Michael Campos

Erros comuns de SEO que devem ser evitados

Guia de Investimento
Guia de Investimento

Entre para nossa lista e receba
conteúdos exclusivos em primeira mão!

    Compartilhe

    Você sabe quais são os erros comuns de SEO e como pode evitá-los? Para marcas e empresas online que desejam obter um melhor crescimento com o marketing de pesquisa, ir a todo vapor no SEO pode ser tentador, mas pode levar a resultados ruins se não for cuidadoso.

    Esteja você tentando otimizar seu site pela primeira vez, ou tentando diagnosticar por que sua estratégia não está funcionando, é importante fazer uma análise para identificar os erros principais com essa questão.

    Isso serve tanto para empresas que realizam uma instalação de ar condicionado central, como para empresas de qualquer outro nicho. Isso porque seus clientes podem estar procurando os produtos e serviços que você oferece, mas não encontrarão você caso esteja implementando estratégia errada. 

    Continue lendo para descobrir como evitar os erros comuns de SEO que causam esses problemas e garantir que sua empresa possa ser encontrada online.

    Criar um site sem considerar SEO

    Esse é um dos erros mais comuns: não começar pela base. Ou seja, não construir um site adequado para SEO.

    Seja uma pequena empresa de equipamentos audiovisuais ou uma loja de artigos de festa que queira se posicionar na internet, é essencial não utilizar uma versão muito atrasada.

    Ou seja, é bem melhor pagar a mais para um bom desenvolvedor especialista em SEO do que utilizar sites gratuitos ou fazer sites inadequados para as últimas atualizações do Google.

    É importante que desde o início seja esclarecido que, para conseguir tráfego e clientes para alavancar qualquer empresa online, o empreendedor deve implementar o SEO no seu site.

    Independentemente de onde você está construindo seu site, você precisa tornar o SEO uma parte essencial de sua estratégia de marketing digital o mais rápido possível. Desta forma, cada nova página criada será automaticamente otimizada para SEO.

    Não usar dados do Google Analytics

    O Google Analytics é o site mais completo para fornecer informações sobre interações dos usuários em qualquer site e em qualquer negócio. Seja uma empresa de automação de processos industriais, até em uma empresa provedora de internet, por exemplo.

    Ou seja, com o Google Analytics, os profissionais de marketing podem ver de onde vem o tráfego, rastrear conversões, ver como os usuários interagem com o site e ver quais páginas são mais populares em qualquer nicho.

    Sem o Analytics, será muito mais difícil executar uma campanha de SEO eficaz ou acompanhar os resultados ao longo do tempo.

    O Analytics permite que os especialistas em SEO vejam quais páginas estão com desempenho insatisfatório e quais páginas estão começando a se sair bem.

    Se você não estiver usando o Google Analytics, poderá cometer o erro de otimizar novamente as páginas que não precisam de SEO, ou mesmo não otimizar as páginas que precisam de SEO.

    Portanto, considere essa poderosa ferramenta como uma das principais em seu negócio, a fim de obter bons resultados.

    Configuração incorreta do código de acompanhamento

    Para garantir que seu Google Analytics esteja coletando dados com precisão, verifique se ele está instalado corretamente.

    Infelizmente, um dos erros mais comuns de SEO é adicionar o código de rastreamento no local errado, instalar vários códigos de rastreamento, adicionar um código personalizado que não funciona corretamente ou configurar filtros personalizados que podem alterar demais seus dados.

    É algo que pode acontecer com qualquer site de qualquer nicho, como um site de adequação de máquinas e equipamentos, por exemplo.

    Nesse sentido, a prática recomendada é instalar o código de acompanhamento seguindo as instruções do Google, bem como verificar se ele está com a tag de abertura (o “<head>”) e configurá-lo usando o código padrão fornecido pelo Google Analytics.

    Outra boa prática é manter uma propriedade padrão no Analytics que não seja filtrada, para que você sempre tenha dados puros à mão.

    Só focar no tamanho do conteúdo

    Outro erro bastante comum de SEO é causado pelo uso excessivo de palavras. É sempre melhor ter menos conteúdo, mas que estejam todos adequados para SEO, do que ter muitos conteúdos inadequados ou que não respondam às dúvidas dos usuários.

    Às vezes um conteúdo tem 2.000 palavras, mas não tem outros aspectos cruciais de SEO e nem responde as dúvidas dos termos de pesquisa para os quais os usuários desejam uma resposta completa a uma consulta, como conteúdo educacional.

    Para exemplificar, o melhor resultado para o termo de pesquisa “balões infláveis para propaganda” provavelmente não é uma página que contenha 2.000 palavras, já que as pessoas que querem comprar balões infláveis não estão interessadas em ler artigos longos.

    Elas querem simplesmente comprar o mais rápido possível, então a escolha mais possível desse usuário será uma loja de artigos de festa mais próxima com uma boa estratégia de SEO local e um sistema de e-commerce bem configurado.

    O conteúdo de SEO em suas páginas deve atender às preferências do grupo específico de pessoas que está segmentando.

    Como por exemplo, um site de aluguel de impressoras para gráfica tem seu público específico que busca informações sobre os detalhes técnicos das melhores impressoras do mercado. No entanto, isso não significa que o conteúdo longo é o mais adequado.

    Além disso, esse erro comum causado por essa mentalidade de “mais conteúdo é sempre melhor” traz diversos malefícios ao seu site como:

    • Criar conteúdo duplicado;
    • Postar várias versões de um artigo;
    • Segmentar muito as mesmas palavras-chave;
    • Limitar severamente as possibilidades de classificação dessas páginas.

    Portanto, é vital ter um plano de conteúdo de SEO que inclua ideias de conteúdo atuais e futuras, bem como metas de palavras-chave. Isso ajudará a garantir que você não tenha problemas de conteúdo duplicado ou aborde acidentalmente o mesmo tópico várias vezes.

    Afinal, conteúdo raso, conteúdo de baixo valor, conteúdo roubado e conteúdo gerado automaticamente são todos grandes erros de SEO que precisam ser evitados. Isso pode até levar a uma penalidade do Google.

    Postagens sem estratégias de palavras-chave

    Outro erro bastante comum dos proprietários de sites é focar em ter uma grande quantidade de conteúdos em tempo recorde, gerando postagens apressadas e sem as devidas revisões.

    Ou seja, muitos estão só preocupados em gerar conteúdos e não o tempo necessário para adequar as meta tags, meta título e descrição, e meta conteúdo, imagem destacada com as devidas configurações, etc.

    Ou seja, eles pulam etapas e não proporcionam um conteúdo realmente adequado para SEO. Isso prejudica bastante o andamento de todo conteúdo do site.

    Portanto, é crucial fazer um planejamento de produção de conteúdo e adequar ele todo com todas as práticas recomendadas para SEO. Isso garantirá que as tags que você postar criem os anúncios mais atraentes possíveis na página de resultados.

    Pouco ou nenhum conteúdo 

    Se o excesso de conteúdo causa problemas, o contrário também é verdadeiro. Ou seja, criar pouco conteúdo, postar uma vez a cada mês é um grande erro. E não apenas um dos erros de SEO mais comuns, mas também um dos piores.

    “O conteúdo é rei” é uma frase que você provavelmente já ouviu várias vezes se passou algum tempo pesquisando estratégias eficazes de SEO. Isso porque é verdade.

    Páginas com pouco ou nenhum conteúdo tornam difícil para os mecanismos de pesquisa entender sobre o que é a página e não têm lugar para segmentar palavras-chave importantes.

    Este é um erro comum em SEO que acontece com mais frequência em páginas de produtos/serviços, como blogs de produtos para tratamento de água, por exemplo.

    A quantidade de conteúdo que seu site precisa ser pelo menos constante, nem que seja 1 por dia ou 1 a cada dois dias.

    Então, por que o conteúdo é tão importante? Um conteúdo bem construído pode melhorar seu SEO e fornecer a base para outras formas de marketing digital.

    O conteúdo pode melhorar o tráfego de entrada, ajudar a aumentar seus backlinks, levar a melhores compartilhamentos de mídia social e muito mais!

    Conteúdo com excesso de palavras-chave

    É certo que as palavras-chaves são cruciais na estratégia de conteúdo SEO. E sim, já houve um tempo em que o Google considerava o uso de muitas palavras-chave, e essa tática costumava funcionar. No entanto, o Google mudou seu algoritmo, afinal ele sempre está em mudanças.

    Agora, o uso excessivo de palavras-chave pode ser um grande erro, e divulgar o aparecimento nas páginas de pesquisas. Isso porque pode ser considerado como spam e cria uma experiência de usuário ruim.

    Em vez de concentrar sua energia em colocar o maior número possível de palavras-chave de de alto tráfego em seu conteúdo, escreva algo exclusivo e naturalmente escrito que seja útil para seu público-alvo.

    Portanto, segmente as palavras-chave relevantes para seu negócio. Ou seja, se você está inserido no contexto de empresas de manutenção elétrica industrial, por exemplo, foque nas palavras-chave mais comuns a esse setor, mas não exagere.

    Essas dicas servem para todos os negócios e segmentos, então não hesite em implementá-las na sua empresa para conseguir resultados melhores com as suas páginas na internet.

     

    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

    Compartilhe:

    publicidade

    social

    publicidade