Michael Campos

Como sair de uma crise financeira em uma pequena empresa

Guia de Investimento
Guia de Investimento

Entre para nossa lista e receba
conteúdos exclusivos em primeira mão!

    Compartilhe

    Sair de uma crise financeira pode não ser a mais fácil das atividades, sendo necessário contar com um certo empenho para conseguir superar essa dificuldade e assim garantir um melhor rendimento em relação aos seus projetos, sejam eles pessoais ou profissionais.

    Um problema cujo nível de destaque pode afetar mesmo um mercado de grande amplitude, tal como ocorre em um período de crise associado à organização de um país inteiro, afetando assim os mais diversos tipos de negócios que podem ser ali encontrados.

    O que engloba tanto as atividades de uma empresa, como também a vida pessoal dos funcionários, todos a encontrarem na situação de uma crise uma grande dificuldade para conseguir obter rendimento necessário para arcar com suas obrigações.

    Como pode ser o caso de uma agência gráfica, que além de pagar pelos fornecedores de tinta e de papel, precisa também custear o aluguel de impressoras multifuncionais, equipamentos necessários para que essa companhia possa executar seus serviços.

    Podendo ser difícil sustentar esse negócio durante um período de instabilidade econômica, que além de prejudicar o valor de cada um dos índices citados, sendo todos essenciais para que um negócio possa funcionar de forma adequada, afeta também outros índices.

    Pois na medida em que essa crise passa a afetar a vida financeira dos seus clientes, pode se tornar difícil para um negócio contar com os pedidos frequentes que costumam ser realizados em relação aos seus clientes fidelizados.

    Até porque, em um período de crise, é comum que um consumidor administre melhor suas finanças, priorizando certos produtos e serviços, o que pode ser um desafio maior para os negócios que acabam sendo vistos como mais triviais dentro do mercado.

    Existe nesses casos a urgência em algumas empresas de adotar estratégias diferenciadas, como uma fábrica de capachos personalizados que precisa destacar ao público o valor de seus produtos para assim manter suas vendas como uma prioridade.

    Principalmente quando se trata de um negócio menor, que passa pelas mesmas dificuldades apresentadas por um período de crise, sendo preciso apenas saber como administrar seu pequeno empreendimento para que ele possa prosperar nesse cenário.

    Os desafios de um pequeno negócio

    Um grande conglomerado costuma lidar com diversas responsabilidades, envolvendo os diferentes públicos com que trabalha, o seu número amplo de fornecedores, além de muitos outros tópicos que costumam surgir na gestão desse negócio de grande porte.

    Encargos que se multiplicam na mesma medida em que uma empresa alcança novas posições no mercado, sendo preciso responder a essas responsabilidades para garantir que esse empreendimento tenha chances de prosperar ainda mais no setor comercial.

    Mas para chegar até tal posição, antes é necessário saber como administrar um negócio menor, até para garantir que ele possa alcançar esse almejado nível maior no mercado, de uma pequena empresa até se tornar um concorrente de destaque em sua área de vendas.

    Um conjunto de fatores que pode ser responsável para que um vendedor de bolos possa otimizar sua pequena banca informal, fidelizando sua audiência local até o ponto em que tal negócio possa crescer, tornando-se um pequeno empreendimento formal.

    Nesse sentido, os canais digitais vêm sendo de grande utilidade, pois facilitam uma série de processos necessários para o mercado, como no alcance de um negócio até o seu público, tudo a permitir com que diferentes empreendimentos tenham hoje a chance de atuar.

    Tal como um vendedor de produtos EPI, garantindo por meio das plataformas digitais a venda de camisas de silicone a pronta entrega, levando então tal tipo de produto até as mãos dos clientes que entrem em contato com esse negócio na rede.

    Mas se por um lado existem tamanhas oportunidades, do outro existe o desafio que podem se mostrar maiores para um negócio menor, como a existência de um período de crise capaz de trazer desafios à primeira vista como irremediáveis para essa gestão.

    Pois enquanto grandes conglomerados podem contar com toda uma rede de apoio, inclusive a presença de recursos que segurem esse negócio até a passagem desse momento de crise, negócios menores podem se mostrar mais vulneráveis nesse sentido.

    No entanto, isso não significa que uma pequena empresa não é capaz de lidar com uma possível crise, seja ela de nível interno ou externo. Pelo contrário, as suas oportunidades podem ser até mesmo maiores, tudo a depender da criatividade desse gestor.

    Adotando então ações que possam fazer com que o seu negócio de sacolas e mochilas personalizadas possa superar qualquer crise econômica, sem contar com as amarras administrativas que podem estar associadas a gestão de um empreendimento maior.

    Nesse caso, para que seja possível lidar com esse tipo de crise, é preciso estar atento a todas as possibilidades que podem ser encontradas dentro do mercado, sendo importante encontrar a origem desse problema para então saber como melhor administrá-lo.

    Isso além de muitas outras atividades que podem fazer com que uma empresa pequena consiga superar sua crise, tendo a completa capacidade de solucionar tais dificuldades, fazendo então com que esse negócio não seja impedido de prosperar por tal crise.

    Manual para pequenos negócios saírem de uma crise

    Enquanto grandes empreendimentos costumam contar com diversos setores e funcionários, todos focando no objetivo de resolver problemas associados a uma crise financeira, um negócio menor pode encontrar mais dificuldades nesse sentido.

    Mas nada que um gestor antenado não seja capaz de solucionar, dependendo apenas de sua atenção para diversos tópicos que possam estar associados ao início dessa crise, assim como a sua solução. É importante então adotar algumas ações, como:

    Diagnóstico financeiro

    Para resolver uma dívida, primeiro é preciso conhecer a sua extensão. Diante disso é preciso esclarecer quais foram todas as entradas e saídas de recurso de uma companhia, como o contrato de um serviço de corte a laser em acrílico, por exemplo.

    É necessário detalhar pagamentos voltados a área, como:

    • Fornecedores;
    • Funcionários;
    • Aluguel;
    • Contas de luz, água e internet.

    É importante ter controle sobre índices de perdas e ganhos, para com esse diagnóstico em mãos seja possível adotar as ações ideais para a prosperidade desse negócio, observando diariamente o fluxo de caixa de um projeto, esteja ele em alta ou em baixa.

    Renegociamento de dívidas

    Com o esclarecimento dessas dívidas, torna-se mais fácil para um empreendimento conseguir renegociar tais débitos, recorrendo aos serviços bancários para encontrar a melhor solução para ambos os lados envolvidos acerca de tal dívida.

    Solicitação de crédito

    Para arcar com sua crise financeira, é comum que um negócio acabe pedindo uma maior linha de crédito no mercado, no entanto é preciso ver tal ação com atenção, utilizando apenas quando necessário para acabar não ampliando ainda mais suas dívidas.

    Corte de gastos

    Com uma renda menor, é importante contar também com débitos menores, o que faz com que o processo de corte de gastos possa ser o essencial para que uma fábrica de placas fotoluminescentes controle melhor suas atividades, cortando despesas desnecessárias.

    Integrar setores

    Em certos casos é comum que uma empresa, mesmo que pequena, trabalhe com muitos setores que não se comunicam entre si. Um grande erro, ainda mais em um período de crise, onde é necessário compartilhar informações para alcançar melhores soluções.

    Como ao colocar o time de vendas e de marketing para trabalharem juntos ou até mesmo unir tais setores, mesmo que momentaneamente, para cortar alguns gastos da empresa.

    Adoção de um planejamento estratégico

    Tal ação pode ser desenvolvida inclusive a partir de um planejamento estratégico que permita a um negócio observar melhor sua posição no mercado, de forma a adotar ações que possam ser mais benéficas para os seus negócios.

    É uma maneira de ter acesso a melhores oportunidades ou até mesmo outras soluções que podem ser úteis para a melhor gestão de um negócio.

    Associação com fornecedores

    Além da relação com o público, um negócio depende também da sua associação com fornecedores, sendo importante trabalhar com empresas que negociem pelo menor custo, sem perder sua qualidade.

    Como um negócio a buscar por um bom fornecedor de adesivos personalizados de empresas, contando com esses itens para usar em suas embalagens, por exemplo.

    A partir da adoção dessas estratégias é possível para uma pequena empresa contar com chances maiores de lidar com uma possível crise financeira, permitindo assim com que tal negócio possa solucionar seus problemas e crescer dentro do seu mercado.

    É indicado contar sempre com um plano B, ou seja, uma saída já prevista para o caso de um período de crise seja capaz de se instaurar em um negócio, o que leva a importância de estudar um plano de negócio para sair de uma crise antes mesmo dela acontecer.

    Tudo a permitir que uma pequena loja de decoração, que trabalha com piso para tenda, possa aumentar a sua presença no mercado, crescendo de um pequeno negócio até se tornar um nome de destaque dentro do seu setor.

    Isso faz com que você saiba então como lidar com qualquer tipo de crise que possa afetar seus negócios.

     

    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

    Compartilhe:

    publicidade

    social

    publicidade