Michael Campos

Como combinar cores usando o círculo cromático

Guia de Investimento
Guia de Investimento

Entre para nossa lista e receba
conteúdos exclusivos em primeira mão!

    Compartilhe

    Compartilhar no facebook
    Compartilhar no twitter
    Compartilhar no linkedin
    Compartilhar no pinterest
    Compartilhar no tumblr
    Compartilhar no whatsapp

    Combinações de cores são conhecidas por serem essenciais em projetos de design, e com boas combinações podemos contrastar, harmonizá-las e iluminá-las de forma espetacular. Dessa forma, o processo é mais simples através do círculo cromático.

    Isso porque essas combinações são responsáveis por dar vida e fazer com que os projetos tenham em sua essência um impacto, bem como despertem as mais diversas sensações em quem consumir cada ação.

    Esse impacto é refletido nos mais variados negócios e empresas que consomem esse conteúdo, desde uma empresa de licenciamento ambiental até galerias de arte e outros ramos diferentes.

    Por isso, conhecer essas combinações é um dos passos importantes para que seu projeto tenha sucesso, garantido através de cada ação realizada o despertar de sensações e a melhor forma de ter um ótimo projeto visual.

    Para simplificar esse processo, utilizamos a roda de cores, uma ferramenta útil para projetos de design, pois nela temos acesso às combinações de cores, luminosidade, saturação e sombreamento que devemos utilizar.

    Através da utilização da roda de cores se tem uma facilidade e comodidade em todo o processo de realizar um projeto de design, portando se você tem uma empresa de cracha e deseja realizar um projeto é recomendado utilizar esse item.

    Sobre o círculo cromático, é possível dizer que ele é dividido da seguinte maneira: três cores primárias, ou seja, que não podem ser obtidas por outras cores, como amarelo, azul, vermelho. 

    Três cores secundárias: formadas pela mistura de cores primárias, obtemos laranja, roxo e verde. Seis cores terciárias: feitas pela mistura de cores secundárias.

    Além dessas cores categorizadas acima, existem milhares de cores que podemos criar adicionando preto para sombras e cores mais escuras, ou brancas para leveza, ou seja, existe uma infinidade de possibilidades.

    Por isso, estar atento a técnicas e ao círculo cromático é fundamental, através desse conhecimento pode se despertar sensações e momentos únicos para quem consome seus projetos, trazendo esse diferencial em diversos momentos.

    Ao entender o que é o círculo cromático e a diferença que essa técnica traz para seus projetos, acompanhe o texto para entender qual a relação do círculo cromático com a teoria das cores.

    Relação do círculo cromático com a teoria das cores

    O círculo cromático, também conhecido como “roda de cores”, nos ajuda a entender a relação entre as cores, ele as organiza em ordem, fazendo com que o entendimento e toda a utilização seja feita de forma mais prática e eficaz.

    A partir dessa sequência, é fácil encontrar cores diferentes, criar novos tons e compor paletas de cores significativas para diferentes projetos visuais.

    Essa relação do círculo cromático com a teoria das cores se dá principalmente pelas sensações e toda identidade que essa conexão permite em projetos e nos mais diversos negócios.

    Essa conexão permite que se tenha mais amplitude, variações e formas de alcançar e despertar sensações únicas em seus consumidores. Todo projeto ao ser planejado tem o intuito de despertar o interesse em seu público, e com essa utilização é possível.

    Por isso, a utilização e junção dessas ferramentas é de extrema importância, fazendo diferença durante o projeto, assim sendo indicado desde um projeto para um avental cirúrgico até os mais diversos intuitos e trabalhos.

    Para esclarecer a ideia, veja abaixo a importância de realizar a harmonização das cores para a composição de trabalhos gráficos. 

    A importância de realizar a harmonização das cores

    Além de linhas estrategicamente desenhadas e elementos gráficos utilizados de forma pontual, a influência da harmonização das cores na criação e no design é a base para a construção de uma identidade visual clean.

    Dessa forma, sendo um dos elementos de grande importância e utilização, devido  justamente a variedade e diferenciação na utilização e na forma como essa ferramenta facilita e compõe os trabalhos gráficos da melhor forma possível.

    Usá-los com sabedoria, ou seja, saber aplicar contrastes interessantes, iluminar da maneira certa e, o mais importante, alcançar a harmonia ideal, pode destacar pontos-chave na comunicação.

    Assim, como exemplo em um projeto gráfico para a composição e utilização de um balcão para açougue, ao utilizar as técnicas de harmonização de forma ideal e eficaz, existe a garantia de um bom trabalho.

    Por isso e outros motivos, a roda de cores é uma importante ferramenta para diretores de arte e designers elaborarem a composição de cores que serão utilizadas em cada peça, tendo em vista os objetivos da estratégia visual empregada.

    Ao entender a importância de realizar a harmonização das cores para a composição de trabalhos gráficos, acompanhe a seguir como combinar cores usando o círculo cromático.

    Como combinar cores usando o círculo cromático

    Encontrar a combinação de cores certa é uma das partes mais importantes, bem como um dos maiores desafios que um criativo pode enfrentar. Seja o trabalho harmonioso ou não através da combinação de cores.

    Dessa forma, sendo uma das principais etapas para que se tenha êxito em seu projeto, conseguindo extrair o melhor através da utilização dos recursos certos, seja para uma empresa que presta serviços de consultoria ambiental até os mais diversos ramos.

    Esses recursos são os responsáveis em dizer se a obra é viva, se é mais serena, se é mais escura ou se foca em um sentimento limpo. Assim, acaba extraindo aquilo que se deseja nas etapas de criação.

    Pensando nisso, preparamos essa lista para você aprender a usar o círculo cromático de uma vez por todas. Acompanhe!

    Cores complementares

    Cores complementares são tons em lados opostos da roda de cores. Esse esquema de combinação é útil quando você deseja que as cores criem efeitos vívidos, trazendo essa realidade e poder através das cores e de sua utilização.

    Combinação de três cores

    Esta é uma combinação de três cores equidistantes entre si dentro de um círculo, criando um efeito de alto contraste sem perder a harmonia, buscando justamente essa percepção e sintonia mesmo em cores e tons que parecem ser distantes.

    Cores análogas

    Usando este esquema, você pode combinar 2 a 5 cores (mas o ideal é usar apenas 2 a 3), uma ao lado da outra. Isso dá uma impressão de calma e amizade, podendo extrair dessas cores algo único e de extrema importância para o seu negócio.

    Combinação em fenda

    Essa combinação reúne fatores distintos, reunindo cores primárias e duas cores complementares, gerando mais contraste de uma forma mais leve e com menos intensidade, buscando de fato esse impacto em quem consome esse conteúdo.

    Combinação de quatro cores

    Essa combinação é de fácil entendimento e compreensão, reunindo uma cor primária, duas cores complementares e uma cor que acentue diante das cores e do efeito a ser causado nesse processo. 

    Sendo uma combinação diferente para o uso em equipamentos de proteção individual e coletiva, bem como em diversas outras ações.

    Após entender o processo de como combinar cores usando o círculo cromático, e o quanto essa técnica é importante para o desenvolvimento de projetos, acompanhe o significado de algumas cores que podem ajudar na criação de identidade visual.

    Significado de cores e as sensações despertadas

    As sensações evocadas pelas cores nos permitem fazer referência às nossas experiências e aos valores simbólicos que surgem dos contextos culturais em que as vivenciamos.

    Pensando nisso, acompanhe o significado e as sensações despertadas através do uso de cada cor em todo esse processo.

    • Azul: essa cor é uma unanimidade devido a sua funcionalidade;
    • Vermelho: essa cor carrega consigo diversos sentidos e sentimentos;
    • Amarelo: uma cor tradicional e totalmente funcional em diversos meios;
    • Verde: traz uma sensação de neutralidade e algo jovial.

    Para facilitar ainda mais o entendimento, veja outras características das cores citadas anteriormente!

    1 – Azul

    A proporção de pessoas que não gostam dessa cor  é muito baixa. Essa admiração pelo azul torna essa cor uma escolha segura para diferentes usos, pois transmite uma sensação de segurança e confiança.

    Assim, sendo usada desde uma empresa de manutenção de ventiladores industriais até os negócios mais diversos, carregando essa amplitude devido a sua aceitação.

    2 – Vermelho

    O vermelho é a cor mais quente e emocional, pode expressar valores opostos do bem e do mal, como o amor e a guerra, como a proibição e a ilegalidade. 

    Além dos pontos citados, podemos dizer também que é a cor mais forte na psicologia das cores e remete à paixão, sensualidade, atração, sedução e erotismo, e também por amor divino.

    3 – Amarelo

    Esta é uma cor quente que remete a coisas felizes. Ou seja, acaba por ser considerada a cor da alegria, brincadeira, diversão e otimismo. É muito útil quando usado para alertar sobre o perigo.

    4 – Verde

    O verde simboliza a vida, é a cor da saúde, do bem-estar, de tudo o que cresce, ao contrário de murchar, secar e morrer.  Esta é a cor da vida vegetal, sendo viável desde um projeto de uma licença de instalação até negócios ecológicos.

     

    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

    Compartilhe:
    Compartilhar no facebook
    Compartilhar no twitter
    Compartilhar no linkedin
    Compartilhar no pinterest
    Compartilhar no tumblr
    Compartilhar no whatsapp

    publicidade

    social

    publicidade