Michael Campos

Dashboard de vendas: saiba o que é e quais são as vantagens

Guia de Investimento
Guia de Investimento

Entre para nossa lista e receba
conteúdos exclusivos em primeira mão!

    Compartilhe

    Otimizar dados e a velocidade de qualquer processo é o que diversas empresas buscam constantemente e, seja para melhor visualizar os resultados obtidos ou até mesmo para fazer uma análise mais apurada, um dashboard de vendas se faz necessário.

    Mesmo que essa seja uma tática utilizada por empresas ao longo dos anos, com o passar dos últimos tempos e com o meio digital cada vez mais dentro de nossas vidas, ele se tornou fundamental para negócios que desejam se expandir em seu segmento.

    Portanto, o texto de hoje irá melhor contextualizar os conceitos desse dashboard e como ele pode ser extremamente impactante para sua marca, explorando as vantagens de aplicação assim como as métricas e dados necessários para utilização do mesmo.

    Desde uma empresa de exame demissional até mesmo uma grande logística, o meio digital mudou todas e é muito difícil de imaginar como as empresas lidavam com tantas informações simultâneas a alguns anos atrás.

    Principalmente quando falamos dos departamentos de vendas e de marketing onde é preciso chamar a atenção do cliente o tempo todo e convencê-lo de que o produto é bom e que pode causar um bem-estar ao usuário. De fato, é um desafio.

    Para isso, a utilização de dashboards de vendas se fazem necessários por diferentes motivos e, mesmo com o auxílio de um software para gestão de franquias, ainda é possível que alguns obstáculos se mostrem no caminho, precisando de um grande poder de análise.

    De forma simples e bastante direta, em uma tradução para a nossa língua, dashboard nada mais é do que um painel de controle com diversas informações importantes de determinada área e, no caso do texto de hoje, o foco é o segmento de vendas.

    Seu objetivo é mostrá-las de maneira visual para rápidas análises e conferências, sendo atualizado sempre que novas informações surgem, deixando os responsáveis da área por dentro de tudo que está acontecendo com sua distribuidora de carnes nobres, por exemplo.

    Pode-se dizer então que o maior atrativo do dashboard de vendas é a atualização em tempo real junto de uma consulta rápida e simples para se dar um parâmetro sobre como está a situação de determinado assunto naquele momento.

    Porém, é preciso saber mais a fundo, como as métricas utilizadas, benefícios a serem usufruídos e principais pontos de atenção que todo gestor e toda marca devem levar sempre em consideração.

    Os tópicos a seguir abordarão tais métricas, além de explorar melhor o impacto que os dashboards causam no mercado, provando que mesmo fabricantes de lacres de segurança precisam investir cada vez mais nesse tipo de método.

    Métricas do dashboard

    Podemos dizer que métricas são alguns indicadores que trazem informações relevantes para os analistas. É através deles que se sabe o que a empresa pode continuar fazendo para manter o sucesso ou o que precisa ser mudado para não tomar prejuízo.

    Um dashboard de vendas pode apresentar os mais variados dados para que as métricas continuem sendo bem utilizadas, por exemplo:

    • Vendas por regiões de atuação;
    • Crescimento no lucro dos produtos;
    • Aumento no número de clientes;
    • Performance do produto;
    • Taxa de conversão de leads.

    Claro que isso pode variar muito do tipo de empresa que estamos falando, afinal, o jeito que um fornecedor de seringas trabalha é bem diferente da maneira que uma loja vendedora de perfumes aplicará suas estratégias e métodos.

    Mas as métricas, os indicadores mais usados normalmente são os mais chamativos, como o número total de vendas de uma campanha, os produtos e serviços que mais foram vendidos ao longo dela e até mesmo o ticket médio por cliente.

    Outras que também são muito utilizadas para o acompanhamento do dashboard de vendas é o percentual de meta alcançado, seja ela planejada para o mês ou para o ano. 

    Esses indicadores permitem coletar uma série de dados que influenciam diretamente nas estratégias e práticas que a empresa utilizará.

    Benefícios usufruídos

    Seja uma empresa que cuida do gerenciamento de frota agrícola de outra marca ou até mesmo a que oferece serviços de limpeza, para investir tempo e dinheiro em algo assim, é preciso que algumas vantagens sejam usufruídas, caso contrário não valeria a pena.

    Sendo assim, os tópicos a seguir reúnem alguns desses benefícios que podem servir como incentivo para se aprofundar cada vez mais nos dashboards de vendas. Sem mais delongas, confira.

    Decisões assertivas

    Mesmo que a decisão a ser tomada envolve declaração de importação e os seus benefícios, é muito mais vantajoso para a empresa quando ela tem certeza do sucesso ou ao menos sabe que as consequências da decisão são muito claras.

    Empresas investem muito dinheiro em possibilidades, em probabilidades e chances de se ter sucesso com determinado negócio e nenhuma delas quer ver o dinheiro ir embora sem o retorno almejado ou pelo menos que pague o que foi ali injetado.

    Portanto, o dashboard de vendas ajuda e muito a se tomar decisões mais assertivas, principalmente pelo fator de atualizações periódicas e em tempo real, fazendo com que o seu serviço especializado em segurança do trabalho realmente consiga cada vez mais espaço dentro do seu segmento de mercado.

    Acesso a informações

    Se tem uma coisa que é importante principalmente com o dinamismo do meio digital é o acesso rápido a informações. 

    Seja um gestor ou um vendedor, tê-las a todo momento pode moldar a forma como negociar ou administrar uma equipe, clientes ou situações específicas.

    Ler o cenário onde se está e encontrar oportunidades faz parte do bom vendedor, mas para desenvolver esse tipo de técnica e até mesmo conseguir convencer os clientes mais difíceis, é preciso de informação verdadeira e concreta.

    O simples fato de ter um painel de controle onde todas elas podem ser acessadas facilita muito o processo, impactando não somente no momento, mas ao longo do tempo, podendo aumentar a conversão de clientes e gerar também um maior número de leads.

    Equipe mais motivada

    Sabemos que a equipe de vendedores é bastante competitiva e, de uma forma ou de outra, cada pessoa busca por crescimento pessoal e saber se está conseguindo desenvolver as habilidades necessárias para o cargo e se está gerando resultados.

    Mas também, saber se a equipe como um todo está conseguindo avançar frente às dificuldades que são enfrentadas diariamente pode ajudar a motivá-los, fazendo com que se empenhem cada vez mais na causa e tentem extrair o máximo que podem oferecer.

    Se a empresa for do tipo que divide os lucros anuais, bonificando os funcionários com uma taxa do que foi ganho, isso só motiva mais ainda os colaboradores, embora não seja a única forma de conseguir incentivar alguém a fazer um trabalho cada vez melhor.

    Processos mais automatizados

    Se tem uma coisa que o mundo atual busca com cada vez mais afinco é automatizar os processos de tudo, desde o aplicativo e a forma como o cliente o usa até mesmo os próprios processos internos dentro da organização.

    Mas isso não é algo ruim, principalmente quando pensamos que tarefas mais automatizadas significam menos trabalho para os vendedores que podem otimizar o seu tempo e sua energia em conseguir converter os leads para clientes.

    Tenha em mente que isso não reduz apenas o tempo gasto em atividades manuais, mas também diminui a chance de erros da equipe, fazendo com que gerem muito mais resultados e que a empresa não se baseie em estatísticas que podem estar erradas.

    Quando lidamos com uma enorme quantidade de dados, como é o caso do meio digital nos dias de hoje, é preciso que a tecnologia aja e seja uma aliada das empresas, afinal, quanto melhor utilizá-la, mais o seu negócio conseguirá usufruir e colher bons frutos dos esforços aplicados.

    Considerações finais

    O texto de hoje mostrou o que é um dashboard de vendas e como eles são essenciais para o seu negócio, investigando as suas vantagens e como isso pode ajudar diretamente a sua organização, além de algumas métricas que precisam ser acompanhadas constantemente.

    Embora tenhamos mencionado algumas delas ao longo do texto, outras como número de visitas ao site, quantidade de oportunidades abertas, taxa de conversão de todas as etapas e número de agendas realizadas podem ser incrementadas ao processo, fazendo com que seu negócio consiga fazer um acompanhamento ainda melhor.

    Os dados a serem inseridos e coletados variam dependendo do segmento de mercado e objetivos da empresa, mas a grande maioria sempre estará relacionada à interação dos clientes com seus produtos, serviços e funcionalidades da marca.

    Sendo assim, utilize as informações disponibilizadas ao longo desse texto como orientação e estude cada vez mais sobre os dashboards de vendas que se mostram cada vez mais necessários para os dias de hoje com tantas pessoas conectadas à internet 24h por dia.

     

    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

    Compartilhe:

    publicidade

    social

    publicidade