais efetivas;
    • Gerar um maior índice de lucro;
    • Diminuir gastos em campanhas e investimentos com pouco retorno.

    Portanto, para melhor entender o CAC e se tornar um verdadeiro mestre em calculá-lo, vamos entender que existem duas maneiras de entender como ele funciona: uma simples e uma complexa.

    Cálculo simples do CAC

    Podendo ser aplicado por marcas que fazem camisetas para uniformes de empresas ou por qualquer outra que queira uma resposta mais direta, com menos variações e que consiga mostrar um panorama da situação.

    Vamos entender que o CA é o total de clientes adquiridos pela sua empresa, enquanto o MCC é o valor gasto em campanhas de marketing e quaisquer outros valores ligados à aquisição. Portanto o CAC será a divisão de todos esses gastos pela quantidade de clientes adquiridos.

    Em outras palavras, CAC = MCC/CA. É bastante simples e te dá informações rápidas e ainda corretas sobre essa métrica tão importante para a marca.

    Cálculo complexo do CAC

    Assim como uma consultoria contábil para abertura de empresa pode ter diversos processos e variáveis durante seu trabalho, para calcular o CAC de maneira mais complexa, significa que será mais exato o resultado e insights diferentes podem ser obtidos.

    Nesse caso, o CA continua sendo o total de clientes adquiridos e o MCC todos os gastos envolvendo campanhas e valores ligados à aquisição. Porém, temos algumas novas variáveis que precisam ser colocadas em jogo.

    Entenderemos como W os salários relacionados a marketing e vendas; PS serão os serviços adicionais utilizados no processo, sejam eles consultores ou empresas terceirizadas; S será o custo das ferramentas e softwares utilizados ao longo do processo.

    Por fim, o O será a sobrecarga, ou seja, o que foi gasto além do que foi mencionado e não entra nas categorias acima mencionadas.

    Portanto, o valor do CAC necessita que todos esses valores sejam somados e divididos pela quantidade de clientes totais adquiridos. Colocando em uma fórmula, seria algo como CAC = (MCC + S + W + PS + O) / CA.

    Reduzindo os gastos com o CAC

    Como foi possível perceber, o CAC é muito importante para a marca e é preciso saber utilizá-lo bem e de maneira assertiva, mas sabemos que muitas vezes o orçamento que uma empresa tem disponível pode não ser muito alto ou simplesmente precisar cortar alguns custos.

    Portanto, seja a sua empresa uma grande logística ou que ofereça manutenção de aparelhos para academia de pilates, confira algumas formas de diminuir tais gastos e conseguir aproveitar ao máximo o que essa métrica tem a oferecer.

    01 – Tenha um excelente controle de gastos

    Dificilmente você e sua empresa conseguirão diminuir os gastos com o CAC se não souberem exatamente quais estão sendo eles, de onde elas surgem, para onde estão indo, qual a sua finalidade e se foram bem utilizados ou não.

    Portanto, é preciso investir em controle de gastos e rastreamento muito forte e eficaz para que, em próximas campanhas, seja possível entender melhor a origem de tudo e saber onde é possível cortar gastos e onde é possível manter do jeito que está.

    Para isso, é preciso ter um excelente software de controle e garantir sua atualização em tempo real. Você irá gastar com o software, mas acredite, o gasto será muito maior se não tiver ele para te auxiliar.

    02 – Invista em marketing de conteúdo

    O inbound marketing, também conhecido como marketing de conteúdo, é uma estratégia que visa a produção constante de conteúdo de qualidade e que agregue valor ao cliente, mas o faça ir até até sua marca, não o contrário.

    Apesar de ter gastos, esse tipo de método diminui muito a taxa de abandono de carrinho e prepara melhor os leads, aumentando a taxa de conversão e de fidelização deles, diminuindo os gastos com o marketing de uma maneira geral.

    É bastante frustrante para uma empresa investir em marketing e em CAC para que o cliente abandone o carrinho e apenas faça com que o custo aumente e não se tenha o retorno almejado ou minimamente necessário para valer a pena continuar com o investimento no produto.

    Portanto, podemos dizer que o marketing de conteúdo é, de maneira direta, uma forma de garantir que o cliente seja bem preparado antes da compra, aumentando a taxa de conversão, diminuindo a taxa de abandono de carrinho e garantindo que o investimento foi certeiro.

    03 – Defina uma linha base

    É importante entender que, embora o CAC seja uma métrica bastante requisitada e necessária para o seu negócio, pode acontecer de demorar um tempo para ser calculada, pois nem sempre quando os clientes entram em contato com a sua empresa eles compram diretamente seus produtos.

    Isso significa que ele pode estar passando por um processo de conversão ainda, onde está sendo moldado e seduzido pela marca, tirando dúvidas e avançando aos poucos no funil de vendas, e isso significa que o CAC ficará negativo até que o momento da conversão chegue.

    Portanto, estipular uma base de conversões e não investir mais do que esse básico pode ajudar a, futuramente, fazer um CAC mais assertivo e preciso, porém até que esse momento chegue, a empresa não gastou tanto e ainda conseguiu alimentar uma base média de clientes.

    Esperamos que esse texto tenha sido esclarecedor e tenha ajudado a entender melhor o CAC e como calculá-lo. Estude o máximo possível sobre essa métrica que é tão importante e necessária para a sua marca no mercado de trabalho atual.

     

    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

    Compartilhe:

    publicidade

    social

    publicidade