Michael Campos

Aprenda como o modelo de negócio business to consumer funciona

Guia de Investimento
Guia de Investimento

Entre para nossa lista e receba
conteúdos exclusivos em primeira mão!

    Compartilhe

    Compartilhar no facebook
    Compartilhar no twitter
    Compartilhar no linkedin
    Compartilhar no pinterest
    Compartilhar no tumblr
    Compartilhar no whatsapp

    O modelo de negócios business to consumer, também conhecido como B2C, é um dos modelos mais lucrativos e comuns de serem encontrados nos dias de hoje, oferecendo diversas possibilidades e diferentes formas de se fazer negócio.

    Pensando nisso, o texto de hoje irá abordar o que é o B2C, qual a sua importância e seu impacto no mercado, quais as vantagens em se investir nesse tipo de negócio, os desafios que podem ser encontrados durante o processo e como ele funciona.

    As empresas estão em constante expansão e mesmo aquelas que fornecem brindes personalizados para feiras entendem que, definir um objetivo, um estilo e método de negociação e saber qual o foco de suas práticas e estratégias é essencial para que o negócio cresça e evolua.

    O simples termo empresa já é diferente nos dias de hoje quando comparado a antigamente, onde as pessoas tinham a ideia de que uma empresa era a mesma coisa que uma fábrica, com seus enormes galpões e linhas de produção imensas junto de caixas e esteiras.

    Quando pensamos nos dias de hoje, a internet, a tecnologia e as redes sociais são vitais para um bom marketing de sua empresa e para atrair um novo público, se mantendo competitivo no mercado, mesmo que seja uma empresa de uniformes personalizados.

    Atualmente, a era digital é que comanda como as empresas devem trabalhar, e em um modelo de negócios onde o foco é o consumidor final, é muito necessário utilizar de todos os recursos que o meio oferece para conseguir se destacar frente às concorrentes.

    Sendo assim, embora o termo B2C seja um pouco mais antigo, ele ainda é muito influente e necessário para os negócios no dia de hoje.

    Embora tenha sido adaptado para se adequar a realidade e as tecnologias da época atual, oferecendo o melhor produto para o seu cliente, seja uma caneca ou camisetas promocionais.

    O B2C tem como principal objetivo as negociações com o consumidor final, abordando não apenas o ato final que é a venda, mas todo o processo que engloba desde o momento de fabricação do produto até a entrega na casa do comprador.

    Isso significa que é necessário um bom planejamento, metas reais e palpáveis, estratégias de marketing e de vendas bem elaboradas e funcionais, logística de entregas e recebimentos, um bom atendimento, entre diversos outros fatores.

    Portanto, para ficar por dentro de tudo e entender mais a fundo como isso pode beneficiar a sua empresa de placas de vidro personalizadas, confira os tópicos a seguir onde o assunto será melhor abordado e desenvolvido.

    Os benefícios do B2C

    Agora que já ficou mais claro sobre o que é o B2C e a importância que o mesmo tem em um mercado de trabalho, é importante saber os reais benefícios que ele pode trazer para as empresas que decidirem adotar essa estratégia de negócios. 

    Algumas das mais relevantes são:

    • Processos um pouco mais rápidos e simples;
    • Alta possibilidade de personalização;
    • Acesso global;
    • Comunicação rápida e assertiva com o consumidor.

    Por se tratar de uma relação de negócios atrativa e que lida diretamente com o consumidor, o B2C requer menos burocracias e formalidades que seria necessário ao lidar com uma empresa como cliente, o famoso método de negócios B2B, business to business, ou empresa para empresa.

    Ao utilizar da internet como principal apoio, mesmo fornecedores de brindes corporativos conseguem lidar diretamente com o cliente de qualquer região, podendo utilizar das próprias redes sociais, de um site dedicado ou através de outros canais de comunicação.

    Através dessa comunicação que somente a internet e a relação direta com o consumidor promovem, é possível aplicar um feedback em velocidade muito rápida nas estratégias e campanhas, ganhando muito tempo e salvando investimentos de um provável fracasso ou de uma considerável queda.

    Não somente isso, mas por possuir uma alta possibilidade de personalização, o B2C consegue ser efetivo com todos os públicos, entregando o que eles precisam e adaptando o conteúdo a realidade e necessidade do cliente.

    Isso significa que até produtos relacionados diretamente com o cliente, com a ajuda de uma mão de obra qualificada e especializada, podem ser mudados e alterados para se adequar a uma parcela deles, fazendo com que o método de negócios seja muito funcional e dinâmico.

    Aplicando o B2C na sua empresa

    Existem algumas estratégias e práticas que funcionam melhor do que outras e, os tópicos a seguir irão exemplificar as que melhor funcionam no mercado atualmente. 

    1. Marketing de conteúdo

    Se tem uma coisa que é incrivelmente funcional nos dias atuais é o marketing de conteúdo. Através dele, é possível fazer com que o cliente se interesse pelo conteúdo relevante e de qualidade criado pela sua marca e comece a se atrair pelas informações e quantidade de variedade que a marca entrega para os mesmos.

    Serviços como locação de impressoras preço podem parecer, inicialmente, difíceis de serem comercializados, mas com essa estratégia a empresa consegue mostrar através de diversos artigos, vídeos, imagens e maneiras diferentes como pode ser vantajoso para o cliente saber mais sobre o assunto.

    Não apenas isso, mas também aumenta a taxa de fidelização do cliente, fazendo com que o mesmo comece a acompanhar a marca através das redes sociais e se interesse pelos produtos comercializados pela mesma, além de sempre voltar para consumir mais conteúdo.

    Apesar de ser uma estratégia que pode levar tempo para render muitos frutos, é a que mais funciona e que aumenta e muito a base de leads de uma empresa, fazendo com que o B2C seja extremamente eficiente nisso.

     Apenas lembre-se de nunca copiar conteúdos de outros lugares e ser original, colocando a essência da marca no processo.

    1. Conheça o seu cliente

    Seja em serviços de conservação ou em uma joalheria, conhecer o seu cliente sempre é de extrema importância para qualquer tipo de negócio. Mas quando falamos em B2C isso é ainda mais crítico, afinal, a empresa estará lidando diretamente com ele.

    Claro que cada pessoa é única e não é possível prever todas as ações que elas podem tomar, mas com muito estudo e entendimento de quem é o seu público-alvo e o que ele deseja, é possível estar alguns passos a frente e adiantar algumas situações que, em outro momento, poderiam ser assustadoras.

    Sendo assim, faça pesquisas, crie personas, saiba a faixa etárias, os estilos, as maiores possibilidades que os seus clientes tem de realizar a ação A ou B. 

    Ao saber disso, será muito mais simples de cativar a sua atenção e de se adaptar caso algo não saia como planejado.

    1. Invista em canais de comunicação

    O cliente precisa saber onde encontrar a sua marca e como entrar em contato com ela. Precisa saber onde ir caso tenha algum problema e quais os melhores e-mails, telefones ou lugares onde é possível tirar as suas dúvidas.

    Por isso, invista em canais de comunicação e faça questão de que sejam bem divulgados em todos os cantos. 

    O cliente precisa estar ciente de todas as informações necessárias caso aconteça qualquer problema, ou simplesmente precisa saber o que fazer para dar uma sugestão a sua empresa.

    Portanto, seja nas redes sociais, fóruns de discussão no próprio site ou em um telefone dedicado a apenas isso, seja bem objetivo nos lugares onde é possível ouvir e saber o que o consumidor pensa, para assim, podem sempre continuar melhorando seu serviço e fazer um bom negócio B2C.

    Considerações Finais

    O texto de hoje abordou o que é o modelo de negócios B2C, como ele funciona, suas vantagens e benefícios, além de algumas maneiras de aplicá-lo ao dia a dia de uma empresa.

    Diversos desafios podem ser encontrados ao se trabalhar com o B2C, como por exemplo realizar uma completa mudança organizacional para que a empresa se adeque ao novo tipo de negócio. 

    Os novos sistemas que precisam ser integrados à empresa, cumprimento de tempos e prazos, aplicar a tecnologia certa para o público certo, entre outros.

    Porém, apesar de tudo, o modelo tem crescido muito nos últimos anos e o futuro reserva muito para as empresas que buscam investir nele, trazendo cada vez mais automação, tecnologia e desenvolvimento de hardware e softwares para otimizar os processos.

    Algumas tendências que são possíveis de se enxergar no mercado podem ser exemplificadas, como o foco no mercado mobile e a expansão de nichos, que vem ganhando cada vez mais espaço.

    Sendo assim, decida como irá implantar todas essas questões em sua empresa, estude e entenda cada vez mais fundo como realizar tais mudanças de forma natural e orgânica, aproveitando e usufruindo de tudo que o B2C pode te trazer.

    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

    Compartilhe:
    Compartilhar no facebook
    Compartilhar no twitter
    Compartilhar no linkedin
    Compartilhar no pinterest
    Compartilhar no tumblr
    Compartilhar no whatsapp

    publicidade

    social

    publicidade