Michael Campos

Fatos sobre o WordPress

Guia de Investimento
Guia de Investimento

Entre para nossa lista e receba
conteúdos exclusivos em primeira mão!

    Uma poderosa estratégia de software é o WordPress, afinal, é uma ferramenta excelente para a criação de sites, sendo, atualmente, a mais utilizada. Isso se comprova ainda mais, quando pensamos que ele está por trás dos principais sites do mundo. 

    Primeiramente, é de extrema importância compreender o que é esse mecanismo. Ele é um software online que pode ser utilizado para a criação de um site e possui código aberto. Fora isso, ele é grátis para a realização de seu download e instalação. 

    Por exemplo, essa plataforma pode ser utilizada por uma empresa de sistema de gestão de frotas que deseja criar um site próprio. Seu sucesso é tamanho, porque ele é prático, poderoso e acessível como um sistema de controle de conteúdo destinado a websites. 

    Informações importantes sobre a ferramenta

    Para haver ganho de conhecimento sobre essa ferramenta e entender o seu sucesso, desenvolvimento e criação, serão listados fatos importantes sobre o WordPress. Entre os principais pontos estão:

    • O mecanismo alimenta 32% da internet;
    • É responsável por gerenciar 75 milhões de sites;
    • Sua primeira versão foi lançada em 2003;
    • Foi criado como uma organização sem fins lucrativos;
    • Não possui um CEO, diretor executivo;
    • O projeto segue pela ajuda de desenvolvedores voluntários; 
    • Possui 1,48 bilhões de downloads totais;
    • Em 2016 teve um aumento de 48% de plugins;
    • Os blogs WordPress estão presentes em diversas instituições educacionais;
    • Há 54 mil plugins grátis para WordPress;
    • Todos os dias são adicionados novos plugins;
    • Em 2005, a plataforma inseriu os temas na plataforma;
    • Todo ano são lançados temas padrão;
    • Existem duas versões de WordPress.

    Ou seja, existem diversos tópicos que comprovam a popularidade e o crescimento da ferramenta que é o WordPress. Por isso, listamos alguns pontos de extrema importância, confira:

    A criação dele

    Inicialmente, a criação do WordPress foi realizada por 2 fundadores: Matt Mullenweg e Mike Little. Eles iniciaram esse processo quando tiveram um software destinado à criação de sites que foi descontinuado. 

    Então, eles decidiram criar uma plataforma mais pessoal e elegante, que poderia ser utilizada e atualizada por todos, bem como que seria gratuita. Contudo, o projeto inicial ainda era muito baseado no software que saiu de uso. 

    A ideia acabou surgindo em meio à necessidade, assim como aconteceu com a criação do exaustor para espaço confinado, em que as pessoas precisaram para garantir a qualidade do ambiente. 

    Suporte às causas

    Após casos de privação de liberdade de expressão no Brasil entre os anos de 2006 e 2008, quando plataformas de vídeo proibiram a exibição de certos materiais, foi expedida uma ordem judicial para bloquear um site.

    Com isso, a empresa WordPress apoiou a causa da comunidade e explicou as consequências dessa ação para todos os usuários. Graças a essa ação de apoio à liberdade de expressão, esse ato se disseminou para outros países. 

    Dessa forma, é possível perceber como a plataforma é engajada em apoiar todos os seus usuários e pessoas que precisam dela para continuar seus trabalhos.

    Esse tópico acabou se tornando muito importante nos últimos tempos, com o engajamento em tópicos ambientais e políticos, como a necessidade por adoção da sustentabilidade ou renovação de licença ambiental por parte das empresas. 

    Relação com a cultura pop

    Como o sucesso do WordPress é tão grande, a plataforma já foi citada em seriados de televisão, como a série americana “Orange is the new black” e pela cantora Lily Allen através da letra de uma de suas músicas. 

    Além disso, a banda “Rolling Stones” também foi rendida por ele, fora as produtoras das séries “Breaking Bad” e “Mad Max”.

    Celebridade utilizou

    José Saramago que ficou muito conhecido e ganhou o Prêmio Nobel em Literatura chegou a criar dois blogs utilizando o WordPress antes de falecer no ano de 2010. Foi o seu espaço para escrever sobre experiências que viveu e assuntos políticos também.

    Com isso, ele ajudou a validar o uso de websites, os blogs, como uma maneira de se expressar literariamente. Esse ponto foi muito importante para o desenvolvimento da ferramenta, porque quando uma celebridade utiliza, ela ganha credibilidade e público.

    Por exemplo, se uma empresa de engenharia elétrica tiver como consumidor um famoso, seus fãs terão conhecimento sobre a marca e poderão passar a adotá-la, uma vez que confia no que seu ídolo consome. 

    Conheça quais são os tipos de WordPress

    Como foi listado acima, existem duas versões do WordPress, sendo elas o WordPress.com e o WordPress.org. Na verdade, eles são plataformas totalmente diferentes, que possuem apenas o nome em comum. 

    Por isso, serão destacadas as diferenças entre esses tipos, sendo:

    WordPress.com

    No caso do WordPress.com há uma referência maior ao serviço de blogs. Por meio dele, há acesso a uma atualização customizada do software em geral. 

    Ele oferece um serviço que vai além do software destinado a blogs, disponibilizando diversos planos, de diferentes preços, desde gratuitos até a valores mais altos. 

    Ou seja, além de possibilitar a criação de blogs, ele disponibiliza a utilização de ferramentas mais especializadas, como as destinadas às empresas de contabilidade especializadas. 

    Para utilizá-lo para criar um site, ele exige que seja criada uma conta gratuita, ganhando acesso a um painel de controle, permitindo um gerenciamento da conta e dos sites que foram criados com a plataforma. 

    Depois disso, ele disponibiliza que o usuário tenha acesso aos seus resultados e estatísticas. Com isso, há um início da publicação de conteúdos pelo próprio site, com seções mais sinalizadas. 

    Esse ponto é muito importante, porque, por exemplo, se uma empresa de pintura de fachadas decide criar um blog, ela consegue compreender as estratégias que não estão trazendo resultados, podendo mudá-las. 

    Ou seja, criar um conteúdo para o seu site é um passo que não é difícil, mesmo para iniciantes, levando poucos minutos se for de nível básico. 

    Essa versão da plataforma tem o grande destaque em relação à configuração inicial, pois é um pouco mais fácil. Contudo, depois, para o uso normal, ambos têm uma utilização bem similar. 

    Graças à utilização de plugins, é possível incluir qualquer tipo de funcionalidade que o usuário desejar, sem exigir um conhecimento prévio de programação ou necessitar a contratação de algum profissional especialista no assunto. 

    Em relação aos plugins disponíveis, para ambas as versões estão disponíveis os mesmos tipos. Contudo, essa versão não deixa o usuário instalar nenhum plugin, obrigando-o a contratar um plano pago, no caso, o Business. 

    Essa versão pode ser muito favorável nesse quesito quando o usuário já tiver experiência, pois há a possibilidade de criação de temas e plugins próprios, além de ter a possibilidade de adaptar os existentes de acordo com os desejos de cada um. 

    WordPress.org

    Essa plataforma é responsável por hospedar a atualização que tem o código aberto, o conhecido CMS, que significa Sistema de Gerenciamento de Conteúdo. 

    Isso é, ela está relacionada a um programa destinado a ajudar o usuário na criação de sites e no gerenciamento do conteúdo, mais especificamente focada em blogs, mas que, nos dias de hoje, pode se destinar a qualquer espécie de site. 

    Para criar um site por essa plataforma, primeiramente, é preciso achar uma empresa para hospedagem do seu site. Então, é necessário acrescentar um passo a criação do site em relação ao do tipo WordPress.com. 

    Além disso, esse passo pode ser considerado um benefício, pois não faz com que o site fique preso a apenas um serviço. 

    Quando surge o painel de controle, ele possui mais opções, o que pode ser muitos acréscimos, mas também pode ser mais complicado para se acostumar, mas em relação à publicação de conteúdo, é um passo bem simples. 

    Para essa versão, em relação aos plugins, não há nenhuma limitação. A partir do momento que o usuário utiliza o site online, ele está liberado para instalar todos os plugins que desejar. Essa mesma situação acontece com os temas. 

    Dessa forma, uma empresa especializada corte a laser metal SP, por exemplo, consegue customizar seu blog de acordo com diversas opções de temas, ajudando a criar uma imagem da marca. 

    Em relação aos números, essa versão acaba se destacando por conta da personalização, pois há grande liberdade para usar qualquer dessas ferramentas, facilitando a criação dos sites. 

    A utilização da plataforma não exige gastos, mas, para que o usuário consiga criar o seu site, ele precisa pagar por um domínio e um plano para hospedagem do site. Esses valores podendo gerar em torno de 10 reais.  

    Conclusão

    Utilizar o WordPress se tornou cada vez mais comum entre as empresas que precisam criar sites ou blogs, possui diversas características desde sua criação até a atualização de usuários e adeptos. 

    Utilizá-lo pode ser benéfico para qualquer tipo de instituição e função, seja uma empresa especializada em tecnologia ou em um sistema para restaurante

    Ademais, existe mais de um tipo de plataforma do WordPress, com grandes diferenças entre um e outro, garantindo que sejam acessadas por diversos gostos, de acordo com os conhecimentos prévios de cada usuário, permitindo experiências personalizadas. 

    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

    Compartilhe:
    Compartilhar no facebook
    Compartilhar no twitter
    Compartilhar no linkedin
    Compartilhar no pinterest
    Compartilhar no tumblr
    Compartilhar no whatsapp