Michael Campos

O que não fazer quando hospedar o site no WordPress

Guia de Investimento
Guia de Investimento

Entre para nossa lista e receba
conteúdos exclusivos em primeira mão!

    O que não fazer quando hospedar o site no WordPress

    Hoje em dia, não possuir um site é impensável para qualquer empresa que deseja se manter em atividade. Entretanto, existem diversas ferramentas que facilitam esse processo, como hospedar no WordPress seu conteúdo.

    Inclusive, o WordPress é uma ferramenta para sites e blogs que tem muita efetividade no mercado, sendo responsável por aproximadamente 40% de todos os sites. Sendo que esse tipo de acesso acontece por uma série de fatores.

    Por que o WordPress é o mais escolhido?

    O primeiro ponto é a facilidade de instalação do WordPress. Você não precisa ter nenhum tipo de treinamento profissional ou qualquer outro tipo de ação para conseguir usar um blog ou site sobre, por exemplo, projeto de instalações elétricas na plataforma.

    Além disso, o WordPress é altamente intuitivo, permitindo um aprendizado rápido e uma curva simples de acompanhar. Ele também é uma ferramenta importante para você conseguir explorar todos os recursos que são oferecidos.

    O WordPress nada mais é do que um sistema de gerenciamento de conteúdo muito completo, que possui uma série de facilidades. A ferramenta é gratuita e amigável ao usuário, permitindo que as pessoas criem sites com muito mais facilidade.

    Por conta disso, profissionais têm adotado a plataforma assim como pessoas leigas, com o objetivo de criar material de qualidade sobre, por exemplo, controle de acesso biométrico, assim como sobre diversos outros assuntos.

    Ademais, sua instalação e gerenciamento são altamente simples, com indicadores de todas as funções necessárias e de como realizá-las.

    Além disso, a própria ferramenta alerta quando uma atualização é necessária, oferecendo todas as informações para que você mantenha o site sempre em ordem. Com o WordPress isso é completamente comum e alcançável.

    Outra das facilidades do WordPress está nos módulos. Existem inúmeros modelos para as mais variadas funções, e compreendê-los é fundamental para uma boa estrutura.

    Assim, você consegue montar uma página exatamente da forma que você sempre quis para falar sobre, por exemplo, forma de fazer bloco de cimento. Esse tipo de versatilidade é exatamente o que tem atraído cada vez mais consumidores.

    Muitos profissionais têm adotado esse formato pela maneira mais fácil de explorar os recursos, principalmente depois de terminado, quando o usuário final for acessar. Até mesmo do ponto de vista de design, você tem opções.

    Existem diversos templates e modelos disponíveis na internet, tanto pagos quanto gratuitos, que permitem uma customização muito mais profunda de seu site em apenas alguns cliques.

    Outra opção é contratar um profissional de design especializado em sites e blogs, para conseguir assim conquistar uma aparência única, muitas vezes ligada diretamente à identidade visual de sua empresa de, por exemplo, brinquedo para buffet.

    Entretanto, é importante se atentar a algumas ações fundamentais que você precisa evitar para conseguir atingir o resultado desejado com sua ferramenta. Esse tipo de ação é muitas vezes feito por pessoas leigas ou que ainda não conhecem muito do mundo digital.

    Atentar-se a esse tipo de recurso é uma forma de proteger seu novo site e garantir que ele chegará até as pessoas que você deseja alcançar com suas ações, aproveitando ao máximo todos os recursos disponíveis para esse tipo de plataforma.

    O que você deve evitar no WordPress?

    Para garantir o máximo de efetividade junto à plataforma, é importante prestar atenção a alguns detalhes que podem fazer a diferença em seu engajamento e no funcionamento correto da ferramenta para, por exemplo, a divulgação do curso de brigada de incêndio.

    Esse tipo de ação é muito importante para garantir que você consiga explorar ao máximo seus recursos junto à plataforma. Alguns destes elementos podem até mesmo tirar seu site do ar, então é preciso cautela na execução de determinados serviços, como:

    • Verificação de compatibilidade;
    • SEO;
    • Segurança do site;
    • Qualidade do conteúdo;
    • Credibilidade do material.

    1 – Pular a verificação de compatibilidade

    Este é um dos erros mais comuns encontrados na plataforma, e muitas vezes é responsável por derrubar seu site completamente, o que gera uma sensação de pânico em empresários que vêem em segundos seu site fora do ar.

    Como citamos anteriormente, o WordPress é uma ferramenta extremamente modular, com plugins que realizam diversas ações e podem gerar uma personalização enorme para seu site de, por exemplo, empresas de contabilidade.

    É muito comum que os desenvolvedores destes plugins atualizem constantemente seus recursos, para oferecer o melhor resultado possível para a empresa. Entretanto, muitas vezes o alerta de atualização do plugin pode tomar a frente da atualização do sistema.

    Se a versão do WordPress que você utiliza em seu site for incompatível com a atualização de um determinado plugin, no momento em que você fizer o processo de atualizar, ele deixará seu site com erro, podendo tirá-lo do ar ou desconfigurá-lo.

    Eliminar esse problema é possível, mas exige um certo conhecimento técnico e acesso aos bancos de dados usados para a criação do wordpress, e mexer diretamente nestes arquivos pode acabar sendo prejudicial também.

    Em alguns casos, os problemas são tamanhos que você corre o risco de perder todo o conteúdo criado. Por isso, não fazer a verificação de compatibilidade antes de atualizar seus plugins pode ser uma péssima ideia.

    Assim, procure manter o sistema WordPress sempre atualizado, junto dos plugins. Ademais, para garantir mais segurança no processo, desative todos os plugins que seu site possui e atualize o sistema.

    Então, procure os plugins instalados novamente para identificar a compatibilidade com seu site de, por exemplo, cesta básica comprar. Se todas as informações estiverem batendo, aí você poderá trabalhar com mais tranquilidade nestes recursos.

    2 – Não trabalhar com o SEO

    As práticas de SEO (Search Engine Optimization) são fundamentais para fazer seu site se tornar conhecido. Não adianta ter um ótimo conteúdo se ele não chegar até seus consumidores, sendo que isso só é possível com as ações de SEO.

    Através de uma série de técnicas, você consegue alavancar suas páginas nos motores de busca, que começarão a apresentá-lo como uma das principais opções para palavras-chave relacionadas a seu site WordPress.

    Embora não seja um trabalho difícil, muitas pessoas acabam esquecendo essa etapa, o que faz com que seus resultados sejam bem mais insatisfatórios.

    3 – Não cuidar da segurança de seu site

    No mundo atual, a segurança digital é um dos elementos mais importantes que os clientes procuram em sites. Não se preocupar com esse tipo de ação acaba se tornando bastante prejudicial para a empresa, uma vez que a credibilidade dela é deteriorada.

    Sites sem ferramentas e dispositivos de segurança se tornam pouco confiáveis, o que é bem preocupante para qualquer tipo de site. Se você pretende vender um produto ou serviço virtualmente, o quadro fica ainda pior.

    As negociações virtuais envolvem o envio de dados financeiros e bancários da parte do cliente, e essas transações são constantemente alvo de ataques de cibercriminosos. A única linha de defesa que seu site tem é um dispositivo de segurança eficaz e atualizado.

    4 – Qualidade do conteúdo

    O poder da internet está na capacidade de fazer apresentações multimídia de maneira muito simples. Isso significa que em uma publicação de seu site podem haver vários tipos de comunicação com o consumidor.

    Muitas empresas têm adotado ferramentas de leitura de conteúdo, para ajudar pessoas que precisam desse tipo de recurso, bem como o uso de imagens e vídeos para facilitar a leitura de seu site de, por exemplo, peças para carretas.

    Entretanto, esse tipo de ação depende muito de como você pretende implementá-la. No caso de imagens, é preciso ter atenção na qualidade da resolução e na qualidade da imagem como um todo.

    Além disso, se você pretende colocar uma foto que não seja sua, é importante conferir se a foto pode ser usada de maneira comercial e colocar os devidos créditos ao artista responsável.

    A mesma coisa vale para artes e vídeo em geral, garantindo assim que você conseguirá elementos novos sem comprometer nenhum antigo.

    5 – Conteúdo sem credibilidade

    A credibilidade é um importante elemento do trabalho com sites ou blogs. É importante que seu conteúdo tenha fontes fiáveis para se apresentar como uma produção de qualidade.

    Links suspeitos ou ausência de fontes para corroborar sua história passa uma sensação de descredibilidade, uma vez que a pessoa não pode conferir as informações que estão sendo apresentadas com qualidade.

    Esse tipo de ação é prejudicial tanto para os clientes quanto para as ferramentas de busca, que identificam seu site como um local onde não podem confiar, diminuindo assim seu ranqueamento junto aos sites de pesquisa.

    Considerações finais

    Ter um site de sucesso é um processo complexo, mas muito recompensador. Entretanto, antes de atingir esse objetivo, você precisa compreender seu potencial, explorando toda a sua capacidade para conseguir aproveitar melhor sua estrutura.

    A atenção ao tipo de ação que deve ser feita para o site crescer é grande, mas é preciso se dedicar também ao que não realizar, conquistando assim um espaço muito maior no mercado em que você está inserido.

    Desse modo, o WordPress pode ser uma excelente ferramenta, mas é preciso saber utilizá-la para conseguir resultados.

    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

    Compartilhe:
    Compartilhar no facebook
    Compartilhar no twitter
    Compartilhar no linkedin
    Compartilhar no pinterest
    Compartilhar no tumblr
    Compartilhar no whatsapp