Michael Campos

Aprenda o que é CAC e CDM

Guia de Investimento
Guia de Investimento

Entre para nossa lista e receba
conteúdos exclusivos em primeira mão!

    O mundo corporativo está cada vez mais integrado a novas tecnologias. Desse modo, para conseguir acompanhar o crescimento de sua companhia, métricas como CAC e CDM se tornam cada vez mais relevantes para identificar seu progresso.

    Inclusive, criar um crescimento sustentável é um dos principais passos para qualquer empreendedor, uma vez que o direcionamento que esse tipo de recurso oferece permite uma análise muito mais detalhada de suas ações.

    O primeiro passo para conseguir avaliar corretamente estes elementos é ter uma boa consciência de sua marca. Dessa forma, você consegue identificar todos os detalhes do processo de vendas de sua empresa terceirizada de limpeza, por exemplo.

    A consciência de marca denota também a relação entre consumidor e marca criada por seus canais de comunicação e de divulgação e marketing. Dessa forma, você tem uma companhia que é muito mais lembrada por seus clientes.

    Para conseguir conquistar clientes fiéis, existe um processo complexo, principalmente em empresas cujo ciclo de compra não é curto. Neste caso, a fidelidade é muito mais relacionada ao ato de indicar novos clientes para a marca de, por exemplo, caixa em acrílico.

    Então, é importante que o seu trabalho de divulgação da marca envolve criar uma experiência altamente satisfatória, que passe o desejo de defender a empresa para seus clientes. Dessa maneira, você consegue muito mais oportunidades de vendas.

    Entenda o que é CAC e CDM

    Desse modo, o conceito de Marketing 4.0 lida diretamente com este tipo de ação, através de duas métricas muito importantes, o CAC (Coeficiente de ação de compra) e o CDM (Coeficiente de defesa da marca).

    O CAC identifica a conversão da empresa com ações que os clientes realizam ao efetuarem compras da marca. Dessa forma, eles conseguem identificar os principais pontos de funcionamento de suas estratégias de marketing.

    Já o CDM identifica a conversão de produtos que não tem uma taxa de compra tão rápida, e mostram o quanto os clientes estão dispostos a defender a marca e oferecer para suas redes de contatos familiares e profissionais.

    Estas métricas são muito importantes para conseguir compreender melhor a saúde financeira de sua marca, possibilitando um controle maior dos gastos da empresa e sua produtividade.

    Dessa forma, você consegue gerar investimentos muito mais satisfatórios com sua empresa de, por exemplo, contador de fluxo de pessoas ou de qualquer outro ramo de atuação.

    Isso porque o CAC e o CDM permitem que sua equipe de marketing consiga identificar toda a produtividade dos gastos realizados pela sua empresa, identificando a qualidade dos investimentos que você está realizando e como gerar uma consciência de marca melhor.

    Calculando o valor de sua marca: entenda como fazer

    Para conseguir identificar corretamente seu posicionamento junto à marca, é importante pensar em suas possibilidades. Para isso, é possível fazer um cálculo que utiliza as métricas de CAC e CDM para conseguir bons resultados.

    O objetivo de qualquer empresa é estar no topo, garantindo que você terá muito mais qualidade em suas ações. Dessa maneira, você consegue uma estrutura mais adequada para sua organização, ademais, lembre-se que identificar seu potencial é fundamental.

    Desse modo, para fazer o cálculo de sua empresa de impressora industrial, por exemplo, é preciso identificar algumas ações simples, como usamos no exemplo abaixo. Confira:

    Pense que sua loja trabalha em um mercado para 100 pessoas. De todas elas, 90% tem conhecimento de sua marca e se lembram dela de maneira espontânea.

    Dentro dessas pessoas, apenas 18 são consumidores, enquanto 9 pessoas recomendam a marca de maneira espontânea. Isso significa que seu CAC seria 20%, enquanto o CDM seria de 10%

    O cálculo é baseado na quantidade de pessoas que conhecem sua marca e, de fato, tem algum tipo de interação com ela, identificando-os como figuras mais próximas de conseguir a conversão.

    Além disso, você consegue identificar a quantidade de pessoas que não estão interagindo com sua empresa de coleta de resíduos, bem como de qualquer outro ramo de atuação.

    Se 90 pessoas conhecem sua empresa, mas apenas 20% fazem compras de fato com a marca, isso significa que o negócio está deixando de fechar contratos com 80% de suas oportunidades.

    Além disso, 90% das pessoas não recomendam sua marca, e estas são métricas que precisam de trabalho para serem alteradas e começarem a gerar resultados mais satisfatórios para a sua empresa.

    Embora as contas sejam relativamente simples, é preciso um extenso trabalho de base para conseguir reverter esse tipo de valor e conseguir conquistar seus resultados com mais assertividade.

    Inclusive, você pode usar diversas formas de avaliar o quanto as pessoas conhecem sua marca de cesta de supermercado, bem como de qualquer outro ramo de atuação, como:

    • Pesquisas diretas;
    • Análise de histórico de compras;
    • Ações de marketing;
    • Pesquisas indiretas.

    Com estas informações, você consegue avaliar muito mais profundamente seus clientes, conseguindo identificar o quanto ele se lembra de sua marca e o quanto ela é recomendada por seus clientes anteriores.

    O Impacto do CAC e do CDM em sua empresa

    Conhecer estas métricas é uma importante maneira de conseguir conquistar um melhor posicionamento no mercado, principalmente quando as pessoas começarem a procurar seus produtos e serviços.

    O foco de sua empresa deve ser criar uma experiência única para seus clientes, sobretudo em casos de produtos mais complexos, que demoram mais para sofrer o efeito de recompra.

    Dessa forma, os clientes desejarão que pessoas de seu convívio passem pela satisfatória experiência de compra, servindo como promotores e advogados de sua marca de, por exemplo, fretado para empresas

    Estes clientes tem até o mesmo potencial para reverter seus recursos. Além disso, você é capaz de identificar uma série de estratégias que podem não apresentar os melhores resultados para sua empresa, de forma que consiga reverter a situação e modificar os elementos principais.

    Além disso, é importante ter em mente que criar a fidelidade em seus clientes não é uma tarefa fácil ou rápida, e requer muita atenção e qualidade de conteúdo para ser realizado com vendas de, por exemplo, fertilizantes orgânicos líquidos.

    A evolução do marketing

    Até chegar no estágio atual, o marketing passou por uma série de transformações. Hoje, considera-se que ele esteja em sua versão 5.0, número que registra grandes mudanças nas atividades relacionadas ao setor.

    Por isso, é importante entender mais sobre todas as fases, sendo:

    Marketing 1.0

    Este é o modelo inicial do marketing, conforme foi concebido. Trata-se de uma ação completamente passiva, onde a publicidade é oferecida aos consumidores, que podem ou não aceitar esse tipo de recomendação.

    Este é o modelo inicial do marketing, que começou a trabalhar com elementos compostos para gerar um engajamento maior com o público da época.

    Marketing 2.0

    A primeira grande mudança no marketing se deu por volta dos anos 90. Neste caso, os profissionais da área compreenderam a importância de trabalhar com o perfil do cliente e colocá-lo no foco da ação de marketing.

    Aqui, a comunicação também recebeu uma série de avanços, uma vez que se tornou muito mais importante para o processo negocial. Com o início da internet, começava-se a pensar em usar o computador para fazer pesquisas.

    Marketing 3.0

    Inserido no mercado pelo especialista Philip Kotler, esta mudança foi muito importante para chegar ao marketing moderno. Ele identificou um excesso de passividade nas ações de marketing comuns, o que muitas vezes não gerava nenhum tipo de retorno.

    Então, Kotler decidiu criar uma abordagem mais direta, com um impacto real nas ações da empresa e com o objetivo de criar um ambiente mais satisfatório para todos.

    Marketing 4.0

    Nesta etapa, o marketing entra completamente no mundo digital. Aqui, o ideal é que os consumidores, tanto os atuais quanto os futuros, tenham condições de encontrar todas as suas necessidades através da internet.

    Isso inclui vendas, atendimento e muitos outros setores. O marketing 4.0 vê uma ascensão da informação e do conteúdo, o que mostra que existe uma necessidade latente dentro do mercado que precisa ser sanada.

    O próprio perfil do cliente mudou e se tornou mais exigente, precisando de mais informações antes de efetivamente buscar resultados com a conversão de vendas. A utilização de aplicativos e redes sociais também recebe um grande incentivo.

    Marketing 5.0

    A etapa atual do marketing é aquela que pensa nos consumidores como uma extensão de suas ações. Aqui, a referência e lembrança deles é muito importante para o desenvolvimento da companhia.

    Por isso, elementos como o CAC e o CDM são tão importantes nestas etapas atuais do marketing, sendo capazes de passar uma compreensão maior do impacto do público em suas ações.

    Considerações finais

    Quanto mais as empresas percebem o potencial que os avanços do marketing oferecem, maiores são as chances de elas adotarem estes modelos. Por isso, saber utilizar ferramentas como o CAC e o CDM em primeira mão pode oferecer uma vantagem competitiva.

    Quanto mais você conseguir explorar seus recursos de marketing para gerar capital, melhor posicionada sua empresa estará, possibilitando uma ação muito mais interessante a longo prazo e se tornando uma liderança em um mercado cada vez mais competitivo.

    Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

    Compartilhe:
    Compartilhar no facebook
    Compartilhar no twitter
    Compartilhar no linkedin
    Compartilhar no pinterest
    Compartilhar no tumblr
    Compartilhar no whatsapp