Michael Campos

Como aplicar o Marketing 4.0 na empresa

Guia de Investimento
Guia de Investimento

Entre para nossa lista e receba
conteúdos exclusivos em primeira mão!

    Compartilhe

    Compartilhar no facebook
    Compartilhar no twitter
    Compartilhar no linkedin
    Compartilhar no pinterest
    Compartilhar no tumblr
    Compartilhar no whatsapp

    No marketing, o mercado já passou pelos estágios 1.0, 2.0, 3.0 e o mais recente, que é marketing 4.0, que atua na economia digital, na revolução da internet e de todas as mudanças que a tecnologia traz para a sociedade e para as empresas. 

    Pelo fato do mundo estar cada vez mais digital, o marketing 4.0 é o estágio que mais envolve a internet e a necessidade de conectar marcas e consumidores. 

    Isso fica ainda mais visível quando realizamos pesquisas simples, como “empilhadeiras para venda”, logo, temos marcas na palma das nossas mãos como opções de compra.

    As compras realizadas no ano de 2020, de alguma forma, teve a internet como uma ponte para que a compra fosse realizada. 

    A utilização das ferramentas digitais, hoje em dia, é mais que comum. De certo modo, podemos considerar que é praticamente obrigatório utilizar a web para buscar os melhores preços. 

    Essa facilidade também pode ser aplicada quando há uma necessidade por um serviço específico, logo, o usuário consegue saber, por exemplo, sobre empresas de contabilidade que estão disponíveis no mercado para auxiliar o seu negócio. 

    No momento em que você resolve pesquisar os preços praticados pelas marcas, ou conhecer a marca e efetuar a compra do produto, é bem provável que a utilização da internet foi feita. 

    Nessa parte, é muito comum consultar a opinião das pessoas sobre determinada mercadoria e, obviamente, você visitou blogs para assegurar a compra. 

    Através da ascensão da internet, as pessoas estão cada vez mais acostumadas em utilizar a web para efetuar suas compras, entretanto, se engana quem pensa que a internet se limita apenas para adquirir um novo produto. 

    Com o passar dos anos, o espaço digital acabou se tornando uma extensão do nosso relacionamento com o mundo. 

    As pessoas estão ainda mais digitais, e devido a isso, as empresas perceberam a necessidade de estar onde os seus consumidores estão e, além disso, as empresas passaram a ser totalmente digitais, como uma consultoria em redução de custos, que propõe medidas para reduzir os gastos da organização.

    Para contextualizar melhor, entenda como são os estágios do marketing que levaram ao marketing 4.0. 

    Marketing 1.0

    O primeiro estágio se resume em um cenário em que os consumidores não tinham tantas opções, e a concorrência não era tão grande se formos comparar com os tempos atuais. 

    Por isso, no marketing 1.0, esse estágio focava apenas na qualidade da produção dos produtos. Não havia um estudo sobre o público-alvo, era apenas a divulgação em massa das mercadorias com os seus principais diferenciais. 

    Por exemplo, no início da internet, haviam poucas empresas que trabalham com serviço de firewall, logo, essas empresas não ficaram focadas na concorrência, e sim na qualidade dos anúncios. 

    Marketing 2.0

    Logo em seguida, temos o marketing 2.0 que presenciou, finalmente, a concorrência entre as empresas que, diferente do primeiro estágio, estava agora mais acirrada. 

    Nessa fase, iniciou uma preocupação maior com a construção da marca, ou seja, a imagem que a organização tem perante aos seus clientes. 

    Nessa etapa, os consumidores também passaram a ficar mais exigentes referente a qualidade dos serviços ou produtos disponibilizados pelas marcas. 

    Logo, as companhias começaram a adotar a segmentação de mercado, com a intenção de se identificar com o seu público. 

    Procurando se diferenciar do restante das empresas que se encontram no mesmo segmento, as organizações começaram a definir o atendimento ideal para a área em que está atuando. 

    Marketing 3.0

    Mais recente, temos o marketing 3.0 que é uma fase que, em vez de atuar na segmentação, é focado no desenvolvimento de personalizações para se diferenciar ainda mais da concorrência. 

    Essa parte começou a ser aplicada em todas as áreas, desde empresas que trabalham com serviços de alimentação, até lojas nos mais variados segmentos.

    Observa-se também que as empresas passaram a ter uma visão diferente sobre seus consumidores. Resumidamente, as organizações começaram a ver o seu público não apenas como compradores, e sim como o que eles realmente são, seres humanos. 

    Passaram a perceber que cada um dos seus consumidores possuem uma história, valores e toda a sua complexidade de vida. Por esse motivo, hoje, muitas marcas costumam lançar propagandas com um propósito que é, geralmente, parte do dia a dia de uma pessoa.  

    Marketing 4.0

    O marketing 4.0 pode ser considerado uma complementação do seu estágio anterior, afinal, o 3.0 por sua vez já atua na internet. Porém, com a evolução do espaço digital, foi necessário ter uma nova fase do marketing. 

    Nessa parte, as empresas persistem no foco com o ser humano e assumem a sua personalidade como marca. 

    A diferença é que, nesse momento, elas precisam se adaptar o mais rápido possível com as novas tecnologias que servem como ferramentas para alavancar a sua relação com os consumidores. 

    O que é o marketing 4.0?

    O marketing 4.0 é um conceito desenvolvido por um dos mais importantes teóricos da administração moderna, o Philip Kotler. 

    Segundo os estudiosos do quarto estágio do marketing, a principal representação dessa fase está relacionada à revolução digital para as empresas. 

    Antes, elas precisavam investir em outros meios de comunicação, como TV, jornais, rádios e revistas, hoje, é necessário avançar com a transformação digital. 

    É através de mudanças que o marketing precisa se reinventar, e na maioria das vezes, isso acontece por meio de novas tecnologias e comportamentos dos consumidores. Essas transformações tendem a afetar o cotidiano da maioria das pessoas. 

    Engana-se quem acha que o marketing 4.0 é apenas uma mudança que inclui novos hábitos, como utilizar o email marketing, realizar um backup para empresas, ou usar as redes sociais. 

    Todas as mudanças que acontecem na internet, de certa forma, também afetam as empresas. Para estar conectado com a era digital, a empresa precisa entender a lógica de negócios mais horizontais, sociais e inclusiva. 

    Agora que você já sabe o que é o marketing 4.0, e como ele se originou, podemos explicar as formas que o quarto estágio pode ser aplicado no seu negócio. 

    Tenha relações horizontais

    O marketing 4.0 permite que as empresas criem relações horizontais e menos hierárquicas, para isso, basta se relacionar com outras pessoas se colocando como um ser humano também. 

    Ou seja, uma empresa que trabalha com manutenção de sistema de rastreamento de entregas, por exemplo, precisa ter um relacionamento humano com os seus clientes e, obviamente, com seus parceiros para assegurar a demanda. 

    Assuma uma identidade mais humana da sua empresa, que evidencie o propósito da sua mensagem e, por fim, mostre os seus valores. A construção da sua identidade é a ponte para que você consiga construir relações horizontais. 

    Desenvolvendo essa parte, fica mais fácil conversar com os consumidores de igual para igual. Entenda que as conversas devem agir naturalmente, como se fosse um relacionamento pessoal, onde cada um deve ouvir o outro. 

    Integre o marketing online e o offline

    Estudiosos defendem que, no marketing 4.0, as estratégias online e offline devem convergir entre si.

    Isso faz ainda mais sentido, pelo fato de que o consumidor vive o paradoxo de interagir cada vez mais na internet, mas, ao mesmo tempo, aproveitar o que o mundo real pode proporcionar. 

    Portanto, a sua empresa deve criar experiências completas, de maneira que as pessoas fiquem satisfeitas com a sua marca, tanto no mundo online, quanto no mundo offline. 

    Para isso, é necessário ter estrutura suficiente para lidar com as questões administrativas, logo, é inevitável não citar a necessidade de um sistema de gestão para franquias, que mostra em relatórios os detalhes dos setores da companhia. 

    Conquiste atenção através de conteúdos estratégicos

    O marketing 4.0 tem, na sua fase, o objetivo de conquistar a confiança do consumidor numa era em que, parte deles, estão cada vez mais ocupados.

    Pelo fato das pessoas não terem mais tempo para certos conteúdos, o marketing de conteúdo vem sendo utilizado cada vez mais pelas empresas. 

    De acordo com a pesquisa levantada pela Content Trends, em 2018 73% das companhias entrevistadas adotam as estratégias do marketing de conteúdo. 

    Contudo, você precisa saber que o marketing de conteúdo se baseia na objetividade. Ou seja, os conteúdos devem ser:

    • Simples;
    • Objetivos;
    • Conter elementos visuais;
    • Educacionais.

    Seja presente nas redes sociais

    As redes sociais são, atualmente, um dos grandes portais para que algo consiga ter um alcance maior. Com isso, as redes sociais são uma grande ferramenta para que você consiga promover aquele atendimento mais humano com o seu consumidor. 

    Cuide da imagem da sua empresa

    Sabemos que, nos dias de hoje, o consumidor procura por empresas que tenham uma identidade, logo, é de suma importância que você cuide da imagem da sua organização, afinal, isso pode acarretar em opiniões negativas ou, no melhor caso, positivas. 

    Procure estar por dentro da cultura dos seus clientes

    Um grande atrativo para os consumidores é a identificação, onde você pode conquistar novos clientes através dos valores que a sua empresa compactua, basta divulgá-las. 

    Contudo, nunca minta sobre os valores da sua empresa para apenas entrar na cultura do seu público-alvo, afinal, com a os consumidores internet consegue descobrir a mentira facilmente.  

    Seja diferente

    Como sabemos, o mercado está cada vez mais concorrido, portanto, é necessário que você seja diferente do normal. Isso pode acontecer em várias esferas, ou seja, procure fazer melhor que o seu concorrente. 

    Portanto, procure pela melhor estrutura, atendimento, e produtos ou serviços. Crie uma experiência diferente, para que o seu cliente busque pelos seus serviços novamente.

     

    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

    Compartilhe:
    Compartilhar no facebook
    Compartilhar no twitter
    Compartilhar no linkedin
    Compartilhar no pinterest
    Compartilhar no tumblr
    Compartilhar no whatsapp

    publicidade

    social

    publicidade