Michael Campos

Saiba o que é persona e como criar uma

Guia de Investimento
Guia de Investimento

Entre para nossa lista e receba
conteúdos exclusivos em primeira mão!

    Compartilhe

    Criar uma persona é uma estratégia muito importante para você entender suas possibilidades no mercado de defesa ambiental, e entender de forma mais efetiva os interesses e gostos de seu público-alvo, conseguindo criar estratégias mais efetivas de comunicação.

    Em sua essência, a persona é uma figura fictícia, criada com base em seus clientes e no público-alvo de sua empresa para obter informações mais reais na hora de elaborar essa persona.

    Uma persona é a base de qualquer estratégia de marketing digital, que busca uma aproximação com seus clientes e entender suas reais necessidades para garantir resultados mais expressivos a longo prazo.

    Dentre as muitas características importantes que uma persona pode apresentar estão:

    • Comportamento;
    • Problemas e desafios;
    • Dados geográficos;
    • Objetivos e padrões de consumo.

    Todos estes elementos são muito importantes para você conseguir gerar uma interação maior com pessoas que estão propensas a comprar o que você tem a oferecer. Dessa maneira, quanto mais você estrutura suas ações de marketing, mais efetivo será o impacto em vendas.

    Embora se trate de uma figura fictícia, é muito importante que você evite uma série de problemas na criação, como a utilização de achismos e intuições para estruturar a persona. 

    Para que ela seja de fato efetiva, é muito importante que você utilize dados reais em sua construtora obras comerciais e industriais para a criação de uma persona.

    Esse tipo de figura também deve ser planejada com entendimento e valorização de suas demandas e de seus objetivos, para que você consiga ter respostas eficientes sobre esse tipo de ação e entenda o quanto você pode criar com esse tipo de elemento.

    O conceito de persona não é novo, embora ele tenha ganhado muito destaque no mundo do marketing digital. Sua primeira utilização foi ainda nos anos 80, com o programador de softwares Alan Cooper.

    Cooper entrevistou uma gestora de projetos chamada Kathy para entender melhor seu trabalho. Durante o processo, quando Cooper tinha alguma dúvida, ele conversava com uma figura fictícia criada com base em Kathy.

    Isso ajudou todo o trabalho a ser desenvolvido, conforme a persona “Kathy” explicava suas necessidades para Cooper, que começava a pensar em soluções para atender esse tipo de demanda e tornar o software ainda mais funcional.

    Hoje, com um tipo de marketing focado principalmente em relações com o consumidor e o quanto esse tipo de ação pode agregar mais para seu conteúdo, identificando o quanto as empresas dependem desse tipo de processo, as personas acabaram ganhando um espaço muito maior.

    Muitos empresários confundem os conceitos de persona e público-alvo, o que é um problema para a criação de novas estratégias. O público-alvo de um distribuidor de equipamentos de proteção individual, uma referência que também é muito importante para o marketing como um todo, representa uma massa.

    É considerado o público-alvo da empresa todas as pessoas dentro de um grupo de gostos e interesses em comum, cuja propensão para consumir produtos ou serviços que a empresa tem a oferecer é muito alta.

    Entretanto, o público-alvo representa uma série de pessoas, com identidades únicas e necessidades que podem variar muito, e nem sempre todos os membros do público-alvo estão no ponto certo para fazer algum tipo de interação.

    A persona ajuda a segmentar esse perfil, e criar um ambiente mais adequado para a comunicação com a empresa de capachos.

    Encontrar pessoas que estejam alinhadas com o público-alvo é muito importante para garantir uma boa estratégia de negócios, aumentando suas chances de impacto ao trabalhar com as personas para encontrar o cliente ideal.

    Como criar sua persona?

    Agora que você compreende um pouco mais o papel da persona e seu impacto no mercado, é muito importante procurar entender como criar uma persona adequada para seus objetivos, entendendo todos os elementos que a tornam especial.

    Vale lembrar que cada empresa é única no mercado, e nem sempre os mesmos modelos funcionam para duas companhias diferentes, ainda que ambas estejam trabalhando sob o mesmo segmento de atuação.

    Por isso, é fundamental identificar como as personas se adaptam a sua realidade, e qual a melhor maneira de trabalhar com estes elementos e garantir os resultados que você está procurando no mercado de instalação de ar condicionado comercial.

    Além disso, é preciso que você sempre tenha em mente que é um erro utilizar seu próprio conhecimento na criação de uma persona. Cada cliente é particular, e o pensamento de que você conhece seu público é um grande risco para conquistar mais consumidores.

    Uma persona é criada com base em muita pesquisa, análise de dados e a construção adequada desse tipo de perfil, seguindo alguns passos que podem ajudá-lo a entender melhor suas possibilidades de criação.

    Coleta de dados

    O primeiro passo para você conseguir mais efetividade em sua persona é entender como ela pode ser montada. Por isso, é fundamental coletar o máximo possível de dados para avaliar esse tipo de estratégia com mais efetividade.

    Uma boa coleta de dados demanda um trabalho sério com a pesquisa inicial, entendendo melhor seus objetivos e o tipo de coleta que será realizado, garantindo um processo mais adequado para todo o suporte nessa etapa.

    Uma das funções básicas de coletar dados de seus clientes que procuram comprar isoladores elétricos é entender melhor o perfil de consumo entre as pessoas que gostam de seu material e do que você pode organizar para criar uma persona mais efetiva.

    Dentre as muitas possibilidades de interação, dois modelos de pesquisa se destacam quando o assunto é criar uma persona, as análises quantitativas e qualitativas.

    As análises quantitativas se baseiam na quantidade de respostas fornecidas, criando conceitos com base na maioria dos elementos e como eles podem impactar diretamente esse tipo de interação.

    Por outro lado, a análise qualitativa se atenta especificamente ao tipo de resposta que é entregue, entendendo melhor as necessidades e desejos de cada um dos entrevistados, otimizando esses processos e ampliando as chances de comunicação para esse tipo de atividade.

    Em muitos casos, estas análises podem ser feitas pela própria empresa, principalmente se você tiver uma equipe extensa de marketing para lidar com todos os desdobramentos possíveis deste formato de pesquisa para gerenciamento de obras arquitetura.

    Por outro lado, algumas empresas menores preferem buscar ajuda externa, contratando empresas especializadas em usar esse tipo de recurso para garantir uma interação mais efetiva com o mercado como um todo.

    Perguntas na pesquisa

    Entender o tipo de pergunta que será feita na pesquisa também impacta diretamente a forma como a persona será criada. Você precisa ter o máximo de informações possíveis ao criar essa figura para que ela tenha efeito.

    Por isso, entender alguns elementos pessoais e profissionais de seu público-alvo, como suas rotinas, profissões e até conceitos pessoais como gênero, cidade e escolaridade ajudam você a criar uma persona mais real.

    Para que esse modelo de interação tenha sucesso, é preciso que a persona seja uma figura muito factível, que facilmente pode ser qualquer um de seus futuros clientes, o que ajuda a entender o que você pode fazer por eles.

    Análise de dados

    Depois de terminar as etapas de pesquisa, você precisa transformar os dados coletados em informações que podem ser usadas na criação de uma persona. Dados são irrelevantes se não puderem ser avaliados de maneira efetiva.

    Durante o processo de análise, uma ferramenta importante é identificar padrões em respostas, entendendo melhor as características que seu público de adesivos personalizados de empresas têm em comum. Esse modelo é importante para que você consiga entender suas possibilidades.

    Com essas respostas, você terá todas as informações necessárias para explorar a criação de uma persona.

    Estruturando a persona

    Esse é o momento de dar vida a sua persona. Agora que você possui todas as informações relevantes para esse processo, é muito importante que entenda todas as suas possibilidades, identificando o que pode ser realizado com ela.

    Tente fazer sua persona o mais real possível. Isso significa que ela deve ter um nome, endereço, familiares e todos os elementos que uma pessoa real possui, para que as informações recebidas acerca de seus produtos sejam relevantes.

    Tente fazer essa criação de maneira mais descritiva, uma vez que humanos não se limitam a uma lista de tópicos de seus gostos e interesses. Dessa maneira, você consegue trabalhar melhor com estes elementos e cria um ambiente seguro para a persona.

    Considerações finais

    Conseguir trabalhar com uma persona é uma ferramenta importante, que deve ser estruturada para garantir resultados mais efetivos em suas interações.

    Quanto mais você conseguir trabalhar com estes elementos, melhor, uma vez que a maioria das funcionalidades de uma persona estão no diálogo e na compreensão dos gostos de seu público-alvo.

    Dessa maneira, usar a persona como uma forma de criar novas estratégias de marketing acaba colocando-o em uma posição de destaque no mercado em que sua empresa está inserida.

     

    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

    Compartilhe:

    publicidade

    social

    publicidade