Michael Campos

Big Techs: o que são e quais seus impactos nos negócios

Guia de Investimento
Guia de Investimento

Entre para nossa lista e receba
conteúdos exclusivos!

    The Ultimate Managed Hosting Platform

    Compartilhe

    Um dos pontos de definição do mercado como encontramos hoje é o avanço da tecnologia, sendo que traz mudanças à sociedade por meio de novos produtos, serviços e até mesmo comportamentos. Ponto esse que faz com que as Big Techs se tornem referência social.

    Tudo isso por causa das diversas ferramentas e aplicações que podem ser exploradas por parte de certas companhias, que diante do seu trabalho inovador e muitas vezes pioneiro em relação a certas tecnologias acabam por ser um ícone amplo de inspiração.

    Afetando assim não só empresas do mercado de tecnologia, mas também qualquer tipo de empreendimento que busque por novas maneiras de se conectar com o seu público. Como o maior exemplo de mudança, é possível citar o alcance da internet nos negócios de hoje.

    Conexão que permite a uma companhia modificar todo o seu método de gestão e produção, além de facilitar com que o público tenha acesso aos seus serviços, sendo possível se comunicar com uma fábrica de porta de aço de enrolar, tudo isso através do seu site.

    Isso além de muitas outras práticas que o mercado pode adotar com o intuito de otimizar seus métodos de atuação, acompanhando as soluções oferecidas por companhias que acabam se especializando justamente nessa procura por resoluções inéditas.

    O que inclui o uso da internet, mas opera também por meio de uma diversificação de produtos e serviços, tal como acontece com as empresas voltadas à comunicação, que a cada ano lançam no mercado um novo tipo de aparelho celular, com novas atualizações.

    Um portfólio que se expande também para outros aplicativos, como relógios inteligentes, tablets, além de outros itens que podem garantir uma situação benéfica para os seus usuários, permitindo até mesmo uma automação residencial de iluminação.

    Serviço no qual um indivíduo pode controlar a iluminação de casa diretamente de um aplicativo no celular ou até mesmo com a ajuda das assistências digitais. Um conceito que também cresce na medida em que o mercado de tecnologia aposta nesse segmento.

    Mas para que tais inovações cheguem até a casa de um indivíduo, assim como na gestão de um pequeno comércio, primeiro é preciso que tais soluções sejam desenvolvidas e recebam um selo de aprovação do público, tal como é conquistado por grandes empresas.

    Companhias essas que, nessa situação, são nomeadas como Big Techs.

    Como funciona uma Big Tech?

    As Big Techs se tratam de empresas com um foco específico na área de tecnologia, podendo trabalhar com segmentos como internet, comunicação, equipamentos eletrônicos, fora a combinação de todas essas áreas citadas.

    Mas para que uma companhia do ramo passe a integrar esse conceito, não basta ter uma especialização na área, é preciso também contar com um tipo de serviço inovador, apresentando diversas possibilidades até então inéditas ao mercado e à sociedade.

    Ou seja, são empresas que contam também com a confiança do público e também de outros negócios disponíveis no setor comercial, tal como uma fábrica de uniforme profissional, que pode aumentar sua produção ao adotar novas máquinas na sua gestão.

    Equipamentos esses que são desenvolvidos principalmente pelas Big Techs, visando otimizar tanto a experiência do público, como os métodos de atuação de diferentes companhias, crescendo em conjunto com o auxílio desse avanço tecnológico.

    O avanço que as Big Techs podem trazer ao mercado vai muito além dos seus produtos e serviços, abrangendo também as diversas estratégias que podem ser adotadas por outros negócios, tendo como inspiração o modelo de sucesso dessas empresas de tecnologia.

    O que aprender com as Big Techs?

    Os avanços tecnológicos são tamanhos que a procura pela terceirização de profissionais de TI vem crescendo no mercado, com diversos negócios estando em busca de contar com profissionais capacitados para lidar com qualquer aplicação digital a ser adotada.

    Desde a integração das etapas de venda de uma loja, até mesmo ao controle de pedidos recebidos por um restaurante a partir do seu sistema de delivery oferecido via aplicativo. Exemplos que apontam como o cenário comercial pode crescer ao lado da tecnologia.

    Mas além dessas aplicações diretas, existem também uma série de estratégias que podem ser adotadas, tendo como base o método de atuação das Big Techs. E quando se fala de novas ações a serem praticadas, destacam-se algumas como:

    Diversificação de produtos

    A palavra “big” não se refere apenas ao tamanho alcançado por essas empresas de tecnologia, mas também ao leque grande de possibilidades que tais companhias costumam trabalhar, operando então com uma ampla oferta de produtos.

    Situação que permite a um usuário encontrar no mesmo site uma capa coladinha para sofá, assim como um furadeira. Ambos itens necessários para uma pessoa que está em processo de ir morar sozinho em uma nova residência.

    Capital visionário

    Para que uma Big Tech pudesse alcançar tal posição no mercado, foi necessário não apenas a aplicação de capital financeiro, mas também a presença de algo capaz de atrair a atenção desses investidores, o que inclui novas metodologias e promessas à sociedade.

    Alcance global

    A globalização do mercado é algo cada vez mais acessível, resultado do próprio avanço tecnológico, que permite a um fornecedor de peças mecânicas, assim como uma distribuidora de carnes nobres, abrirem contato com diferentes perfis de público.

    Presentes também em diversos cantos do mundo, por meio de um sistema de filiais, além de outras soluções voltadas ao mercado de nível internacional. É importante estar atento também à posição geográfica estratégica a ser adotada, para uma melhor distribuição.

    Reputação do negócio

    Conhecido também como likability, essa ideia trabalhada pelas Big Techs lida com o renome a ser conquistado por uma companhia, com tal imagem tendo de ser trabalhada com o mesmo empenho dado aos seus serviços para garantir uma melhor recepção do público.

    Integração vertical

    Quando se fala em se certificar do selo de qualidade a ser mantido a um produto ou serviço, é preciso garantir que tal propriedade seja trabalhada por todas as etapas executadas dentro de um negócio, sendo importante então se responsabilizar por tudo isso.

    Cenário a fazer com que uma companhia fornecedora de sistema de alarme de segurança residencial se especialize na instalação de tal sistema, acompanhamento de qualidade, assim como a produção de todos os equipamentos utilizados na aplicação de tal programa.

    Acelerador de carreiras

    Além de olhar para o público externo, uma Big Tech alcança tal posição de reconhecimento também pela forma com que trabalha com sua audiência interna, permitindo que seus colaboradores tenham chance de prosperar junto da empresa.

    Não à toa essas companhias costumam liderar pesquisas de onde os profissionais buscam atuar. E para concluir essa inspiração nas Big Techs, só falta conhecer quais são elas, das primeiras até as atuais.

    Principais Big Techs do mercado

    O mercado de tecnologia vem sendo apresentado novas opções de destaque, mas até que o cenário mude, existem cinco grandes Big Techs no mercado, conhecidas como as Big Five, participando dessa solução:

    Apple

    Liderada por Tim Cook, a companhia mantém o legado de inovação trazido por Steve Jobs, trabalhando com ferramentas e dispositivos sempre de alta tecnologia, como o iPhone e o iMac, além de suas lojas digitais, do iTunes ao Apple TV+.

    Amazon

    A companhia de Jeff Bezos começou no ramo dos livros, mas hoje trabalha com um grande leque de opções, alcançando atualmente a posição global de uma maiores lojas digitais, diante da sua pluralidade de vendas, de aparelhos eletrônicos a itens do supermercado.

    Google

    Falando de destaque digital, o Google entra em evidência com seus diversos serviços, começando pela sua plataforma de busca, chegando até outros canais e ferramentas como o YouTube, Google Maps, Google Drive, entre outras aplicações crescentes.

    Meta

    Antes conhecido como Facebook, o grupo comandado por Mark Zuckerberg cresceu de uma rede social para se tornar uma grande companhia de tecnologia, atuando hoje com a promessa do Metaverso, um cenário digital de interação entre empresas e usuários.

    Microsoft

    Ainda sobre tecnologia digital, a empresa fundada por Bill Gates é responsável por uma série de aplicações inovadoras presentes no mercado, com um destaque especial para diversos softwares direcionados ao público e ao mercado.

    E se tais companhias alcançam esse impacto tamanho a ponto de serem empresas a serem vistas com atenção por qualquer serviço outsourcing de TI oferecido ao mercado, é por causa da ação da inspiração recebida em cimas das primeiras Big Techs, sendo elas:

    • Nokia (Finlândia);
    • Toshiba (Japão);
    • Ericsson (Suécia);
    • IBM (EUA).

    Companhias fundadas mais de 100 anos atrás que seguem em atividade no mercado, abrindo um espaço que depois seriam exploradas pelas Big Techs citadas anteriormente, que ocupariam a posição de Big Five.

    Um espaço que continua a ser mantido por causa do empenho constante dessas empresas em otimizar os seus serviços. Atualização essa que pode servir de inspiração para qualquer tipo de negócio em atividade, trazendo o alcance de uma melhor relação com seu público.

     

    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

    Compartilhe:

    publicidade

    social

    publicidade