Michael Campos

Gente e gestão, entenda o papel do RH na vida profissional e pessoal dos colaboradores

Gizella Almeida
Gizella Almeida

Entre para nossa lista e receba
conteúdos exclusivos em primeira mão!

    Compartilhe

    Compartilhar no facebook
    Compartilhar no twitter
    Compartilhar no linkedin
    Compartilhar no pinterest
    Compartilhar no tumblr
    Compartilhar no whatsapp

    As mudanças recorrentes nos ambientes de trabalho por causa da tecnologia também está transformando o setor de Recursos Humanos em uma área mais preocupada com Gente e gestão, o que propõe um novo cenário com tendências voltadas ao cuidado com o funcionário, e além.

    Inclusive, esse passou a ser o nome dado à área de um negócio que cuida dos interesses e engajamento dos colaboradores, criando campanhas para mantê-los nas empresas, por exemplo.

    Isso pode ser observado na redesignação sobre as responsabilidades de diversas áreas profissionais, incluindo o RH, dando lugar a um setor que foca nos trabalhadores de forma ainda mais humana, e não apenas como números. 

    Essa alteração ocorre em um momento em que se é discutido o papel de cada funcionário dentro de uma empresa, principalmente com toda a tecnologia disponível. 

    Trata-se do desenvolvimento de cada pessoa como profissional, promovendo a necessidade de um planejamento repleto de estratégias para o ambiente corporativo e o clima organizacional, tornando-os melhores, e proporcionando novas oportunidades de desenvolvimento para as equipes.

    Vale ressaltar que o papel do RH ainda é muito importante dentro da dinâmica de qualquer empresa. 

    Afinal, os profissionais que atuam nesse setor são responsáveis por diversos pontos, entre os quais:

    • Entrevistas de candidatos;
    • Contratação temporária e definitiva;
    • Treinamento e adaptação;
    • Folha de ponto e pagamento;
    • Demissão quando necessário.

    Entretanto, os hábitos dentro de espaços corporativos e outros ambientes de trabalho estão mudando para melhor, por sinal, por causa da própria tecnologia empregada nos mais diversos segmentos produtivos.

    Tudo que ocorre em uma empresa, invariavelmente passa pelo setor de RH, ou Gente e Gestão, pela proximidade com líderes e demais equipes de trabalho que precisam ser apoiados. 

    Isso ocorre por causa da implementação de diversidade entre os profissionais, ampliando a cultura organizacional e a inclusão para manter cuidados práticos com a saúde mental dos colaboradores.

    Adaptação personalizada no ambiente de trabalho

    As mudanças nas regras impostas pelo setor de RH, quando tratada como Gente e Gestão, estão relacionadas à implementação de rotinas modernas e alinhadas aos processos construtivos permitidos pela nova realidade tecnológica.

    A saúde física e mental dos funcionários é acompanhada de maneira frequente. Os sentimentos pessoais são tratados de maneira particular, de forma personalizada, e ainda assim passou a fazer parte da responsabilidade de empresas e corporações, a partir do RH.

    Esses cuidados estão associados aos resultados apresentados pelos colaboradores dentro das empresas. 

    Para isso, é realizado um trabalho de endomarketing e employed branding, ou seja, a identificação da marca junto aos funcionários. 

    Relacionamento interpessoal é tratado com júbilo

    A necessidade de comunicação entre os setores, mesmo que dentro de uma rotina em que os equipamentos eletrônicos fazem parte do cenário corporativo, é levada em consideração pelo setor de gente e gestão.

    Essa pressuposição de que tudo está interligado afeta até mesmo os relacionamentos entre os funcionários. Por isso a comunicação é tão importante e deve ser incentivada por gestores e líderes.

    Caso um funcionário tenha que levar o animal de estimação para uma clínica de emergência veterinária 24 horas, esse fato pode ser comunicado junto ao departamento de gente e gestão, para que não tenha nenhum problema. 

    Até mesmo essa flexibilização no horário de trabalho é algo moderno e que está sendo implementado por diversas empresas. Ainda mais depois que a pandemia se agravou em escala mundial e muitos funcionários passaram a fazer o trabalho no modelo home office.

    Apoio técnico melhora clima organizacional

    A responsabilidade da equipe de gente e gestão vai além, provocando uma mudança de paradigma que sempre esteve relacionado ao setor de RH; o de que as pessoas eram direcionadas para a contratação ou demissão. 

    Isso mudou pois os profissionais que atendem essa área de uma empresa devem aplicar técnicas que possam ajudar na adaptação de um novo funcionário, ou mesmo para a troca de uma função, dentro das características relacionadas às tarefas realizadas.

    A disposição de recursos de aprimoramento de capacitação profissional também está sob a responsabilidade de Gente e Gestão. Tudo sempre pensando nas melhorias de processos produtivos, ou mesmo para a aplicação da segurança do trabalho.

    Esse tipo de atuação tem apresentado melhorias significativas nos ambientes de trabalho, como melhor produtividade com a instalação de cabeamento de rede SP, além de eficiência e qualidade dos produtos e serviços realizados. 

    Essa dinâmica também colabora para a retenção de talentos, permitindo um crescimento empresarial com estofo e adequado ao trabalho que se é praticado.

    Cuidados com o clima organizacional

    O profissional responsável pelo setor de Gente e Gestão deve direcionar os funcionários para os cargos para os quais foram contratados e de acordo com a qualificação e a especialidade.

    Dessa forma, é preciso tomar cuidado com cargos de chefia, liderança e gestão, para evitar qualquer tipo de atrito com os subordinados. 

    Uma empresa de alarmes residenciais em Fortaleza deve direcionar equipes de projetos para um setor, enquanto os trabalhadores técnicos que realizam a instalação para outro, que vai estar diretamente em contato com os clientes.

    Para ambos os funcionários, o treinamento de cooperação entre as partes, para que o serviço seja produzido de maneira adequada. A conformidade do projeto deve ser estabelecida de acordo com o que será aplicado na prática.

    O cuidado com o clima organizacional, portanto, parte desde o princípio da liderança ou gestão das equipes. 

    Até mesmo a uniformização de vestimentas pode ser um diferencial no organograma, com a distribuição de bolsa ecobag personalizada para acomodar equipamentos.

    A interferência do setor de Gente e Gestão deve ser aplicada apenas se houver algum conflito e processos gerais mais padronizados, como o onboarding de um candidato.

    No mais, os próprios líderes e gestores possuem habilidade para tratar de questões e pormenores que podem ser resolvidos com uma comunicação aberta e recíproca.

    A importância de líderes capacitados

    Nesse ponto é preciso apontar a necessidade de líderes que se colocam em uma posição significativa, que vão além da delegação de tarefas e cobrança de resultados. 

    Eles devem entender quando um funcionário precisa sair para uma consulta urologista, pois trata-se da saúde de um colaborador, e o quanto isso é importante para a própria empresa.

    Os líderes devem ter empatia e trabalhar de forma positivista. Para esse profissional, o crescimento de um profissional, mesmo que de forma individual, pode ser satisfatório quando pensado de forma coletiva, e para a própria empresa que conta com pessoas capacitadas.

    Quanto maior a produtividade, o atendimento ao cliente de qualidade, melhor para todos os envolvidos. Até mesmo a bonificação pode servir como estímulo que pode ser apontado pelos líderes para cada equipe que administra.

    Parcerias empresariais visam melhoria conjunta

    Os fornecedores de bens de consumo intermediário devem estar alinhados com os clientes, mantendo uma mesma sintonia em relação à qualidade e eficiência na entrega de matéria-prima.

    Uma loja que trabalha com um lucro menor sobre o preço tubulação de cobre para ar condicionado pode se tornar a parceira ideal de uma construtora ou incorporadora imobiliária. 

    É preciso um alinhamento entre as empresas para que possam atender o cliente final de maneira apropriada, para que todos saiam ganhando ao final de um projeto ou a partir de uma reforma no setor da construção civil. 

    Nesse quesito, os profissionais responsáveis pelo setor de Gente e Gestão de cada empresa devem trabalhar em conjunto, para que tudo funcione de maneira plena.

    Um restaurante que tenha a necessidade de um serviço de desratização 24 horas precisa contar com um fornecedor que tenha funcionários com expertise no trato com esse modelo de estabelecimento comercial.

    As parcerias empresariais podem ser ajustadas com o tempo, sendo adaptadas, inseridas ou contratadas em forma de terceirização. Porém, o treinamento deve ficar sob a responsabilidade da equipe de Gente e Gestão que decide sobre as melhorias que podem ser empregadas. 

    Conclusão

    Por se tratar de um setor mais estratégico quando comparado às responsabilidades tradicionais do RH, os profissionais que estão atuando na área de Gente e Gestão estão atentos para as capacidades específicas e únicas de cada candidato ou funcionário.

    As estratégias aplicadas para a formação de equipes produtivas e eficientes se tornam ainda mais evidentes quando há uma união uniforme dentro de cada setor da organização ou empresa.

    Sendo assim, quem trabalha com Gente e Gestão precisa estar atento não só na vida profissional de cada colaborador, mas também ter uma percepção sobre questões pessoais. Tudo isso de maneira estratégica e com mais humanidade.

    Por fim, a tecnologia pode ser grande aliada do setor de Gente e Gestão, promovendo uma estrutura permanente dentro das organizações desde a seleção inicial, o recrutamento, o treinamento e a contratação de todo e qualquer profissional.

    Isso pode ser em uma equipe que trabalha em uma empresa que constroi piscina, ou em um escritório de arquitetura e engenharia que desenvolve esse tipo de projeto.

    Com isso, a evolução se ajusta a um setor tão importante dentro de qualquer empresa, para que as finalidades propostas corporativas sejam colocadas em prática de maneira apropriada. 

    Sempre atendendo a pontos cruciais de uma empresa, com foco na missão, nos valores, nas metas e objetivos traçados ao longo do tempo.

    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

    Compartilhe:
    Compartilhar no facebook
    Compartilhar no twitter
    Compartilhar no linkedin
    Compartilhar no pinterest
    Compartilhar no tumblr
    Compartilhar no whatsapp

    publicidade

    social

    publicidade