Michael Campos

Conheça os tipos de design existente

Guia de Investimento
Guia de Investimento

Entre para nossa lista e receba
conteúdos exclusivos em primeira mão!

    Compartilhe

    Ao longo dos anos, o conceito de design se expandiu muito. Hoje, de fato, existem vários tipos de design, que se espalham para vários campos. Sem dúvidas, qualquer pessoa que queira ter sucesso online deve construir uma marca forte, o que envolve também o tipo de design correto para cada negócio.

    Para muitos, trata-se apenas de identidade visual, porém tanto o nome, o logotipo, o design, a embalagem, tudo é importante para contemplar as diretrizes visuais de uma marca.

    Logo, definir o design da marca é essencial para qualquer empresa, seja uma empresa de equipamentos audiovisuais, ou do setor logístico.

    Vamos conhecer agora os tipos de design e alguns aspectos a serem considerados na hora de criar sua marca. Confira!

    O que é design?

    O design gráfico é um vasto campo a ser estudado. Ele é a base de qualquer negócio que precisa ser denso e estruturado para se destacar no mercado, já que um dado produto ou serviço pode ser semelhante a outros existentes.

    Mas o segredo para se destacar e se tornar único em qualquer negócio, seja em uma empresa de serviço de transporte de veículos ou de produtos artesanais, está justamente nas habilidades de pesquisa de marketing para criar uma identidade, branding e design gráfico únicos.

    Ou seja, quando se fala em design, muitas vezes, principalmente para pessoas que não têm nenhum conhecimento na área, a primeira coisa que vem à mente é uma relação à imagem e estética por si só.

    E sim, obviamente o de design tem a ver com visual, com a estética e a beleza. No entanto, deve-se entender que sua importância vai além desse aspecto.

    Logo, design não é só estética ou apenas uma expressão e desenho e ilustração, ele é algo mais profundo,e tem objetivos de comunicação, experiência e valorização de uma marca.

    Por que o design é tão importante para o negócio?

    Há muitas coisas a considerar ao criar a imagem corporativa de uma nova marca ou negócio, especialmente se você deseja causar um impacto significativo e alcançar muitos clientes.

    Por exemplo, uma empresa de gerenciamento de resíduos líquidos pode se destacar não só em sua região, mas também em outros lugares.

    Ela pode ser a melhor empresa desse nicho e fazer melhorar a eficiência das empresas na gestão dos seus resíduos, no entanto ela precisa passar essa verdade em seu design, em sua comunicação visual.

    Um design bem desapropriado ou pouco elaborado irá passar uma imagem ruim da empresa, por mais que ela seja referência em sua área. Ou seja, sem dúvida o design é um dos elementos mais críticos de marketing e branding que pode chamar a atenção do público.

    Nesse sentido, o design gráfico define a personalidade empresarial e identidade corporativa. Isso inclui todo o conjunto como o logotipo, as cores e as formas visuais que melhor se adequam ao seu negócio.

    Todos esses elementos juntos formam a primeira impressão que os clientes em potencial terão da empresa. Juntos, eles formam a apresentação geral.

    Como todos já ouviram falar, a primeira impressão é a que fica. Logo, mesmo que não seja a única coisa que importa, uma primeira impressão positiva é essencial.

    Por isso, seu negócio deve ter uma imagem gráfica bem definida desde o início. Esse design deve refletir profissionalismo e compromisso.

    O processo por trás do design gráfico em marketing

    Por trás de um design existem muitos valores e ideias diferentes, que podem ser racionais ou emocionais. Por exemplo, o design gráfico pode tentar:

    • Sugerir experiências;
    • Fazer recordar memórias;
    • Estimular desejos e anseios;
    • Criar proximidade com o público;
    • Criar vantagem competitiva decisiva.

    Definitivamente podemos dizer com absoluta certeza que o design não é um luxo, o que significa que ele é algo que toda empresa deveria ter.

    Nesse sentido, o design gráfico é um elemento fundamental para que o público-alvo desperte para reconhecer o seu negócio.

    Um ponto importante a levantar é que o tamanho do seu negócio não importa, mesmo que seja uma pequena empresa de embalagens de papel cartão personalizadas, ou um empreendimento de utensílios de cozinha, por exemplo.

    Isto é, todo negócio precisa de um design específico para ser notado e criar uma imagem positiva. Um design visual robusto para sua marca ajudará grandes e pequenas empresas.

    A melhor maneira de crescer é entrar em contato com designers e profissionais de marketing, afinal o design gráfico é uma poderosa ferramenta de marketing.

    Diferentes tipos de design

    Fizemos um panorama geral sobre o que significa design e a importância dele nos negócios em geral. Então agora vamos ver os diferentes tipos de design que existem e como eles se aplicam na prática. Confira:

    Design gráfico

    O design gráfico é a disciplina que permite criar materiais visuais graças ao uso de textos, imagens e cores para comunicar melhor uma mensagem. Essa definição geral de design gráfico expressa os aspectos essenciais de um trabalho que engloba muitas habilidades.

    Logo, trabalhos visuais como cartazes, livros, anúncios, embalagens, logotipos, sinais, interfaces de usuário e sites, por exemplo, fazem parte do design gráfico.

    Design de produto

    Quando falamos em design de produto, nos referimos ao design e produção de objetos ou serviços para satisfazer uma das muitas necessidades da sociedade moderna.

    Nesse sentido, o design de produto tem a ver com a aparência de uma mercadoria, e entendemos esse termo como uma grande variedade de objetos (materiais ou intangíveis).

    Ou seja, podem ser produtos desde brinquedos infantis, até algo intangível, como negócio de serviço de antecipação de recebíveis para empresas.

    Além disso, quando falamos em design de produto, também estamos nos referindo à estética, ergonomia e funcionalidade dos objetos que são produzidos industrialmente, ou seja, o conjunto de todo o produto em si.

    Brand design

    O brand design tem como objetivo principal tornar a marca tangível e exclusiva através do estudo do nome, logotipo, cores, tipos de letra e símbolos.

    Essas ferramentas são desenvolvidas por meio verbal, papel ou digital e são a base da comunicação coordenada de uma atividade.

    Ou seja, o brand design é um processo de análise e design que utiliza imagens e gráficos para representar a identidade da empresa e transmitir mensagens ao seu público por meio de publicidade offline.

    Empresas que fazem assessoria contábil empresarial, por exemplo, podem se beneficiar bastante com essa estratégia, visto que a publicidade offline local é importante para conseguir clientes locais.

    Eco design

    O eco design é um modelo que se insere na economia circular e envolve a criação de produtos e projetos sustentáveis ​​que respeitem o meio ambiente, minimizando o impacto que têm no planeta.

    Mas é importante destacar que ecodesign não se limita a apenas fabricar produtos com materiais sustentáveis, ou seja, o conceito de eco design engloba que o produto também tenha um ciclo de vida mesmo após o término de sua finalidade.

    Nesse sentido, o eco design é aplicado a todo o ciclo de vida de um produto, desde sua concepção, projeto, produção até seu uso e descarte, e deixa clara a ideia de que a sustentabilidade não passa apenas da esfera climática, mas se estende também à esfera social e econômica.

    Pode ser aplicado em armazenagem e distribuição logística, empresas que fazem artesanatos, empresas que lutam por causas sustentáveis, etc.

    Web design

    Com cada site que você percorre, há uma equipe de web designers que trabalham para torná-lo visualmente atraente, ou seja, o termo web design se refere à experiência do usuário com interfaces e estruturas implementadas no visual dos sites.

    Todos os tipos de empresas, mesmo as dos setores industriais, como as de serviço de monitoramento ambiental, podem se beneficiar desse tipo de design. É de suma importância, principalmente hoje em dia, que as empresas estruturem um site como forma de marketing.

    Design thinking 

    Design thinking é uma abordagem à inovação baseada na capacidade de resolver problemas complexos usando uma visão criativa.

    Ou seja, ele pode ajudar as empresas a resolverem problemas organizacionais internos, realizar lançamentos de uma startup ou apoiar e tornar mais eficientes os processos de criação e distribuição de um produto e/ou serviço.

    Mas em um sentido mais amplo, pode ser usado por qualquer pessoa que tenha um problema para resolver e precise de soluções criativas para enfrentá-lo, seja em um ambiente empresarial ou pessoal.

    UX

    O UX Design (User Experience Design) inclui os processos que visam aumentar a satisfação do cliente/usuário, melhorando a facilidade de navegação e tornando a consulta das páginas web mais intuitiva.

    O termo foi difundido na década de 1990 por Donald Norman, estudioso da ciência cognitiva e da psicologia, para indicar um conjunto de aspectos relativos à interação com um produto ou serviço.

    O UX Design, portanto, “dita as regras” para a correta implementação das funções e elementos que um site ou app deve ter para atender o público (SEO, social media marketing, produção de conteúdo, entre outros).

    É, portanto, uma disciplina variada que oscila entre marketing, design, gerenciamento de projetos e psicologia.

    Com todas essas novas definições em mente, o seu negócio pode chamar muito mais a atenção dos clientes, entregando uma imagem profissional e comprometida do seu empreendimento.

     

    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

    Compartilhe:

    publicidade

    social

    publicidade