Michael Campos

Conheça os tipos de cistos dentários

Gizella Almeida
Gizella Almeida

Entre para nossa lista e receba
conteúdos exclusivos!

    The Ultimate Managed Hosting Platform

    Compartilhe

    cistos dentários

    Hoje vamos falar sobre cistos dentários, você sabe o que é? Os dentes que na maioria das vezes desenvolvem esse tipo de cisto, são os dentes dos siso. Eles vão erupcionar mais ou menos dos 17 aos 21 anos.

    Esse dente ainda se encontra intraósseo ou seja incluso, pode ter uma acúmulo de líquido na estrutura dental da região que está se formando o dente, esse acúmulo começa a se expandir e formar um cisto dentário.

    Muitas vezes, esse tipo de cisto é indolor então, fazendo consultas de rotina procurando o cirurgião da clínica de implante dentário, ele pode solicitar alguns tipos de imagem, como a radiografia panorâmica e nela é possível evidenciar um cisto dentário.

    Como foi dito, esse cisto, muitas das vezes é indolor e quando ele está com o crescimento avantajado, nessa situação sim ele pode apresentar dor por conta da expansão de tecido, isso acontece porque é uma membrana com um acúmulo de líquido.

    Quais são os sintomas dos cistos dentais?

    O cisto nada mais é do que uma bolha que se forma, e que dentro a um líquido, normalmente o pus que é uma colônia muito organizada de bactérias, normalmente, dentro do dente existe uma polpa dental, que é considerada a parte viva do dente, e quando ocorre uma inflamação, as bactérias presentes, não tem para onde ir e se torna um cisto.

    Quando o cisto começa a se desenvolver, o paciente começa a ter algum sintomas, que são:

    • Diminuição do apetite;
    • Aumento da temperatura do corpo;
    • Dor no dente; 
    • Às vezes pode ser indolor, mas visível.

    Como as bactérias não têm para onde, elas irão se expandir para baixo, pela raiz e consequentemente, chegarão no osso e o paciente poderá desenvolver o inchaço que já é o cisto.

    Essa bolha irá crescer e destruir os ossos e os ligamentos do dente, formando o inchaço, por isso, é necessário ir de forma imediata ao profissional, porque dependendo da situação é até necessário realizar a extração do elemento dentário.

    Quais são os tipos de cistos dentais?

    Existe também diversos tipos de cistos dentais que podem acometer a região de base óssea maxilar ou mandibular, como o ceratocisto odontogênico, benigno e ele é mais agressivo, então se o cirurgião de dentista, te pedir geografia panorâmica evidenciar o aumento de volume na mandíbula, pode ser um ceratocisto.

    Esse tipo de cisto é muito associado a uma síndrome e a pessoa acaba nascendo com ela, quando chega na fase de formação dos dentes, esse ceratocisto acaba crescendo e tem diversos na mandíbula, às vezes é até necessário colocar um implante dental.

    Existem também outros tipos de cistos, como um cisto de erupção e denomina dentária que também fazem parte de cistos relacionados aos dentes e eles são considerados mais comuns ao aparecerem.

    Existem também os cistos que são relacionados à parte e dodôntica, que são chamados de cistos periapicais, sendo assim, quanto estão relacionados à base da raiz do dente, é um cisto que é por problemas endodônticos.

    É interessante procurar um especialista de forma imediata, sendo necessário fazer um implante de dente.

    Qual tratamento de um cisto dentário?

    Você conseguirá tratar esse cisto principalmente procurando cirurgião bucomaxilofacial, ele pode descomprimir esse cisto, porque ele tem acúmulo de líquido, então, quando o cirurgião faz uma punção nessa região, coloca uma agulha nessa região do cisto e puxa, vai ver um liquido meio amarelado, característica que exemplifica o cisto dentário.

    Se o cisto é muito grande, você corre o risco de fratura da mandíbula, porque acontece uma reabsorção da parte óssea na mandíbula, e você passa a ficar com a estrutura muito pequena, tendo uma fratura. Dependendo, pode até danificar os dentes, tendo que fazer um implante dentário.

    Então, muita das vezes, profissional poderá optar por fazer uma descompressão desse cisto, abrindo uma janela óssea na região do cisto, a partir disso o dentista coloca como se fosse uma borrachinha para manter o espaço aberto e tem uma comunicação da parte interna do cisto com a parte externa.

    Se o cisto não for tão grande assim você poderá extrair o dente associado e após isso o profissional irá remover toda a membrana da região, que com o tempo ele vai sumindo, quando o paciente fizer a extração do dente é importante colocar uma prótese dentária no local.Conteúdo desenvolvido pela equipe do Conviva Melhor, blog criado com o intuito de melhorar a saúde e o bem-estar por meio de conteúdos que reforçam a importância dos cuidados regulares.

    Compartilhe:

    publicidade

    social

    publicidade