Michael Campos

Higiene bucal em pacientes com próteses dentárias

Gizella Almeida
Gizella Almeida

Entre para nossa lista e receba
conteúdos exclusivos!

    The Ultimate Managed Hosting Platform

    Compartilhe

    próteses dentárias

    O uso de prótese dentária é algo muito comum, porque esses aparelhos ajudam muito as pessoas que não possuem dentes a recuperarem as funções bucais de mastigação e principalmente ajudam a ter um sorriso, devolvendo a autoestima.

    O que são próteses dentárias?

    As próteses são conhecidas como aparelhos de substituição para dentes ausentes, podendo ser fixas ou móveis. 

    Algumas pessoas levam um tempo para se acostumarem com a prótese e embora não sejam dentes naturais, podem oferecer uma aparência natural e muito conforto durante o uso.

    Os dois principais tipos de próteses são as totais, conhecidas como dentaduras e as parciais, que podem ser tanto fixas como removíveis.

    O tipo de prótese a ser utilizado é algo que pode ser definido pelo dentista, que conforme o caso e as suas necessidades, consegue definir o modelo ideal.

    Os valores desse tratamento podem variar, mas com um bom plano de tratamento odontológico é possível realizar esse procedimento e cuidar com qualidade da sua saúde bucal.

    Tipos de próteses e como funcionam?

    As próteses totais, por exemplo, são compostas por uma base acrílica com a cor da mucosa bucal que pode ser apoiada na gengiva. 

    Essa base consegue cobrir todo o palato (céu da boca). Já a prótese inferior é confeccionada com um formato em U, que assim, permite acomodar a língua no espaço livre.

    As próteses possuem uma confecção sob medida, um trabalho feito em parceria entre o dentista e o profissional chamado técnico de prótese. O processo de confecção se dá a partir do molde tirado da boca.

    Entender os tipos de próteses disponíveis no universo odontológico é importante, assim como saber como funciona um plano odonto empresa. Com isso, pode optar por algo que atenda às suas necessidades. Os tipos que podem ser utilizados são:

    Prótese parcial removível

    Possuem uma estrutura metálica que pode ser apoiada no rebordo e nos dentes naturais (osso e tecido). Em alguns casos são utilizadas coroas sobre alguns dentes naturais e assim, servem de base para a prótese.

    As próteses parciais são ótimas opções móveis para as pontes e proporcionam uma boa estética e função bucal.

    Prótese total imediata

    Esse tipo de prótese é instalada após a extração dos dentes remanescentes. Antes da instalação, o dentista tira as medidas da boca para confecção da peça.

    Uma vantagem desse modelo de prótese é que permite que a pessoa não fique sem os dentes. No entanto, pode ser preciso de um reajuste ao longo dos meses, após ser instalada.

    Prótese total convencional

    É colocada na boca após a extração dos dentes remanescentes e a cicatrização dos tecidos. O processo de recuperação pode levar alguns meses nesse período. 

    Essas e outras possibilidades podem ser cogitadas ao se consultar com o dentista e ver quanto custa um plano odontológico, por exemplo, permite cuidar da saúde e principalmente ter uma prótese ideal para as suas necessidades.

    Cuidados e higiene bucal com as próteses

    A higiene bucal é primordial para evitar problemas e doenças bucais e para quem utiliza próteses, esse cuidado precisa ser redobrado.

    A higienização das próteses deve ser feita assim como a dos dentes, ou seja, após as refeições e antes de dormir.

    As próteses fixas, por exemplo, devem ser higienizadas da mesma maneira que os dentes, com uma boa escovação e uso do fio dental. É importante usar um creme dental com flúor e escova de cabeça macia.

    O uso de fio dental nas próteses fixas pode exigir a utilização de alguns dispositivos especiais como: escovas interdentais, passadores de fio (passa fio) e irrigadores orais (jato d’água).

    As próteses removíveis podem ser higienizadas com uma boa escovação, usando escovas de cerdas médias que deve ser exclusiva para essa finalidade. Outros cuidados são:

    • Creme dental não convencional, pois pode ser abrasivo;
    • Não use água quente, porque pode deformar prótese;
    • Dê preferência a água morna;
    • Limpadores neutros;
    • Escove gengiva, palato e língua antes de colocar a prótese;
    • Use enxaguante bucal sem álcool.

    Para as próteses removíveis, além da escovação, é necessário alguns cuidados mais específicos. Os limpadores enzimáticos, por exemplo, podem ser utilizados de 1 a 2 vezes por semana.

    Assim como escolher o melhor convênio odontológico para realizar o seu tratamento, é importante fazer uma higiene completa na prótese. Um cuidado especial com elas pode garantir mais qualidade de vida, além de evitar sérios problemas bucais.

    Durabilidade das próteses

    Com o passar do tempo, a prótese pode precisar de algum reajuste, algo normal devido ao desgaste natural. A boca muda naturalmente, o que pode exigir mudanças na prótese.

    Você pode consultar o seu dentista uma vez ao ano para verificar se há necessidade de reajustes. Portanto, cuidar da sua prótese, fazendo uma higienização adequada é tão importante quanto ter um bom convênio odontológico para saúde bucal.Para mais conteúdos relacionados à Marketing Digital, Cultura, Negócios, Saúde, acesse nosso portal.

    Compartilhe:

    publicidade

    social

    publicidade