Michael Campos

Cultura do Speak UP: saiba as vantagens e como aplicar na empresa

Guia de Investimento
Guia de Investimento

Entre para nossa lista e receba
conteúdos exclusivos!

    The Ultimate Managed Hosting Platform

    Compartilhe

    Empresas que atuam com colaboradores sabem que parte de seus lucros dependem diretamente de seus funcionários. Na verdade, é um fato que todas as empresas devem saber, mas afinal, onde a cultura do Speak UP entra nessa história?

    Outras perguntas que naturalmente vêm na cabeça das pessoas é: qual a importância desta cultura nas empresas e a sua relação com a prática de background check.

    Entretanto, antes mesmo de explicar o que realmente se trata a cultura do speak up, vale a pena entender a real essência da liberdade de expressão justamente para contextualizar melhor a importância da aplicação de uma cultura onde todos podem falar. Entenda:

    Liberdade de expressão

    Resumidamente, a liberdade de expressão é um conceito que prevê a oportunidade de uma ou mais pessoas expressarem suas ideias sem sofrer qualquer tipo de receio.

    Trata-se de um espaço onde as pessoas podem se perguntar sobre coisas simples, como “reforma de casas quanto custa?” por exemplo.

    O termo em si refere-se à livre manifestação de diferentes vozes, onde não importa se há concordância ou discordância a respeito de qualquer tema ou indivíduo.

    Essa é uma das razões pela qual a liberdade de expressão é uma cultura que deve ser aplicada tanto no país como um todo quanto na estrutura organizacional de uma empresa.

    Ter liberdade para mostrar, publicar ou difundir os pensamentos não significa que isso possa ser feito sem respeitar alguns limites.

    Isso é interessante porque no mundo empresarial, uma loja de porta de correr em alumínio pode estar sujeita a críticas de consumidores, e estas críticas devem, acima de tudo, propagar o respeito.

    Para viver bem dentro de uma sociedade, é essencial estar atento a algumas declarações que possam, em algum momento, ofender as preferências, origens e estilo de vida de outros indivíduos.

    Devido a sua grande relevância, a liberdade de expressão possui lugar na Declaração Universal dos Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas, documento que norteia a garantia de direitos e liberdade fundamentais para todos.

    No Brasil, o histórico da liberdade de expressão tem uma série de reviravoltas para chegar no estágio atual, em que esse é visto como um direito fundamental e necessário para a dignidade humana. Afinal, é por meio dele que:

    • Há debates construtivos;
    • Mentes são abertas;
    • Sentimento de liberdade são criadas;
    • Sentimento de conforto por manifestar uma opinião.

    Entretanto, o Brasil infelizmente deixou de ocupar os melhores lugares de índices de pesquisa no que refere-se a liberdade de expressão.

    Em outras palavras, de acordo com o Relatório Global de Expressão, de 2015 para cá o país encontra-se com uma democracia em crise.

    Um fator contemporâneo vem afetando diretamente o ranking do Brasil na lista de países onde há liberdade de expressão. Trata-se das fake news, que inclusive dentro de um ambiente corporativo pode abalar toda a democracia entre funcionários e gestores.

    Esse tipo de cenário inclusive é extremamente prejudicial para uma empresa especializada em aluguel de andaimes para construção civil, visto que quando a democracia é afetada, a comunicação também é, o que logo causa efeitos nas negociações.

    Por esse motivo, além da organização, ter um espaço para promover manifestações de ideias e opiniões, é necessário coibir qualquer tipo de prática que desenvolva notícias falsas.

    Dito isso, e considerando que o assunto levanta vários tipos de dúvidas, desenvolvemos este artigo com o objetivo de sanar todas as questões pertinentes ao tema.

    E entender o que de fato é a cultura do Speak UP, e como ela é tornou-se opção para empresas de etiquetas para indústria alimentícia e outros segmentos. Confira:

    Importância da cultura Speak UP

    Podemos definir como cultura de speak up aquilo em que as pessoas se sentem seguras para manifestar as suas preocupações e ideais, tudo de maneira livre.

    Já no contexto corporativo, a cultura do speak up significa transformar um local de trabalho tradicional, em um espaço onde os colaboradores são incentivados a falar suas ideias sem medo, de modo que o ambiente torna-se um balão inflável gigante de tantas ideias e opiniões.

    Na maioria das vezes os funcionários não têm o costume de se manifestarem quando presenciam um comportamento antiético, e as hierarquias tendem a promover uma cultura que leva-os a permanecerem em silêncio, sem reportar qualquer tipo de problema.

    O principal motivo que leva os colaboradores a isso está relacionado à falha da organização em estabelecer um programa robusto de conformidade em um ambiente em que sintam-se seguros e apoiados ao relatarem qualquer tipo de comportamento que seja suspeito.

    Em meio ao processo em que uma empresa desenvolve esforços para que os colaboradores comecem a se manifestarem, a grande maioria das organizações contam com ferramentas tradicionais de compliance.

    Por esse motivo surgiu o termo “cultura de speak up” que se tornou tão poderoso no mundo corporativo: em oposição ao processo tradicional de denúncia, ele traz uma conotação mais positiva e construtiva, fazendo com que os funcionários entendam a importância de combater certos problemas.

    Desafios na aplicação da cultura do speak up

    Na grande maioria das vezes são os funcionários que estão na linha de frente e sabem quais são os principais problemas que costumam acontecer no dia a dia de uma empresa.

    É por meio da colaboração dos funcionários, que os gestores de uma empresa conseguem adquirir uma certa facilidade na tomada de decisões gerenciais.

    Ter decisões fundamentadas dentro de uma fabricante de sacolas personalizadas, por exemplo, pode refletir diretamente na produção. Entretanto, os gestores nem sempre estão abertos para promover as ideias desenvolvidas pelos colaboradores.

    Na verdade os gestores podem desconsiderar qualquer tipo de preocupação dos funcionários e agir de uma maneira que possa desmotivá-los a manifestar qualquer tipo de ideia.

    Infelizmente, por mais que a cultura do speak up consiga trazer várias vantagens para um ambiente corporativo, muitos gerentes hesitantes em buscar a opinião de seu pessoal, são ainda menos propensos a realmente ouvir quando o lugar de fala é disponibilizado.

    Esse tipo de prática pode causar uma série de frustrações e desengajamento de alguns de seus melhores funcionários. O primeiro passo a ser dado nesse processo é reconhecer que o seu propósito é instituir uma cultura, não apenas um processo.

    Trata-se de uma cultura capaz de promover um espaço altamente agradável para os colaboradores de uma empresa de embalagens de papel cartão personalizadas, desenvolvendo suas ideias e opiniões.

    É interessante dizer que uma cultura de comunicação bem-sucedida não pode ser vista como um processo isolado implementado pelo departamento de compliance ou de RH.

    Na prática, o ideal é que tudo ocorra de maneira consistente, alinhado com o propósito e os valores corporativos da empresa, e sobretudo ser parte integrante da cultura corporativa geral. 

    Quais as vantagens da aplicação nas empresas?

    O processo de criação de uma cultura de desafio saudável no trabalho não é apenas encorajar os colaboradores a se manifestarem. Na verdade, trata-se também de uma ação para criar o espaço certo para que as pessoas sejam ouvidas.

    O desejo da maioria das pessoas é trabalhar para líderes que realmente valorizam o trabalho desempenhado.

    Para os funcionários, a busca é constante por um local de trabalho no qual há a sensação de se sentir bem e incluídos, livres para expressar os pontos de vista e opiniões, um local onde as pessoas estão confiantes de que suas ideias serão ouvidas e reconhecidas.

    Contudo, ao contrário do que algumas pessoas podem pensar, não é apenas os funcionários que se beneficiam desse tipo de cultura no local de trabalho.

    Uma empresa que tenha uma cultura aberta, onde as pessoas não tenham medo de denunciar comportamentos que vão contra as regras organizacionais, permite que novas ideias e inovações comecem a aparecer.

    É por esse motivo que falar e levantar preocupações é uma parte importante para qualquer tipo de empresa.

    Mais do que apenas um aspecto de segurança, um exemplo de cultura robusta do speak up é aquela que a sua equipe de funcionários são incentivados diariamente a se sentir à vontade para compartilhar seus próprios pontos de vista e ideias.

    Naturalmente, promover esse tipo de liberdade acaba favorecendo o desenvolvimento da criatividade, dessa forma a empresa passa a estar posicionada em um nível de competência ainda melhor, resultando assim em uma série de resultados positivos.

    Em outras palavras, uma cultura empresarial inovadora é capaz de abrir várias oportunidades potencialmente lucrativas.

    É como uma gestão de documentos eletronicos, onde será aplicado uma administração nova para promover um ambiente mais aberto para ideias.

    Identificação de riscos e background check

    Dentre tantas vantagens que uma cultura de speak up pode apresentar para uma empresa, um ambiente de trabalho que incentiva os funcionários a falar ajuda a empresa a identificar e reduzir potenciais riscos.

    Ou seja, quanto antes os colaboradores se manifestarem, mais cedo a empresa poderá adotar medidas para manter a organização geral da empresa.

    Muito mais do que uma cultura que incentiva a fala de um colaborador, a cultura de speak up é também um incentivo para as próprias empresas criarem um espaço seguro onde as ideias possam fluir, por isso é importante contar com os processos de background check.

     

    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

    Compartilhe:

    publicidade

    social

    publicidade