Michael Campos

Neuromarketing: como melhorar a experiência do cliente e fidelizar consumidores

Guia de Investimento
Guia de Investimento

Entre para nossa lista e receba
conteúdos exclusivos!

    The Ultimate Managed Hosting Platform

    Compartilhe

    Quem trabalha com marketing e vendas precisa estar atento a diversas questões para agregar valor às entregas e atender às necessidades do consumidor, nesses casos, os princípios do neuromarketing parecem ser boas soluções para fidelizar clientes e construir relacionamentos.

    Em um mundo onde cada indivíduo é exposto a até 10.000 anúncios de uma variedade de produtos e serviços todos os dias, chamar a atenção dos consumidores é um fator necessário para que sua empresa tenha sucesso.

    Não é à toa que o neuromarketing é um recurso cada vez mais utilizado pelas empresas para entender como pensam os consumidores bombardeados por informações e lhes enviam mensagens mais efetivas.

    Ou seja, ao invés de seguir os padrões e se tornar só mais uma empresa diante do mercado, o neuromarketing diferencia e faz com que sua empresa por exemplo, de tecido suede se destaque e tenha muito mais relevância.

    Combinando o marketing com a ciência, o neuromarketing surge como uma chave poderosa para interpretar a lógica do consumo para entender os apetites impulsos e motivações das pessoas.

    Sendo assim, diante das constantes inovações e das mudanças no comportamento do público, o neuromarketing é justamente o responsável por fazer com que seu negócio não só entenda mas se antecipe às vontades e desejos do público.

    Por isso, para que a experiência dos clientes se tornem cada vez mais agradáveis e assertivas, o neuromarketing deve ser aplicado, pois esse fator é fundamental para a fidelização e o crescimento dos negócios.

    Logo, ao pensar e considerar esses fatores hoje iremos falar justamente sobre o neuromarketing, fazendo com que você entenda sua significação, algumas dicas de neuromarketing para melhorar a experiência do cliente e tudo o que você precisa saber sobre esse tema. Confira!

    O que é o neuromarketing?

    O neuromarketing é uma parte avançada do marketing. É verdade que a maior missão do marketing nas empresas é descobrir quais são as necessidades manifestas e ocultas dos consumidores em seu comportamento de compra.

    A partir disso, a pesquisa de marketing apresenta uma solução capaz de gerar a maior satisfação possível entre os envolvidos neste negócio, sejam eles clientes ou empresas. “Entendimento” é o primeiro fundamento que compõe marketing.

    Nesse sentido, uma direção quase obvia para entender a mente do cliente é investir em pesquisas de mercado.

    No entanto, você diante do seu negócio de despachante aduaneiro deve saber que a busca por si só não é suficiente para entender como funciona a mentalidade do seu público.

    Afinal, são tantas as consequências que podem distorcer o comportamento do consumidor que recontar com uma única ferramenta significa investir seu tempo em algo potencialmente falho.

    Ou seja, para ter sucesso você precisa ir mais fundo se realmente quiser entender como seu cliente pensa. Só sabendo a fundo como seu público-alvo pensa e age você, como empreendedor, consegue antecipar necessidades, evitar equívocos e surpreender positivamente.

    E como controlar totalmente essa necessidade? O neuromarketing tem respostas.

    O neuromarketing torna esta pesquisa aprofundada sobre o comportamento de compra dos consumidores. Com o conhecimento captado por suas formações, o neuromarketing utiliza os instintos, os sentidos dos sentimentos para criar o ímpeto de compra.

    Consequentemente, não é apenas ciência, é uma estratégia de vendas que tende a fazer com que seu negócio de sistema para restaurante não só cresça mas se desenvolva, evolua e fidelize os clientes.

    Por isso, ao utilizar o neuromarketing é possível fazer dessa ferramenta uma forma de aumentar seu faturamento com grande vantagem. Para fazer isso, o neuromarketing é usado.

    Dicas de neuromarketing para melhorar a experiência do cliente 

    Investir na melhoria da experiência do consumidor certamente requer um bom planejamento estratégico. As ações realizadas devem ir desde a comunicação inicial até o pós-venda. Ou seja, é preciso trabalhar esse tema em todos os departamentos da sua empresa.

    Portanto, por mais que a aplicação do neuromarketing possa parecer fácil, é preciso saber exatamente o que deve ser feito, pois só assim seu negócio tende a desfrutar das vantagens dessa estratégia da melhor forma possível.

    Afinal de contas, a razão disso é que só assim será possível uma mudança real, que perceberá o tratamento diferenciado no cliente. A seguir, você conhecerá algumas estratégias que podem ajudar sua empresa a otimizar a experiência do cliente

    Foque nas imagens 

    Uma imagem impressionante pode chamar a atenção em segundos e não requer muita interpretação ou compreensão. 

    Ou seja, conseguem chamar a atenção e fazer com que o cliente fique atento ao que está sendo vendido ou oferecido. Por isso, em muitos casos é melhor investir em uma imagem direta e impactante do que em texto.

    Por isso, seguindo até mesmo uma frase conhecida diante do mercado, “uma frase vale mais do que mil palavras”, ou seja elabore fotos que tendem a definir seu negócio e produto, fazendo com que os clientes não só entendam mas venham interagir com seu negócio.

    Por isso, independentemente se o segmento da sua empresa é voltado para serviços de informática ou materiais esportivos, trabalhe as imagens e atraia o público através desse importante fator.

    Gere uma identificação com os clientes 

    As pessoas se conectam com outras. Quando o cliente “se vê” na comunicação de uma empresa a chance de tomar uma decisão e consumir seu produto aumenta. 

    É por isso que os anúncios envolvem pessoas que simulam a relação do consumidor com o produto ou serviço que está sendo vendido.

    Ou seja, ao realizar a aplicação do neuromarketing você tende a entender justamente o que seu cliente está buscando ao acessar o mercado e realizar suas pesquisas de consumo.

    Sendo assim, independe se o foco é vender máquinas de café para empresas ou para o público em geral, com o neuromarketing as ações tendem a ser precisas, marcantes e totalmente assertivas.

    De destaque as cores 

    Todo profissional que trabalha com marketing precisa entender os fundamentos da psicologia das cores.

    Existem tons que afetam as pessoas e evocam diferentes sentimentos dependendo de nossa experiência. Por exemplo, o vermelho evoca um senso de urgência, o verde evoca saúde e crescimento e o azul evoca confiança”.

    A dica profissional é usar cores que se conectam às emoções que você deseja que seu cliente sinta ao interagir com o produto ou serviço oferecido.

    Por exemplo, se o seu escritório de contabilidade deseja estabelecer confiança e um tom de profissionalismo diante do mercado, azul é uma boa cor para utilizar através dos detalhes e de toda a sua estrutura.

    Estabeleça gatilhos mentais 

    Esta é uma frase ou palavra usada em um contexto particular que evoca um sentimento ou ação no nível subconsciente do cérebro humano. 

    Segundo os especialistas, existem muitos tipos de estímulos mentais: curiosidade, segurança, escassez, urgência, novidade, poder, expectativa e assim por diante.

    Ou seja, utilizar desses gatinhos através de campanhas e até mesmo os anúncios que são realizados tende a proporcionar para o seu negócio resultados favoráveis e uma fidelização totalmente única.

    Por isso, ao gerar uma campanha promovendo um licenciamento ambiental ou até mesmo uma nova coleção de produtos, os gatilhos mentais são fundamentais para gerar um impacto e relevância diante dos anúncios realizados.

    Utilize do 0,99 

    Uma das técnicas mais utilizadas no mercado o número quebrado faz com que o valor de determinado produto pareça menor, mesmo que a diferença com o preço total seja de apenas 1 centavo.

    Ou seja, assim como o RDE ROF são questões necessárias para as empresas, essa estratégia de neuromarketing também é essencial e tende a atrair o público com muito mais eficácia e precisão.

    Utilize de vídeos testemunhais 

    Especialistas afirmam que essa é uma das tecnologias mais utilizadas no e-commerce. Segundo esses especialistas, os vídeos ativam o cérebro  social, tornando-o um dos gatilhos mais poderosos para vender produtos e serviços. 

    É a “prova social” de que as pessoas estão aproveitando ao máximo.

    Como o neuromarketing pode ser aplicado ao marketing digital 

    A aplicação do Neuromarketing no marketing digital pode resultar em um grande aumento nas vendas. 

    Isto aplica-se em particular a empresas que vendem através da internet A neurociência diz que o comportamento de alguém (incluindo compras) é motivado por desequilíbrios estruturais no cérebro.

    A compra online costuma ser muito rápida e prática, o que aumenta a chance do consumidor comprar o produto por impulso por causa das emoções que o apelo gera. 

    O neuromarketing no marketing digital evoca essas emoções de forma mais eficaz com a ajuda das seguintes dicas:

    • Estimule os sentidos;
    • Faça storytelling;
    • Crie uma urgência;
    • Utilize as palavras de uma forma estratégica.

    Sendo assim, diante dos fatores destacados, esqueça a comunicação geral, seja específico. Experimente aplicar o neuromarketing no marketing digital e com certeza você irá melhorar seus resultados não só em vendas, mas também em engajamento e fidelização de clientes.

     

    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

    Compartilhe:

    publicidade

    social

    publicidade