Michael Campos

Saiba a importância de investir no Marketing de Guerrilha no seu negócio

Gizella Almeida
Gizella Almeida

Entre para nossa lista e receba
conteúdos exclusivos em primeira mão!

    Compartilhe

    Saber impressionar as pessoas é um dos pilares do marketing. Existe até um método próprio para isso, o chamado Marketing de Guerrilha. No dicionário, “guerrilha” refere-se a uma forma de combate armado que se baseia em ataques surpresa para neutralizar o inimigo.

    Aplicado ao marketing, o termo classifica as campanhas com base no efeito da surpresa para seduzir o público. A ideia principal é influenciar diretamente o dia a dia das pessoas para que elas percebam os benefícios de um produto ou serviço. Leia o texto a seguir e saiba mais sobre esse conceito, como ele funciona, os tipos de marketing de guerrilha e seus benefícios.

    Definindo marketing de guerrilha

    Essa abordagem de marketing se concentra na criação de experiências memoráveis. Portanto, requer mais criatividade do que necessariamente recursos financeiros. O foco é saber como atingir o público por meio de ações interativas.

    Não é incomum que a maioria das campanhas de marketing de guerrilha ocorra em locais públicos como:

    • Shopping centers;
    • Parques;
    • Supermercados;
    • Praças.

    Esse recurso é empolgante porque reduz a distância entre o cliente e a marca de peças para máquina de lavar, além de proporcionar mais visibilidade com um custo-benefício menor do que as campanhas tradicionais.

    Conheça os tipos de marketing de guerrilha

    O marketing de guerrilha pode ser feito de muitas maneiras diferentes. Tudo o que você precisa fazer é ser criativo para saber como e onde usar essa estratégia poderosa.

    Não há fórmulas certas ou erradas. Por isso, use sua criatividade para captar a atenção do seu público da forma mais positiva e assertiva possível.

    1. Marketing de emboscada

    O marketing de emboscada é uma forma de marketing usado por empresas para capitalizar os benefícios criados por uma associação com um evento ou propriedade, sem ter uma conexão com isso.

    Ele é geralmente aplicado em eventos grandes, em que os rivais de patrocinadores oficiais usam táticas criativas e, às vezes, incluem uma associação com o evento para aumentar a consciência da marca de EPS isopor.

    Tudo isso é feito sem ser necessariamente um patrocinador oficial de tal evento.

    1. Stealth Marketing

    Em tradução livre, o marketing furtivo é o ato intencional de entrar, explorar ou sair de um mercado de maneira imperceptível, ou tentar fazê-lo.

    As pessoas interagem com o produto sem realmente saber que fazem parte de uma estratégia de divulgação.

    Claro que isso deve ser feito de forma totalmente disfarçada porque, se os participantes tomarem conhecimento da campanha, isso afetará negativamente a marca, gerando dúvidas a respeito da ética dela.

    1. Marketing viral ou Buzz Marketing

    Viral descreve qualquer estratégia que encoraje os indivíduos a passar uma mensagem de marketing para outros, criando o potencial de crescimento exponencial na visibilidade e influência da mensagem.

    Assim como os vírus, essas estratégias aproveitam a multiplicação rápida para transmitir mensagens a milhares de pessoas.

    Fora da internet, o marketing viral também é chamado de boca a boca, mas na internet é chamado de marketing viral.

    Da mesma forma, o buzz marketing usa mídias de alta visibilidade para atrair as pessoas falando sobre sistema Protheus, por exemplo.

    O buzz marketing é uma tática de marketing de guerrilha que funciona melhor quando a resposta do consumidor a um produto ou serviço é genuína, sem que a empresa pague para falar sobre o produto. 

    1. Marketing de Projeção

    Trata-se, efetivamente, de um outdoor digital ao ar livre projetado à noite ao lado de um edifício, com ou sem permissão.

    O anúncio é projetado em edifícios presentes em regiões de tráfego alto. Pode ser uma adição eficaz a campanhas de porte significativo, como a estreia de um filme, o lançamento de solo grampeado ou uma promoção de varejo.

    Como é comum nas práticas de guerrilha, o marketing de projeção pode levar a multas ou penalidades quando implementado sem o consentimento do proprietário do edifício.

    Os prós e contras dessa estratégia precisam ser cuidadosamente avaliados antes de colocá-la em prática, para evitar despesas e aborrecimentos indesejados.

    • Wild Posting

    É uma forma de marketing de guerrilha em que cartazes são colocados em vários locais, principalmente em áreas urbanas, para obter o máximo de exposição.

    O Wild Posting é uma forma barata de publicidade que oferece grande visibilidade para os profissionais de marketing, especialmente nas indústrias de música e cinema.

    Consiste em uma maneira eficaz de alcançar pessoas e aumentar a popularidade da sua marca sem gastar muito. 

    A prática pode incluir formatos diferentes, incluindo pôsteres, imãs, adesivos e etiquetas. 

    Também pode haver problemas legais se a publicidade for feita em propriedades privadas – fazer isso sem pedir permissão prévia é ilegal. Então, fique de olho quando fizer wild posting para não ser multado, adequando os processos.

    • Astroturfing

    De todas as estratégias de marketing de guerrilha, o Astroturfing é uma das mais controversas e carrega um alto fator de risco para as empresas.

    Astroturfing origina-se da palavra “turf”, que é frequentemente usada para se referir a grama artificial. Consiste, portanto, em depoimentos e endossos falsos.

    Astroturfing é o ato de criar um falso hype em torno de porta de enrolar automatica por meio de avaliações ou discussões de influenciadores digitais que são pagos para compartilhar opiniões positivas sobre a empresa ou marca.

    Isso pode ter um efeito negativo e prejudicial em um negócio se um consumidor suspeitar que a avaliação ou opinião de um influenciador não é autêntica, prejudicando a reputação do negócio ou, pior, levando a problemas legais.

    Por que o marketing de guerrilha é importante?

    É fundamental ficar ciente da popularização dessa prática – afinal, a promessa é que ela gere mais resultados com menos recursos.

    Mas não é só isso. É necessário compreender por que as estratégias listadas neste texto são tão eficazes.

    Se tivermos que comparar o modelo do marketing de guerrilha com o marketing tradicional, nem sempre encontraremos uma grande diferença técnica.

    Afinal, ambos usam anúncios para chamar a atenção para um produto como chuveiro de emergência, um serviço ou uma ideia. A verdadeira diferença está na abordagem.

    Hoje, todos somos bombardeados com grandes quantidades de informações, tarefas urgentes e prazos apertados. Logo, é natural sermos mais seletivos sobre o que vale nosso tempo e atenção.

    Como resultado, os anúncios convencionais tornaram-se uma distração. Ninguém quer ser incomodado por banners e/ou janelas pop-ups invasivas.

    O marketing de guerrilha, por outro lado, é projetado para ser tão chamativo que não pode ser ignorado, sobretudo por causar uma impressão duradoura na mente do cliente em potencial.

    É mesmo uma questão de provocar reações nas pessoas, possivelmente fazendo-o reavaliar preferências e hábitos pessoais.

    Como fazer marketing de guerrilha?

    Um detalhe sobre o marketing de guerrilha precisa ser ressaltado: o impacto dele pode ser tanto bom, quanto ruim.

    Então, é necessário tomar alguns cuidados para que a ação não tenha o efeito contrário ao que o AVCB bombeiro tinha em mente. Conheça algumas dicas a seguir.

    Crie concursos

    Em geral, as pessoas adoram ganhar algo. Então, por que não fazer um concurso em seu site para oferecer algo aos participantes?

    Você pode oferecer um de seus produtos e/ou serviços a um vencedor, ou até mesmo uma oferta completamente diferente.

    Deixe que as pessoas fiquem sabendo do concurso através dos canais convencionais (redes sociais, listas de e-mail, etc.), que naturalmente atrairão outros.

    Junte-se a grupos e comunidades

    Participe ativamente de comunidades sobre como descascar fios de cobre e construa reconhecimento de marca nelas.

    Essa não é apenas uma ótima maneira de interagir com os clientes em potencial, mas você também pode aprender muito sobre o que essas pessoas estão pensando.

    Não se esqueça de que a presença nas redes sociais já faz parte de uma abordagem de marketing digital. Assim, você junta duas grandes ferramentas em uma mesma estratégia.

    Sempre que deixar um comentário/post em um destes grupos (de preferência ajudando pessoas), a marca será reconhecida como referência.

    Invista em vídeos

    Milhares de pesquisas são realizadas no YouTube todos os dias, o que significa que você e sua empresa podem ser encontrados por muitas pessoas novas.

    Algumas empresas criam vídeos virais (um tipo de marketing de guerrilha) para se promover de maneiras inusitadas.

    Isso geralmente é feito de uma maneira descontraída, mas também pode ser dramático. O importante é se conectar ao público.

    Conclusão

    O marketing de guerrilha é de fato uma abordagem muito valiosa para as empresas, especialmente quando elas se adaptam e usam o conceito corretamente.

    Esse tipo de marketing deve ser direcionado a um público-alvo que não apenas abraça a causa, mas também entende e se identifica com todo o propósito da campanha.

    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

    Compartilhe:

    publicidade

    social

    publicidade