Michael Campos

O que é educar o mercado e como fazer de forma eficaz

Guia de Investimento
Guia de Investimento

Entre para nossa lista e receba
conteúdos exclusivos em primeira mão!

    Compartilhe

    Dentro do mercado corporativo, ter em mãos conhecimento e educação pode se tornar recursos fundamentais em alguns momentos. Educar o mercado, por sua vez, é outra alternativa que você tem para melhorar os seus resultados.

    Para ganhar destaque dentro de um segmento, é muito comum que as empresas invistam em melhorias para se sobressair. Contudo, muitos desses negócios se deparam com resultados insatisfatórios ou falta de feedbacks de clientes.

    Um dos motivos para essa falha acontecer está relacionado ao fato da empresa não educar os seus clientes de maneira adequada.

    Ou seja, a falta da educação pode fazer com o que o seu cliente não entenda a importância de aplicar um insulfilm automotivo no veículo, sendo que este tipo de produto, além de proteger o interior do carro, consegue também proporcionar um visual mais bonito.

    Considerando que muitas empresas passam por esse tipo de situação, mesmo tendo a melhor qualidade de serviço/produto, desenvolvemos esse artigo com o objetivo de explicar, como funciona a educação de mercado e a sua importância para o sucesso do seu negócio.

    O que é educação de mercado?

    Por mais que uma empresa ofereça um produto diferenciado, é difícil manter essa situação favorável se não houver uma boa comunicação com o cliente. A comunicação, na verdade, é base para que toda a educação seja feita da melhor maneira possível.

    Na ausência dessa troca de informações, torna-se mais difícil convencer o cliente sobre a importância de investir, por exemplo, em uma gestão de frota de veículos leves ou outros serviços.

    Portanto, para que você possa construir uma relação saudável com ele, é necessário que a empresa faça investimentos na educação do mercado.

    Dessa forma, para construir uma boa relação a empresa precisa investir no inbound marketing e ações de marketing de conteúdo. É através dessas ações que a empresa conseguirá educar o seu público-alvo.

    Para que você possa entender melhor, resumidamente o inbound marketing pode ser traduzido como “marketing de atração”. A ideia principal dessa estratégia é fazer com que os clientes vão até a empresa de maneira voluntária.

    Essa atração geralmente ocorre através dos meios digitais, como os sites de referências, redes sociais ou pelos mecanismos de busca.

    Por meio da internet você é capaz de mostrar ao seu público-alvo que o fretamento de vans para empresas ou até mesmo a sua loja virtual, é capaz de vender produtos ou oferecer serviços que, em algum momento do dia, podem ser úteis para os consumidores.

    Por outro lado, temos o marketing de conteúdo, que pode ser considerado como um combustível do inbound. Isso significa que a estratégia engloba todos os conteúdos desenvolvidos para informar, entreter e obviamente educar o futuro cliente.

    No geral, os conteúdos são os recursos suficientes para que você possa, inicialmente, construir uma relação mais promissora com o público que se importa por temas relacionados a locação de ônibus executivo e outros serviços.

    O marketing de conteúdo atua como uma estratégia que funciona como uma ponte entre a marca e o seu consumidor, tornando a relação entre ambas as partes mais fácil de ser desenvolvida.

    No geral, tanto o inbound marketing quanto o marketing de conteúdo funcionam para garantir uma autoridade maior e, consequentemente, o sucesso da empresa.

    Dentro do mercado, uma empresa de sistema de pedidos online para restaurantes que possui um grande reconhecimento por parte do público consegue naturalmente ter mais resultados que a concorrente.

    Diante de um cenário cada vez mais competitivo, cabe à empresa investir ou não para obter as vantagens que o marketing pode proporcionar. De uma maneira bem direta, essas ações conseguem trazer os seguintes benefícios:

    • Educar;
    • Despertar interesse;
    • Fidelizar o cliente;
    • Aumentar o número de vendas;
    • Conquistar a confiança do cliente.

    Contudo, conquistar todas essas vantagens na prática pode exigir um pouco de esforço por parte da sua equipe. Trata-se de um processo que tende a trazer resultados a longo prazo, mas afinal, como fazer isso?

    Como usar o marketing de conteúdo para educar?

    Como foi possível observar acima, o marketing de conteúdo é todo aquele material sobre o seu produto desenvolvido para o cliente consumir.

    Em outras palavras, são materiais que falam, por exemplo, do processo de operação de uma distribuidora de produtos cirúrgicos, só que de uma maneira bem mais interessante, para que o público-alvo possa ficar engajado com o assunto.

    Dependendo da forma que o material é feito, laços são criados entre a empresa e o seu cliente, indo muito além do que uma simples compra.

    Ainda com a concorrência atual do mercado, converter um visitante para cliente não se baseia apenas em falar sobre a qualidade do produto e o seu preço.

    Ou seja, uma organização de serviços de engenharia elétrica precisa mostrar como o seu negócio é mais vantajoso que o do concorrente. Para se destacar nessa parte, o gestor precisa trabalhar desde a forma que seus funcionários atendem até os processos de pós-venda.

    Para que uma empresa consiga conquistar o seu mercado, é necessário que ela entenda os aspectos tradicionais da área.

    Portanto é extremamente importante que a empresa conheça o seu público-alvo e saiba quais os canais de comunicação que eles costumam estar. Saber quais as informações que o seu público costuma consumir torna o processo bem mais fácil de ser executado.

    O fato é que, para conquistar o seu público e se destacar no mercado, é necessário um grande esforço. O marketing de conteúdo entra com o papel de educar os clientes por meio dos conteúdos desenvolvidos de maneira estratégica.

    A educação de mercado é, na verdade, um processo para que o cliente fique preparado para adquirir o seu serviço ou produto. Nesse processo o cliente precisa enxergar todo o valor que está dentro do seu produto/serviço.

    Ou seja, a educação de mercado ocorre muito antes do cliente realizar a sua venda. Por esse motivo é importante que esta etapa esteja alinhada com todas as estratégias de marketing e atração da empresa.

    Dessa forma, ao converter um simples usuário em lead, ele já está em processo de educação.

    Quando você perceber que o seu potencial cliente está absorvendo todos os seus conteúdos, você já pode ter uma abordagem um pouco mais avançada, mostrando como um outsourcing de TI empresas pode ser útil na prática.

    Para que você possa colocar em prática essas ações, é necessário passar por três etapas. São elas:

    1. Apostar em um bom marketing de atração

    Para realizar a educação do mercado você precisa ter em mente que a comunicação com os clientes é prioridade. Para fazer isso basta manter o relacionamento nas etapas de compra por meio das redes sociais, e-mail marketing e outros meios comunicativos.

    O inbound marketing consiste em informar e educar os clientes por meio de conteúdos relevantes. Essa ação tende a criar uma relação saudável entre a empresa e o consumidor.

    2. Fortalecer o relacionamento com o cliente

    Atualmente o vendedor não possui o papel de forçar uma venda. Antes ele precisa entender qual o contexto que levou o cliente até ele para poder oferecer as melhores soluções para o consumidor.

    3. Investir no pós-venda

    Essa é a parte em que a empresa começa a investir na satisfação do cliente e fidelizá-lo. Para isso você pode pedir sugestões, avaliações de compra e feedback.

    Vantagens da educação de mercado

    Até aqui você pôde perceber que a educação de mercado pode trazer grandes resultados para a sua empresa, especialmente no aumento de vendas.

    Essas ações ainda refletem na redução de gastos no setor de pós-venda, porque os clientes que já passaram pela educação já estão familiarizados com aquilo que adquiriram ou com a maneira que a marca funciona.

    Dessa maneira, as dúvidas acabam diminuindo significativamente sobre os produtos que o público quer comprar.

    A educação também significa lidar com clientes mais qualificados. Trata-se de pessoas que estão atentas sobre as informações da atualidade e entendem que o serviço/produto oferecido pela sua empresa é o melhor do mercado.

    Dessa forma, trabalhar a educação do mercado irá ajudar significativamente nas vendas, autoridade e engajamento da marca frente ao mercado em que atua.

    Quando uma empresa ignora a educação do mercado, com o tempo ela pode colecionar algumas consequências negativas. Algumas delas são:

    • Baixa retenção de clientes;
    • Clientes insatisfeitos;
    • Devolução ou cancelamento de pedidos;
    • Menos chances dos clientes comprarem novamente;
    • Pós-venda sobrecarregada.

    Esses fatores ainda podem resultar em um cenário ainda mais negativo, que é quando a empresa não consegue obter credibilidade sobre o trabalho que é desempenhado no mercado.

     

    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

    Compartilhe:

    publicidade

    social

    publicidade