Michael Campos

Aposta do momento: conheça o Marketing Imersivo

Guia de Investimento
Guia de Investimento

Entre para nossa lista e receba
conteúdos exclusivos em primeira mão!

    Compartilhe

    O marketing imersivo é um dos novos termos de moda usados ​​para descrever conteúdo que inclui textos, publicidade tradicional, relações públicas, propaganda boca a boca, marketing digital e parcerias.

    Basicamente, o termo refere-se às muitas maneiras de cercar o consumidor com uma mensagem consistente sobre uma marca.

    A imersão na realidade virtual é uma percepção de estar fisicamente presente em um mundo não físico, em que a percepção é criada envolvendo o usuário do sistema com imagens, sons ou outros estímulos que proporcionam um ambiente total envolvente.

    Para criar uma sensação de imersão total, os 5 sentidos (visão, audição, tato, olfato, paladar) devem perceber o ambiente digital como fisicamente real.

    Assim, o marketing imersivo envolve a tecnologia imersiva que consiste em fornecer meios de suporte de informática para empresas para que elas forneçam perceptivamente os sentidos.

    Tudo isso por meio de telas 3D panorâmicas (visual), acústica de som surround (auditiva), háptica e feedback de força (tátil), replicação de cheiro (olfativa) e replicação de sabor (gustação).

    E claro, todos os tipos de empresa podem aplicar este novo conceito de marketing imersivo, desde empresas do setor de vestuário, até empresa envelopamento de veículos, por exemplo.

    Afinal, o que é marketing imersivo?

    Como o próprio nome sugere, o marketing imersivo está relacionado à ideia de criar ações para “mergulhar” ou imergir o público em determinada mensagem, conteúdo ou ideia.

    Liderando a tecnologia da realidade, o marketing imersivo tem surgido nos últimos anos e cada vez mais mais destaque entre as empresas que se destacam perante o público com ações diferenciadas realmente atrativas.

    Logo, todos os tipos de empresas, desde empresas de serviço de entrega de encomendas, até restaurantes e padarias, estão cada vez mais aderindo a esse marketing para alcançar mais resultados e reconhecimento de marca.

    E enquanto tudo começou com o financiamento coletivo do desenvolvimento de óculos VR (realidade virtual) e realidade aumentada (AR) para jogos, hoje empresas de tecnologia como estão em projetos multimilionários, oferecendo soluções de imersão personalizadas.

    Por que o marketing imersivo é importante?

    De fato, os usuários estão imunizados contra publicidade e marketing atual, independente da empresa, seja uma empresa de produtos veganos ou de produtos de beleza, porque a maioria das pessoas já conhecem as estratégias de marketing atuais.

    Por isso, o marketing tradicional deve ser inovado para atrair a atenção de um público concreto e posicionar a marca de forma diferente e original. Logo, o marketing imersivo entra como uma solução clara para atingir essa meta.

    Ou seja, graças ao marketing imersivo, será ainda mais fácil atrair o público diante da grande massividade do marketing hoje em dia. Afinal, experiências imersivas no mundo do marketing são a nova tendência para fidelizar clientes.

    Portanto, o marketing imersivo é importante porque:

    • Atrai novos clientes diante do cenário de marketing atual;
    • Melhora a experiência do cliente;
    • Torna a marca mais interessante;
    • Aumenta o engajamento;
    • Aumenta o reconhecimento de marca.

    Você verá quando uma marca realmente quer atrair e impactar seu público, porque confia em sua imagem e utiliza o marketing imersivo. Trata-se de lançar estratégias que gerem experiências que envolvam o usuário em um ambiente que lhe mostre uma imagem de marca positiva.

    O usuário, portanto, passa de um papel passivo a ser o protagonista da experiência, mas a crescente necessidade dos usuários leva a marca a novos desafios. Agora essas experiências devem enriquecer o usuário.

    Como o marketing imersivo está sendo implementado?

    Cada vez mais o marketing imersivo está sendo inserido nos diversos setores de negócio e comércios. Ou seja, desde projeto e construção de máquinas e automação para a produção de peças até empresa de consultoria em gestão financeira, por exemplo.

    Isso porque os componentes necessários aos processos de produção industrial estão introduzindo rapidamente novas tecnologias para aumentar a produtividade e a qualidade das máquinas com uma consequente melhoria.

    E muitas vezes elas são significativas, de rentabilidade da empresa acompanhada de uma vantagem competitiva considerável. Com isso o marketing imersivo agrega para que o público alvo conheça de perto como as tecnologias estão moldando os processos internos e externos das empresas.

    Marketing imersivo: exemplos e cases de sucesso

    Existem várias aplicações em que o marketing imersivo está sendo inserido. Desde empresas digitais e agências de marketing, até empresas de assessoria financeira e setores industriais.

    Além disso, diversos meios de marketing imersivo, como inteligência artificial e realidade aumentada fazem parte do marketing imersivo. Logo, de fato é possível observar que as empresas já estão despertando para as inovações no marketing digital.

    Vamos ver agora alguns exemplos e cases de sucesso em que o marketing imersivo está sendo inserido.

    Inteligência artificial

    Não poderíamos falar de marketing imersivo sem falar sobre a tecnologia revolucionária que é a inteligência artificial (IA). Cada vez mais estão surgindo inovações e máquinas que aprendem de forma independente, e graças à inteligência artificial e algoritmos preditivos.

    Isto é, o comportamento da automação está substituindo o trabalho humano em suas tarefas mais repetitivas para apoiá-lo em tarefas mais complexas ou mais perigosas.

    Obviamente as tecnologias podem ser consideradas meios de suporte, e não necessariamente substituições.

    Por exemplo, sistemas inovadores de segurança e câmeras de segurança para empresas não eliminam a necessidade dos profissionais da segurança, mas continuam para aumentar a eficiência da segurança.

    Portanto, não deixa de ser uma tecnologia inovadora que contribui para ajudar nesse tipo de trabalho. Nesse sentido, a ajuda e suporte vindos da inteligência artificial é e será cada vez mais importante, para não dizer absolutamente necessária, nas empresas.

    A precisão e velocidade de uma máquina capaz de comportamentos maximizados graças à inteligência artificial provoca e produz uma otimização contínua dos tempos e métodos de produção.

    Os resultados obtidos estão cada vez melhores e com maior segurança nas linhas de produção.

    Realidade virtual e realidade aumentada em marketing

    Apesar do boom nas vendas online nos últimos anos, muitas pessoas ainda preferem as compras offline às online. Além do medo de ser vítima de golpes, o que mais impede os usuários de comprar online é não poder ver o produto ao vivo antes de comprá-lo.

    No entanto, com a realidade aumentada as marcas contam com um novo impacto no varejo. Essas tecnologias permitem que os produtos sejam experimentados como na vida real, onde quer que os clientes estejam.

    Ou seja, com realidade virtual e realidade aumentada é possível mostrar os produtos com precisão e inseri-los no cotidiano das pessoas.

    Isso permite eliminar quaisquer inseguranças ou dúvidas na mente dos usuários na hora de comprar, aumentando cada vez mais a adesão e compras de produtos online.

    De acordo com o Snapchat, até 2025, 30% da Geração Z usará AR antes de tomar uma decisão de compra.

    O exemplo da Siemens

    A Siemens, a conhecida multinacional alemã, já utiliza marketing imersivo aplicado a alguns equipamentos para entender, por exemplo, como aumentar a produção de eletricidade a partir da operação de turbinas eólicas.

    Como funciona esse modelo que eles criaram? Basicamente são softwares e sistemas de inteligência artificial que coletam dados sobre as condições climáticas ao longo do tempo, contextualizados a diferentes cenários climáticos.

    Graças à quantidade e qualidade das informações contextualizadas coletadas, o sistema de maquinário da Siemens faz previsões suficientemente precisas sobre como a velocidade dos motores das turbinas é influenciada pela direção e tipo de ventos que as turbinas encontram. 

    O exemplo da Volkswagen

    A montadora alemã foi uma das primeiras a usar a nuvem para oferecer novos recursos a seus clientes, incluindo conectividade residencial inteligente, assistente digital virtual, serviço de manutenção preditiva e streaming multimídia.

    O objetivo da Volkswagen é apresentar uma abordagem eficaz para gerenciar e transmitir grandes quantidades de dados para seus veículos, daí a necessidade de usar uma plataforma de armazenamento e comunicação baseada em nuvem.

    Remodelando a indústria de alimentos

    Tecnologias imersivas como Realidade Aumentada (AR) e Realidade Virtual (VR) estão sendo cada vez mais implantadas por empresas de alimentos.

    Essas tecnologias são conhecidas por estimular os sentidos como paladar e olfato, e claro, que indústria é melhor do que alimentícia para enviar estímulos tentadores para as mentes dos clientes?

    Além disso, as empresas estão focadas em fornecer um conjunto de informações nutricionais ao consumidor sobre os produtos. Por exemplo, informações nutricionais sobre alga marinha para sushi. Isso permite que ele faça escolhas conscientes com o estilo de vida que pretende adotar.

    Antes da adoção da tabela nutricional nos rótulos dos alimentos ou mesmo no conteúdo do site se tornar obrigatório pela legislação brasileira, esse era o principal marketing nutricional.

     

    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

    Compartilhe:

    publicidade

    social

    publicidade