Michael Campos

Dashboards: saiba como usar para auxiliar no seu negócio

Guia de Investimento
Guia de Investimento

Entre para nossa lista e receba
conteúdos exclusivos!

    The Ultimate Managed Hosting Platform

    Compartilhe

    Os dashboards são painéis com informações como indicadores-chave de performance e outras métricas, sendo geralmente monitorado por toda a equipe.

    Ele existe para embasar decisões e acompanhar o desempenho da empresa, direcionando o olhar da equipe para os dados que mostram erros e acertos de performance.

    Neste artigo falaremos mais sobre os dashboards, esta alternativa que pode ajudar e muito no dia a dia da gestão e no fluxo de trabalho.

    O que é dashboard?

    Um dashboard nada mais é que um painel visual que contém métricas, informações e indicadores da sua empresa de projeto de sistema de climatização.

    Nele devem estar representados os números mais relevantes para a estratégia de negócio e para o alcance dos objetivos organizacionais. É possível incluir dados como:

    • Número de vendas;
    • Marketing;
    • Projetos.

    Esse painel existe para o monitoramento de dados em tempo real, seja para otimizar processos ou para acompanhar a performance e o crescimento da empresa.

    Vale pontuar que essas informações devem ser representadas com uma fácil compreensão visual, sendo muito comum o uso de gráficos e tabelas para representar os indicadores e métricas.

    O ideal é que essas informações não sejam restritas à liderança, sendo compartilhada entre todos os colaboradores.

    Em algumas empresas, como uma empresa de licença ambiental, o dashboard é disponibilizado em uma grande tela de TV para que esteja à vista de todos.

    Para que serve o dashboard?

    Atualmente as empresas lidam com uma quantidade de dados cada vez maior para embasar suas decisões e criar estratégias, afinal o uso eficaz desses números permite aumentar a assertividade das decisões.

    Mas a questão é que não adianta simplesmente ter os dados, sendo preciso saber como extrair insights e interpretações a partir deles. E justamente para visualizar os dados de forma organizada é para que serve o dashboard de uma empresa.

    Como ele mostra em uma única tela as informações importantes de um negócio, na prática se torna mais fácil acompanhar métricas e indicadores, melhorando as decisões tomadas dentro da empresa.

    Dessa forma, podemos dizer que o dashboard conta com algumas funcionalidades, entre elas estão:

    • Apresentar métricas e indicadores de forma objetiva e clara;
    • Embasar a tomada de decisão;
    • Acompanhar o desempenho da empresa;
    • Facilitar o monitoramento de dados.

    Mas existe outra funcionalidade importante do dashboard de sua empresa de camisetas para uniformes de empresas. Consiste na promoção da transparência corporativa, ao colocar as informações à disposição dos colaboradores de diferentes setores.

    Isso incentiva as pessoas a tomarem decisões e contribuírem com ideias para o negócio, além de fazer com que cada colaborador se sinta mais engajado em relação aos objetivos organizacionais.

    Os 3 tipos de dashboards

    É possível criar diferentes tipos de painéis de acordo com as necessidades da empresa, por isso separamos 3 deles para que você coloque em prática e controle a sua performance.

    1. Dashboard Operacional

    Neste caso estão contidas as métricas e informações referentes às operações da empresa, sendo usado por gestores e analistas para acompanhar o desempenho dos processos organizacionais.

    Com o dashboard operacional, o objetivo é que por meio da análise dos números, erros possam ser identificados, de forma a se ter uma constante otimização na empresa.

    É o caso de uma empresa de serviço de guincho que acompanha suas métricas em relação a realização dos serviços, de forma a identificar atrasos e erros rapidamente.

    Também é o caso de uma agência de marketing que acompanha métricas sobre os anúncios criados para analisar resultados.

    1. Dashboard​ Tático

    Nesse caso estão contidos os indicadores que contribuem para uma tomada de decisão, principalmente para que a empresa alcance seus objetivos de médio prazo.

    O nome “tático” se deve ao fato desse dashboard fazer parte da estratégia do negócio, de forma que são inseridos indicadores-chave de performance, os KPIs mais relevantes para avaliar a eficácia ou erros na estratégia da organização.

    1. Dashboard Estratégico

    Aqui estão representados os KPIs relevantes para a validação da estratégia da sua empresa de engenharia de estruturas.

    Assim fica mais fácil identificar quando ela não está funcionando e precisa ser alterada, ou mesmo projetar um plano de ação visando o crescimento da empresa.

    A ideia aqui é comparar as informações com o registro histórico a fim de acompanhar a evolução dos resultados organizacionais. Em um dashboard estratégico podem ser incluídos dados como dos setores de vendas e financeiro, por exemplo.

    Como fazer um dashboard?

    Para a criação de um dashboard, existem algumas etapas fundamentais, desde a seleção de indicadores até a organização das informações no painel. Pontuamos alguns fatores para auxiliá-lo na construção do seu.

    Saiba qual é o seu objetivo

    A pergunta inicial é qual será a função do seu dashboard, podendo haver várias como avaliar a performance de vendas, embasar a tomada de decisão a respeito da estratégia do negócio ou acompanhar o desempenho das ações de marketing.

    Defina métricas e indicadores

    Sabendo qual o propósito de seu painel de informações, você já pode definir quais métricas e KPIs serão inseridos nele. Saiba que esses dois elementos são diferentes de forma que os KPIs são voltados para a medição de um estado final, ao contrário das métricas.

    Foque nos dados relevantes

    O dashboard de uma empresa de atestado médico ocupacional deve apresentar dados com uma visualização fácil.

    O problema é que ao incluir muitas informações no painel, tem-se um excesso de dados, ficando difícil organizar a visualização e tirando todo o sentido da ferramenta.

    Nossa dica é que você foque nas métricas e indicadores que sejam realmente relevantes para o objetivo do dashboard, tornando o painel mais objetivo e sua utilização mais eficaz.

    Crie um layout

    Ao saber quais dados serão integrados no seu dashboard, a próxima etapa é elaborar o desenho do painel. Lembre-se que o design é importante, pois o foco dessa ferramenta é justamente uma visualização fácil, clara e objetiva.

    Existem ferramentas que podem te auxiliar nessa tarefa e você pode buscar referências de dashboards, se inspirando nelas e criando um belo layout para o seu.

    Opte pela simplicidade

    Um dashboard eficiente tem como palavra-chave o termo organização, então evite imagens desnecessárias, inserindo apenas informações relevantes. Organize seus dados para que apareçam todos em uma única tela, sem a necessidade da barra de rolagem da página.

    Quais os benefícios para a gestão de empresas?

    O uso e a aplicação de dashboards em negócios, como em uma empresa de registro de logotipo de empresa, se popularizou abrangendo grandes e pequenos empreendedores que querem crescer.

    Principalmente quando aliado a um software de gestão, um dashboard pode te dar uma visão sistêmica completa de seu negócio. Pontuamos alguns benefícios de seu uso para a gestão.

    Otimização de tempo

    A operação de atividades que antes seriam complexas se tornam mais simples com o dashboard. Ele automatiza a consulta de informação dando a elas maior flexibilidade e versatilidade, de forma a melhorar as rotinas diárias em seu negócio.

    Reduz a incidência de erros ou perda de informações

    Suas informações estarão sempre organizadas, além de serem cruzadas de forma confiável e versátil. Com esse processo você tem menos erros, principalmente ao combinar índices, além da maior segurança dos dados que estarão armazenados em um lugar seguro.

    Maior integração dos departamentos

    Os dashboards podem ser amplamente aplicados para estratégias de marketing e vendas, de forma que se torna mais simples integrar os departamentos em uma empresa de cursos normas regulamentadoras.

    O processo de troca de informação entre os diferentes setores fica mais simples e a compreensão das informações fica mais fácil com um bom dashboard.

    Alinhamento estratégico

    Contando com informações disponíveis em um único painel visual, a gestão se torna mais eficiente e as decisões e ações são mais alinhadas à estratégia da empresa, visando um crescimento contínuo e linear.

    Automatização de indicadores de gestão

    Partindo de um planejamento estratégico e a automatização dos dados que ajudam a empresa a ter clareza sobre seu desempenho e seus próximos passos, a gestão do negócio se torna muito mais fácil e as possibilidades de crescimento são mais amplas.

    Dessa forma você economiza tempo, recursos e tem um melhor embasamento para seu processo decisório.

    Considerações finais

    O uso de dashboards pelas empresas dos mais diversos segmentos e portes é uma ferramenta que pode auxiliar muito no crescimento de uma empresa, além de integrar melhor a equipe e os setores do seu negócio.

    Como você viu neste artigo, existem três tipos básicos de dashboards: os operacionais, os táticos e os estratégicos. Você pode aplicar seu uso para os mais diferentes objetivos da sua empresa, como acompanhar campanhas de marketing.

    Existem diversos indicadores-chave que os profissionais de marketing e publicidade podem aplicar para direcioná-los em suas decisões.

    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

    Compartilhe:

    publicidade

    social

    publicidade