Michael Campos

Entenda o que é merchandising e como aplicá-lo

Guia de Investimento
Guia de Investimento

Entre para nossa lista e receba
conteúdos exclusivos em primeira mão!

    Compartilhe

    Com o aumento da competitividade a aplicação de estratégias de marketing se tornou uma prática muito comum entre as empresas que buscam estar em uma posição mais favorável. O merchandising, por sua vez, é uma ótima opção para a busca de resultados melhores. 

    Pelo fato dos gestores estarem optando cada vez mais pelo merchandising, se torna necessário tratar sobre a estratégia que é capaz de atingir grandes resultados. 

    Inicialmente, o merchandising se popularizou no século XIX, e desde então tem um espaço muito significativo dentro e fora dos pontos de venda, além de deixar a empresa cada vez mais próxima das relações que podem ser construídas na internet. 

    Para que você possa entender melhor como o merchandising consegue ser tão útil para um negócio, primeiramente iremos explicar o seu conceito.

    O que é o merchandising?

    O termo Merchandising vem de origem francesa, e o seu significado é próximo de “negociação de mercadoria”. No geral, consiste em um conjunto de estratégias de marketing para promover um determinado produto. 

    Trata-se de uma série de ações que podem ser usadas até mesmo dentro de uma empresa envelopamento de veículos, considerando que a prática vem sendo usada por muitas pessoas que buscam modificar seus carros para ter um visual mais diferenciado. 

    Vale dizer que o principal objetivo das estratégias de merchandising é aumentar as vendas da empresa, e buscar a atração de um volume cada vez maior de clientes. 

    Portanto, podemos considerar que o merchandising é uma estratégia capaz de gerar lucros e persuadir leads. 

    Todos esses benefícios são buscados por empresas que querem estar em uma posição mais favorável no segmento, ou seja, uma assessoria financeira online, por exemplo, pode optar pelo merchandising para melhorar seus resultados. 

    A grande vantagem do merchandising é estar presentes em locais de maneira natural, já que a clareza de que aquilo se trata de uma estratégia passa, na maioria das vezes, despercebida pelos consumidores de uma empresa. 

    Quando uma empresa consegue chamar a atenção do cliente, seja por meio de rótulos para industria ou por banners pela cidade, as chances do consumidor começar a criar uma relação com a marca se tornam ainda maiores. 

    É necessário dizer também que o merchandising deve ser aplicado para que a solução do seu produto seja percebida de maneira mais eficiente, clara e interessante pelos clientes, diferenciando-se das demais empresas que vendem o mesmo tipo de produto. 

    Imagine, por exemplo, uma assessoria contábil para abertura de empresa que, mesmo que execute todas as suas atividades de maneira eficiente, não investe em alternativas para mostrar ao público como os seus serviços podem ser úteis. 

    Por conta disso, naturalmente a empresa estará perdendo um grande número de lucratividade, pois seus potenciais clientes não saberão onde encontrar o seu produto ou serviço. 

    Até aqui, você já pode entender como o merchandising consegue ser tão interessante para um negócio. Mas, qual a sua real importância dentro do mundo empresarial? Entenda mais:

    Importância do merchandising

    Qualquer empresa que se preocupa com a experiência do cliente no ponto de venda, deve priorizar a adoção do merchandising como uma de suas estratégias. 

    Imagine uma pessoa que busca alugar galpão para expandir o seu negócio, naturalmente, ela busca por um bom negócio e um atendimento que possa sanar todas as suas dúvidas. 

    Logo, quando ela obtiver uma boa experiência de compra, a expectativa é que a locação seja feita. Isso porque a estratégia tem um conjunto de ações que se mostra como o principal meio de comunicação, na hora de melhorar o posicionamento da empresa. 

    Contudo, encontrar a abordagem correta pode se tornar uma das tarefas mais difíceis que uma organização pode desempenhar. Inicialmente, é preciso ter em mente que a fidelização do cliente costuma ser impulsionado por uma boa estratégia de comunicação visual. 

    Na prática, ter uma base de clientes para uma empresa de serviço de entrega de encomendas, por exemplo, é essencial para que os números possam ser mantidos sempre no topo. 

    A busca pelos resultados satisfatórios, é um processo que deve ser monitorado diariamente. 

    Dentro desse contexto, as táticas de exposição dos produtos vão muito além das exposições tradicionais, e são traçadas de acordo com o contexto do serviço oferecido. 

    Logo no início, podemos perceber a importância do merchandising quando a estratégia é capaz de expor marcas ou serviços em diversos locais. Ou seja, uma empresa que presta suporte técnico em TI, quando está bem localizada, pode conseguir inúmeros clientes.

    Por outro lado, a empresa também pode expor de maneira estratégica seus produtos para mostrar o conceito da companhia. As opções, para esse objetivo, são imensas, como por exemplo:

    • Ponta de gôndola;
    • Ilhas;
    • Balcões de demonstração;
    • Vitrines.

    Pode parecer óbvio para alguns gestores, mas reforçar que a escolha estratégica do local para expor os produtos pode refletir diretamente no número de mercadorias que podem ser vendidas. 

    A primeira vista pode até passar despercebido, mas cada detalhe do ponto de venda deve ser pensado de acordo com a identidade visual alinhada ao conceito do negócio. 

    Ou seja, uma empresa de gestão de documentos deve considerar o merchandising como um recurso capaz de colocar o negócio em lugares mais competitivos dentro do segmento. 

    A disposição dos produtos e serviços oferecidos precisa estar harmoniosa, para que o cliente se sinta confortável dentro dos elementos usados para compor a decoração. 

    Um fator que é importante levar para qualquer estratégia, é que a atenção do comprador não será tomada usando, necessariamente, uma guerra de luzes ou peças fluorescentes. 

    O método mais eficiente é desenvolver algo que crie uma identificação imediata com o seu público-alvo, e que preferencialmente agregue um valor significativo nos produtos da empresa. 

    A estratégia do merchandising também é capaz de aumentar o engajamento do cliente, através das técnicas visuais. Consultar a reputação que uma empresa tem na internet, já se tornou um costume para os consumidores. 

    As empresas que não se preocupam com a sua reputação dentro do mundo digital, bem provavelmente podem estar perdendo vendas. Por esse motivo, as lojas físicas têm a vantagem de conseguir clientes que têm o sentimento de compra compulsiva. 

    A sensação da compra compulsiva, pode ser resumida naquele consumidor que não pensa muito em levar um produto. 

    Mesmo com o aumento de lojas virtuais na internet, muitas pessoas ainda preferem ir no estabelecimento pessoalmente para fazerem suas devidas compras, e isso faz toda diferença no processo de fidelização. 

    Com um acompanhamento rigoroso do marketing, você consegue mensurar o retorno de cada ação e estabelecer processos integrados ao longo do prazo. 

    Agrupe as mercadorias por categorias

    Tenha em mente que, não faz sentido colocar produtos de limpeza próximos aos itens alimentícios. 

    Procure agrupar os produtos pelas suas categorias, e crie uma ligação entre mercadorias que sejam relacionadas. Portanto, no geral, o merchandising pode ser aplicado através da:

    • Precificação dos produtos;
    • Não deixar as prateleiras vazias;
    • Saber onde colocar os produtos;
    • Vender produtos específicos.

    Por fim, iremos citar quais são os tipos de merchandising que você pode usar no seu negócio. 

    Quais são os tipos de merchandising?

    Dentro do merchandising, há vários tipos que precisam ser estudados para que, ao aplicar, o gestor saiba qual faz mais sentido com o seu negócio. 

    Visual

    Como já é de se esperar, o visual merchandising se refere a identidade visível da marca. Isso inclui a logo, as cores que compõem os produtos, e os elementos que é capaz de identificar a companhia. 

    Editorial

    Dentre todos os tipos, o editorial é o mais antigo, contudo, a sua aplicação aumentou significativamente com o passar dos anos. Trata-se da inserção dos produtos com produções cinematográficas. 

    No ponto de venda

    No ponto de venda, o merchandising se refere às estratégias usadas dentro de um local de vendas, para que certos produtos possam ser promovidos, tanto de forma direta ou de forma persuasiva, visando chamar a atenção através de ações do próprio merchandising. 

    Varejo 

    Já o merchandising de varejo costuma ser usado para oferecer uma compra vantajosa para o consumidor. 

    Esse tipo de estratégia pode ser percebida em diversas situações, principalmente nos casos em que o cliente é persuadido a comprar para, posteriormente receber um benefício por isso. 

    Nesse caso, podemos destacar: promoção de um produto, a possibilidade de concorrer a um sorteio ao comprar um produto, ganhar um brinde se levar uma mercadoria, oferecimento de cupons e amostras grátis. 

    Digital

    Por fim, temos a estratégia digital, que é a mais comum de ser vista no dia a dia, pelo fato de estar presente em todas as partes da internet e em diversas redes sociais. Trata-se de menções sutis de uma marca dentro de um espaço digital. 

     

    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

    Compartilhe:

    publicidade

    social

    publicidade