Michael Campos

Soft skills e hard skills: conheça as diferenças

Guia de Investimento
Guia de Investimento

Entre para nossa lista e receba
conteúdos exclusivos em primeira mão!

    Compartilhe

    Em um mercado cada vez mais disputado, conhecer suas soft skills e hard skills é fundamental para você se apresentar como um profissional qualificado para sua área de atuação em uma empresa de placas de sinalização de trânsito, garantindo muito mais oportunidades de contratação.

    Ambos os termos estão em alta no mercado, sobretudo no setor de Recursos Humanos. A verdade é que muitos recrutadores buscam ambos os perfis na hora de efetuar uma contratação, e esses elementos nem sempre aparecem em um currículo.

    A maioria dos profissionais hoje precisa de habilidades que extrapolam seu conhecimento acadêmico. O mercado está saturado de bons profissionais com currículos exemplares. Por isso, ter elementos que o diferenciam de seus concorrentes é fundamental.

    Para conseguir compreender estes elementos, entretanto, é preciso que você conheça o que são as soft skills e hard skills, como adquirí-las e trabalhar com elas para conseguir um espaço mais qualificado em suas atividades.

    O foco em ações como trabalho em equipe, comunicação e empatia com seus colegas de serviço de corte a laser em acrílico acaba sendo uma das principais maneiras de explorar melhor esse conceito e tornar-se um profissional muito mais requisitado.

    Essas perícias acabam acrescentando muito a sua figura, e certamente são um diferencial para explorar no mercado quando você deseja se comunicar com os entrevistadores ou avaliadores em um processo seletivo.

    Soft skills

    O termo soft skills vem do inglês “perícias leves”, competências que vão além de estudos e diplomas. As habilidades que envolvem o comportamento do profissional, sobretudo ao lidar com outras pessoas, estão inclusas nesse elemento.

    Essas são capacidades de difícil mensuração, uma vez que não há uma forma de quantificar nenhum destes elementos junto ao profissional. Eles estão relacionados à personalidade e à mentalidade de cada um, normalmente desenvolvidos ao longo da vida.

    Essas habilidades subjetivas podem ser exploradas de maneira mais efetiva em uma entrevista para uma fábrica de balões infláveis para propaganda, por isso essa é uma etapa tão importante na hora de escolher um novo profissional para sua companhia.

    Durante o diálogo é possível identificar sinais de que o profissional possui estas soft skills, embora mesmo durante a entrevista isso possa não ficar tão claro. Na verdade esse modelo de comunicação acaba sendo explorado verdadeiramente com a convivência.

    Resiliência

    Uma habilidade muito procurada por entrevistadores, a resiliência é uma soft skill que lida diretamente com a maneira como o profissional lida com as adversidades. Nem sempre as coisas saem como planejado, e em muitos casos é necessário uma tomada de decisão.

    O quanto o profissional de produção de camisas de silicone a pronta entrega consegue lidar com esse tipo de questão e mantém-se tranquilo mesmo sob pressão para tomar essa decisão significa o quanto ele é resiliente, e sua capacidade de lidar com os problemas de forma assertiva.

    É esperado de um profissional que ele seja capaz de lidar com esse tipo de questão frequentemente, e por isso você deve se atentar a esse tipo de atividade quando estiver entrevistando potenciais candidatos para sua empresa.

    Inteligência emocional

    Outra questão importante relacionada às soft skills é a inteligência emocional. O termo, que tem ganhado muito destaque recentemente, trabalha a empatia e a forma de lidar com suas próprias emoções e a de outras pessoas.

    Saber conviver com os outros é um ponto fundamental para trabalhar em equipe, principalmente entre pessoas que terão cargos de confiança ou de liderança de equipes em uma empresa fabricante de etiquetas. Um bom gestor deve entender seus colaboradores para tomar decisões adequadas.

    A racionalidade é muito importante, mas a emoção também fala mais alto nestes casos, e é preciso saber conviver com esses elementos para que você consiga o melhor tipo possível de resultado em suas ações.

    Comunicação

    Saber se comunicar é um dos pontos principais para lidar com outras pessoas. Você precisa saber falar com clareza e objetividade, entendendo sua posição e o tipo de linguagem que deve ser utilizado em cada ambiente distinto.

    Ter sua mensagem passada de maneira clara é muito importante para evitar confusões e ruídos durante o processo de trabalho. Existem muitas atividades que podem acabar exigindo esse tipo de ação e por isso você deve tomar cuidado com esse tipo de atividade.

    Pensamento criativo

    Outra soft skill muito requisitada por recrutadores e profissionais de RH, a criatividade trabalha diretamente com a capacidade de apresentar soluções do profissional de serviço de segurança para festas, o que tem se tornado cada vez mais importante em uma série de atividades.

    Pensar em novas atividades, renovar produtos e muitos outros recursos acabam se encaixando nesse tipo de ação, tornando-o fundamental para que você consiga trabalhar adequadamente e impressionar seus gestores.

    O pensamento criativo deve ser incentivado constantemente, pensando em atividades fora do comum que sejam verdadeiras soluções para problemas tanto internos quanto externos, em alguns casos criando até mesmo novas linhas de produtos ou serviços.

    Quanto mais você consegue trabalhar sua criatividade, mais possibilidades de resolução você consegue oferecer, aproveitando estes elementos de forma muito mais efetiva a longo prazo e conseguindo lidar com uma série de problemas diferentes.

    Gerenciamento de tempo

    Uma das perícias mais requisitadas na atualidade, é importante ter em mente que a gestão de tempo é um conceito fundamental para quem trabalha com prazos e metas, além de aumentar sua produtividade na fabricação de máquina de pizza, permite que você otimize seu dia a dia.

    Essa é uma capacidade muito importante tanto para o campo profissional quanto para o pessoal, onde você pode aproveitar melhor os recursos a sua disposição e ampliar suas atividades de forma ordenada.

    Com o foco em cada uma de suas atividades, você tem mais tempo para aproveitar, enquanto resolve um número maior de pendências e consegue até mesmo otimizar seu tempo de descanso sem precisar se preocupar muito com isso.

    Hard skills

    As hard skills, cuja tradução seria “perícia difícil”, lida com a parte mais técnica de suas habilidades. Tratam-se de competências que precisam ser trabalhadas e aprimoradas, muitas vezes através de cursos e graduações.

    Essas perícias são muito mais fáceis de mensurar, uma vez que normalmente existem registros de seu nível de capacitação, permitindo uma quantificação muito maior de quais habilidades você tem a oferecer para a fábrica de uniformes personalizados.

    Esse tipo de ação pode ser conquistada através de um método tradicional de ensino, como escolas e universidades, mas engloba também conteúdo aprendido em cursos online e até mesmo em livros para pessoas autodidatas.

    Dentre os principais exemplos de hard skill, é possível mencionar:

    • Outros idiomas;
    • Conhecimento de informática;
    • Gestão de pessoas;
    • Conceitos de programação.

    Cada empresa e cada vaga possui suas próprias necessidades, por isso é importante que o profissional saiba trabalhar com os elementos nos quais está estudando para se tornar um especialista.

    Quanto mais você souber sobre um determinado item, melhor será na área, podendo solicitar um salário maior ou outros benefícios para conseguir lidar com esse tipo de situação no momento da contratação.

    Quais habilidades utilizar?

    Engana-se quem pensa que as soft skills e hard skills estão distantes uma da outra. Para conseguir um destaque adequado no mercado de trabalho você precisa estar capacitado em perícias de ambos os tipos.

    Quanto mais você tiver as soft skills, melhor preparado para trabalhar em equipe, lidar com situações de estresse e outros recursos, além de estar aberto para aprender novas atividades e lidar com esse tipo de questão.

    Por outro lado, as hard skills despertam o interesse inicial da empresa em seu currículo, identificando que você é um profissional capacitado em uma determinada área que interessa para a companhia como um todo.

    Em ambos os casos, você não deve parar de se aprimorar depois de conseguir uma vaga. Na verdade, esse é um excelente momento para aprimorar ainda mais suas capacidades.

    O trabalho em equipe e a comunicação com seus colaboradores ajudará você a conseguir ampliar ainda mais sua capacidade de ser empático e de trabalhar com as soft skills no ambiente de trabalho, tornando-se muito mais interessante para a empresa.

    Já as hard skills podem ser trabalhadas através de treinamentos e capacitação oferecidas pela empresa, muitas vezes mantendo-o atualizado e de acordo com as necessidades do mercado de trabalho.

    Considerações finais

    O conjunto de habilidades necessárias para você conseguir uma boa vaga de emprego é extenso, mas é possível mesclar suas melhores capacidades entre o conhecimento técnico e acadêmico com habilidades interpessoais.

    Quanto mais você explora esses recursos, maior é o impacto de ação que você consegue gerar, garantindo uma excelente impressão nos entrevistadores e conquistando um posicionamento de qualidade em um processo seletivo.

    Por isso, saber entender as principais soft e hard skills e como aprimorá-las ainda mais garante que você será um profissional mais requisitado, e que suas atividades serão observadas com mais atenção por gestores de diversas áreas.

     

    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

    Compartilhe:

    publicidade

    social

    publicidade