Michael Campos

Saiba como usar gatilhos mentais de forma correta

Guia de Investimento
Guia de Investimento

Entre para nossa lista e receba
conteúdos exclusivos em primeira mão!

    Compartilhe

    A maioria das pessoas acaba sendo afetada pela técnica de gatilhos mentais que as empresas usam para aumentar as vendas, seja dentro de uma fábrica de camisetas personalizadas ou em qualquer outra empresa.

    É importante reforçar que esse tipo de ação é inconsciente, ou seja, lida diretamente com os desejos e necessidades do consumidor.

    Todos os dias, cada pessoa deve tomar uma série de decisões, e raros são os casos em que a lógica é usada para isso. A verdade é que uma pessoa fica tão sobrecarregada com decisões mais importantes que acaba resolvendo atividades menores de forma automática.

    O inconsciente tem um impacto muito importante em suas decisões, nos mais variados modelos possíveis. Por conta disso, as companhias utilizam essa possibilidade para se apresentar como uma boa solução para alguma situação.

    Faz muito tempo que o marketing usa os gatilhos mentais, e de forma quase imperceptível. Quando o consumidor vê, já está fazendo a compra e às vezes até mesmo se fidelizando a uma marca de consultoria de contabilidade sem planejar isso, o que não é algo ruim.

    É claro que algumas empresas tentam usar de maneira antiética os gatilhos mentais, mas a verdade é que a maioria das companhias utilizam essa técnica com consciência e buscando melhorar a vida de seus clientes, para que eles verdadeiramente se tornem fiéis à marca.

    Entenda melhor o que é um gatilho mental

    Um gatilho mental, então, nada mais é do que uma decisão tomada de forma inconsciente. Normalmente, seu cérebro faz isso para evitar o cansaço e esgotamento quando chegar a hora de tomar decisões mais complexas, que demandam uma atenção maior.

    É importante ter em mente, entretanto, que os gatilhos mentais são um construto do marketing ou uma estratégia planejada. Na verdade, essa ferramenta está ligada à própria natureza humana para facilitar a tomada de decisões ao longo do dia.

    Desde o momento em que você desperta, está tomando uma série de decisões que têm impacto no seu dia. Optar pelo tipo de café da manhã que você irá comer, tomar banho antes de sair de casa ou não, ou até mesmo decidir ignorar ou não seu despertador.

    Para lidar com todas estas decisões, seu corpo define alguns padrões para que você consiga realizar as tarefas de modo automático, possibilitando que você não fique cansado de ter que fazer tantas escolhas.

    Ademais, é importante dizer que seu cérebro tem um limite do quanto ele consegue aguentar em tomadas de decisões, e você pode ficar rapidamente sem energia se deixar cada detalhe de seu dia atingir seu consciente.

    Os gatilhos mentais ajudam, então, a identificar elementos simples desse tipo de ação e permitem que você tenha mais tempo para decisões de impacto em sua empresa de mão de obra terceirizada ou em qualquer outro ramo.

    Os gatilhos mentais e o marketing

    Agora que você compreende um pouco melhor os gatilhos mentais, é hora de perceber o impacto que uma ação de marketing pode gerar com esse tipo de ferramenta. O marketing está constantemente estudando o comportamento do cliente.

    Por conta disso, é preciso compreender como um consumidor chega a uma determinada decisão para conseguir abordá-lo corretamente durante o processo da jornada de venda, identificando suas possibilidades junto à companhia.

    Pensando nisso, a estrutura do neuromarketing ajuda a compreender melhor o comportamento e a mente do consumidor, identificando suas necessidades de, por exemplo, uma máquina de fazer suco de laranja automática e como agir corretamente com eles em uma questão inconsciente.

    Os gatilhos mentais, se aplicados corretamente, tornam-se uma técnica de persuasão e vendas. Trata-se de levar a mente do consumidor a ter um interesse específico pelo produto ou serviço que está sendo oferecido.

    O neuromarketing trabalha com o sentimento do consumidor em relação a seu relacionamento com a marca, identificando pontos de interesse que podem acabar desencadeando um processo de negociação.

    As oportunidades neste caso são muito funcionais, e trabalham com alguns gatilhos em particular para otimizar ainda mais suas chances de fechar negócios usando esse tipo de ferramenta.

    A ética e a responsabilidade social devem permear constantemente esse tipo de ação, uma vez que você está mexendo diretamente com a cabeça de seus consumidores. Algumas empresas acabam exagerando com esse tipo de abordagem, enganando o consumidor.

    Esse tipo de ação é muito prejudicial para a marca, primeiro por ser uma técnica antiética, e segundo porque os consumidores logo perceberão o quão forçada está a situação, o que pode afastá-los e até se tornar uma publicidade negativa para sua contabilidade para empresas.

    O objetivo dos gatilhos mentais é justamente oferecer uma experiência única e positiva para o consumidor, fazê-lo desejar ter um determinado produto ou serviço e fazer parte do relacionamento entre consumidor e marca com sua empresa.

    Principais gatilhos mentais

    Existem diversos gatilhos mentais que podem ser utilizados por sua empresa quando estiver planejando usar essa técnica. Conhecer alguns dos principais é muito importante para você conquistar uma estrutura adequada para sua empresa.

    Entretanto, é preciso ter em mente que cada empresa é única, e nem sempre duas companhias terão o mesmo resultado ao usar um gatilho mental em particular, ainda que ambas estejam na mesma linha de atuação.

    Por isso, adaptar este conhecimento para sua realidade e usar com inteligência e responsabilidade essas ferramentas é muito importante para que você consiga conquistar ações cada vez mais efetivas de negociação em sua empresa de contabilidade online.

    Exclusividade

    A exclusividade é um dos gatilhos mentais mais praticados no mercado atual. Ele apela para um lado que muitas vezes é visto como negativo, mas que todo o ser humano tem em algum nível: a sensação de superioridade.

    Todos gostam de se sentir especiais. O gatilho de exclusividade dá uma sensação de status e pertencimento para as pessoas que consomem um determinado item, de que eles fazem parte de algum grupo especial e seleto.

    O marketing de luxo utiliza esse gatilho com muita frequência, mas não é uma ação única para eles. A verdade é que qualquer empresa de sistema de rastreamento de entregas consegue oferecer um produto ou serviço cujo acesso é exclusivo.

    Esse tipo de ação acaba aumentando consideravelmente suas chances de vendas, uma vez que apela para a necessidade de se sentir especial, que a maioria das pessoas possui dentro de si, ainda que nem todas falam a respeito disso.

    Escassez

    Outro importante gatilho mental dentro do marketing, a escassez lida diretamente com a sobrevivência do ser humano, ainda que não seja um item essencial para a vida como um todo. O simples ato de usar frases como:

    • Últimas unidades;
    • Ponta de estoque;
    • Por tempo limitado;
    • Última oportunidade.

    Você gera um sentimento no público de que eles precisam ter o item, uma vez que não se sabe quando terão outra oportunidade de conseguir, se tiverem. Esse é um gatilho que ajuda a tomada de decisões, uma vez que o consumidor precisa ser rápido.

    Prova social

    A prova social é um gatilho mental muito importante, uma vez que ele lida diretamente com a confiança do público. É muito comum que um consumidor confie em uma empresa com base em opiniões e indicações de outras pessoas.

    Por isso, quando você recebe feedbacks positivos de seu trabalho com tradução de sites, é interessante utilizá-los como parte de sua estratégia de marketing. Você mostra que outras pessoas ficaram satisfeitas com o trabalho, e por isso o consumidor também ficará.

    Explorar depoimentos e mostrar resultados de ações anteriores pode ser uma excelente maneira de se destacar e atingir um grau de confiança maior dos consumidores, que estarão mais confiantes de fechar negócio com você.

    Assim, é possível que sua empresa se apresente como uma solução conhecida, e garanta ainda mais possibilidades de comunicação como um todo.

    Polêmica

    Este é um gatilho mental perigoso, mas funcional. As pessoas são constantemente afetadas por polêmicas, principalmente pelo desejo de escolher um lado e defendê-lo. Ao criar uma ação controversa você consegue trazer um público que se enxerga na mesma situação.

    Além disso, as publicações polêmicas ajudarão sua empresa a ser mais falada pelas pessoas em geral. Entretanto, é preciso tomar cuidado com as polêmicas que você deseja se envolver, uma vez que elas podem prejudicar a imagem de sua marca.

    Além disso, procure realizar ações que você acredita. Dessa forma, você mantém a confiança de seu público e consegue se mostrar verdadeiramente focado no lado que está defendendo.

    Considerações finais

    Usar os gatilhos mentais em uma estratégia de marketing demanda atenção e cuidados, mas pode ser o grande diferencial para sua empresa conseguir despontar e ampliar ainda mais suas possibilidades de engajamento com o público.

    Dessa maneira, você consegue compreender os detalhes que formam a linha de pensamento do público, e como usar este elemento a seu favor, guiando as decisões inconscientes para aumentar suas vendas.

    Assim, você consegue se tornar uma referência em sua área de atuação, trabalhando de forma ética e conquistando uma estrutura mais adequada de atendimento.

    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

    Compartilhe:

    publicidade

    social

    publicidade