Michael Campos

Comportamento do consumidor e sua influência nos negócios

Guia de Investimento
Guia de Investimento

Entre para nossa lista e receba
conteúdos exclusivos em primeira mão!

    Para manter um negócio vivo é essencial conhecer o comportamento do consumidor, por mais instável que ele seja. Uma relação de inconsistência que acontece por causa das mudanças ocorridas na própria sociedade, vide questões políticas, econômicas, etc.

    Essa instabilidade acompanha mudanças que ocorrem no próprio mercado, que também se modifica diante dessas mesmas variáveis, e quando não o faz, precisa correr atrás, para se adaptar aos novos hábitos adotados pelo seu público consumidor.

    Ao mesmo tempo, essa variedade de comportamentos também é incentivada pelo mercado, de forma a levar um público a consumir novos produtos, diferentes lançamentos, além da necessidade de destacar a sua marca perante o seus concorrentes.

    Visando uma maior economia na aplicação das aulas em um ambiente físico, no que se exige o aluguel de um sala, o contrato dos profissionais de ensino, além de custos com a luz, cadeiras e ventiladores, uma instituição adota um curso de web design a distancia.

    Mas para que esse investimento passe a representar um valor positivo para uma companhia, ela precisa que o seu público-alvo embarque nessa nova opção de serviços ou produtos, disposto a apostar em algo diferente do que está acostumado.

    A verdade, no entanto, é de que o mercado mais reage ao público do que apresenta mudanças ao seus comportamentos, ainda mais agora com o advento da internet e dos dispositivos eletrônicos, que facilitam o processo de comunicação dos usuários.

    E com essa possibilidade maior de se conectar entre si, os usuários passam também a comentar os motivos que fizeram adotar ou abandonar uma marca, um produto ou um serviço específico, levando em conta razões pessoais ou até profissionais.

    E da mesma forma que um empresário comenta sobre os índices positivos que conquistou em sua empresa a partir da adoção de um software para controle de estoques, outro consumidor pode discorrer nas redes sobre a má-qualidade de um eletrônico em particular.

    Ambos os casos influenciarão outros usuários a adquirir ou não um certo produto, o que acaba sendo a grande razão para a competição entre empresas, que ainda precisam lidar com questões mais imprevisíveis, como a falta de interesse do público.

    Se uma audiência se mostra cada vez mais flexível, adotando comportamentos diferentes e se atualizando sobre o que mais novo está disponível no mercado, cabe às empresas saber como acompanhá-la, caso queira continuar tendo uma certa relevância com esse público.

    O papel da internet nos hábitos de consumo

    As mudanças de comportamento do consumidor não é um conceito inédito para uma empresa que atua há anos no mercado, que já conhece a necessidade de se atualizar aos métodos atuais.

    Como na contratação de empresa de consultoria contábil, que consigam identificar as melhores oportunidades financeiras do momento, assim como profissionais de comunicação, que saibam sobre os veículos que demonstram maior poder de absorção ao público.

    A maior mudança trazida pelo avanço da internet dentro da sociedade foi a velocidade com a qual esse processo de modificação é adotado por uma audiência específica, levando em conta as transformações culturais às quais ela é apresentada.

    Peças artísticas como filmes, novelas, peças de teatro e canções são responsáveis pela difusão de diversos comportamentos e desejos de consumo, levando em conta principalmente o poder do impacto visual dessas mídias.

    Não demorou para que o mercado publicitário adotasse essas estratégias, por meios de anúncios e comerciais de TV, indicando um lançamento de um produto ou uma abertura de empresa em São Paulo, sendo necessário apenas adequar o conteúdo ao canal utilizado.

    O que de fato a internet modificou nesse sentido, foi a velocidade com o qual o público adota esses novos hábitos culturais, vide o alto número de informações que percorrem nas redes sociais, em quantidades cada vez maiores e mais segmentadas.

    Da mesma forma que as marcas estão mais presentes em suas vidas, com anúncios constantes nas diversas plataformas digitais existentes ao qual o público costuma acessar, torna-se mais fácil para ele se informar sobre os seus produtos e serviços.

    Com a possibilidade comparar as ações da sua empresa com os concorrentes, levando em conta questões como preço, qualidade e o destaque social que aquele produto representa, as ações voltadas à conquista desse consumidor se tornam mais complexas.

    De modo a reagir a esse comportamento variável do consumidor, o mercado passa a trabalhar com estratégias mais aprofundadas, como o conceito de neuromarketing, trabalhando a conexão entre uma marca e o público de forma quase neural.

    E assim como o público se beneficia desse volume de informações disponíveis, a mesma coisa ocorre com o setor comercial, através dos dados voluntariamente fornecidos pelos usuários na internet.

    O conceito de Big Data, com uma quantidade imensa de informações a serem analisadas pelas empresas, pode identificar quando um usuário procura por cursos profissionalizantes online, e oferecer anúncios nesse sentido.

    Logo, se o público está modificando os seus comportamentos de maneira ágil, o mercado também deve saber como se adaptar a esse novo ritmo de compra, através das mesmas ferramentas tecnológicas que estão disponíveis para o público.

    Como captar o comportamento do consumidor moderno?

    Para se identificar as maneiras estratégias disponíveis para se conectar ao público, de acordo com o seu processo aprimorado de renovação, é preciso entender profundamente o que está por trás dessas mudanças de comportamento.

    E para compreender como funciona esse processo pessoal, e em alguns casos coletivo, de mudanças de hábitos é necessário:

    Conhecer o seu público

    Por mais variado que seja o seu público, é importante identificar o que move um indivíduo a pesquisar pelo valor de balões metalizados na internet. À primeira vista ele pode estar interessado em realizar uma festa de aniversário, ou até mesmo uma cerimônia de noivado.

    Estudar os interesses dos seus clientes, inclusive o que elevaram ao encontro da sua empresa, pode permitir identificar meios de conquistar outros usuários, de acordo com os fatores que motivaram essa primeira compra de um cliente específico.

    Mapear tendências

    Se as tendências comportamentais hoje surgem na internet, lá então é o melhor lugar para uma companhia detectar os costumes e assuntos que chamam a atenção dos usuários, de forma a adotar tais elementos à sua comunicação comercial.

    Essa acaba sendo uma forma de manter a sua marca sempre relevante, acompanhando os hábitos e temas que estão em voga com o seu público, facilitando assim a sua aproximação com ele.

    Fidelizar seus clientes

    Graças a essa mudança frequente de hábitos de consumo, torna-se cada vez mais difícil para uma marca conquistar a atenção de um cliente, sendo uma atividade de alto custo, visto as despesas com anúncios e promoções para se concluir esse processo.

    Logo, é recomendável trabalhar com a manutenção desse cliente, isso quer dizer, desenvolver estratégias para que o consumidor continue próximo a sua empresa a longo prazo, para que ele volte a consumir com frequência os seus produtos e serviços.

    Programas de fidelidade são algumas opções nesse sentido, permitindo que uma companhia consiga acompanhar de perto as mudanças de comportamento do seu público, sabendo como também se adaptar a essas atualizações.

    Identificar possíveis falhas

    Se mesmo após essas ações a sua empresa não conseguir se adaptar às mudanças de comportamento da sua principal audiência, não adianta entrar em desespero e declarar a falência do negócio, é preciso reavaliar todas as estratégias adotadas em sua empresa.

    O uso de ferramentas tecnológicas, como um sistema de gestão para bares e restaurantes, pode facilitar nesse processo de identificação sobre o que estava afastando o seu negócio dos clientes.

    Reavaliando o seu processo de venda

    Da mesma forma que uma empresa deve estar atenta aos comportamentos e hábitos de consumo do seu público, ela também precisa prestar atenção nos próprios movimentos internos da companhia, principalmente aqueles que envolvem o processo de compra.

    Algumas etapas de vendas que merecem ser avaliadas são:

    • A apresentação de uma necessidade;
    • O reconhecimento de um problema;
    • A consideração das ofertas disponíveis;
    • A decisão de compra do cliente;
    • E o processo de pós-venda.

    Todas essas fases do processo de compra, conhecidas pelos especialistas de marketing como partes de um funil de vendas, são essenciais para a otimização desses procedimentos comerciais.

    Conceitos importantes tanto para fornecedores de produtos promocionais para brinde, como para um artesão que vende suas obras em uma loja online, pois independentemente do tamanho do seu negócio, é de grande importância acompanhar o seu público.

    E no fim esse acaba sendo um dos maiores benefícios trazidos pela internet para o mercado comercial, fornecendo caminhos para melhor se conectar com a sua audiência consumidora, o que é essencial visto o seu constante processo de mudança.

     

    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

    Compartilhe:
    Compartilhar no facebook
    Compartilhar no twitter
    Compartilhar no linkedin
    Compartilhar no pinterest
    Compartilhar no tumblr
    Compartilhar no whatsapp